CONCELHO DE ABRANTES

clique na foto para ampliar
 

CAMPO DE FUTEBOL ROSSIO AO SUL DO TEJO

A qualificação e instalação de novos equipamentos na zona desportiva de Rossio ao Sul do Tejo, é um exemplo de boas práticas na integração de equipamentos e oferta de infraestruturas, entre a cidade e as freguesias, criando valor acrescentado na região. Este investimento, porque componente de um polo desportivo de qualidade -Parque Desportivo de Abrantes, funciona como fator de promoção da qualidade de vida da população residente, bem como fator de atração e fixação de população, nomeadamente dos jovens e da população mais qualificada.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA BEMPOSTA

Este Centro Escolar foi dotado com quatro salas de aula destinadas ao 1º Ciclo do Ensino Básico e duas salas para o pré-escolar. A capacidade total da escola é de 144 alunos, 96 do 1º CEB e 50 do Jardim-de-infância. A escola ficou dotada com seis salas de aula (quatro para o CEB e duas para o Jardim de Infância), centro de recursos/biblioteca, polivalente/refeitório/cozinha, sala de professores/educadores, sala para pessoal não docente, sala para a Associação de Pais, vestiários/balneários, nove arrecadações, instalações sanitárias para crianças, adultos e PMC, espaço de recreio coberto, pátio e parque infantil. Foram, ainda, construídos quatro espaços comuns de suporte às diferentes valências pedagógicas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE ALFERRAREDE

Construção de um Centro Escolar, com 12 salas de aula destinadas ao 1º Ciclo do Ensino Básico e três salas para o pré-escolar. A capacidade total da escola é de 363 alunos, 288 do 1º CEB e 75 do Jardim-de-infância. A escola ficou dotada com 15 salas de aula (12 para o 1º CEB e três para o Jardim de Infância), centro de recursos/biblioteca, sala polivalente/refeitório/cozinha, sala de professores/educadores, sala para pessoal não docente, gabinete de coordenação, sala para a Associação de Pais, vestiários/balneários, 16 arrecadações, instalações sanitárias para crianças, adultos e PMC, espaço de recreio coberto, pátio. Foram, ainda, construídos cinco espaços comuns de suporte às diferentes valências pedagógicas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE RIO DE MOINHOS

Este Centro Escolar, foi dotado com quatro salas de aula destinadas ao 1º Ciclo do Ensino Básico e três salas para o pré-escolar. A capacidade total da escola é de 171 alunos, 96 do 1º CEB e 75 do Jardim-de-infância. A escola ficou dotada com sete salas de aula (quatro para o 1º CEB e três para o Jardim de Infância), centro de recursos/biblioteca, sala polivalente/refeitório/cozinha, sala de professores/educadores, sala para pessoal não docente, sala para a Associação de Pais, vestiários/balneários, nove arrecadações, instalações sanitárias para crianças, adultos e PMC, espaço de recreio coberto, pátio, parque infantil. Foram, ainda, construídos quatro espaços comuns de suporte às diferentes valências pedagógicas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO INOV.POINT

O Centro INOV.POINT é um equipamento vocacionado para o acolhimento de iniciativas empresariais inovadoras e tecnológicas, suportadas no conhecimento e na capacidade de criar massa crítica promotora de desenvolvimento económico e social. O investimento contemplou a remodelação total de um dos edifícios industriais existentes no Tecnopolo de Abrantes (Edifício 9). Com a instalação do INOV.POINT espera-se beneficiar, por um lado, as empresas já instaladas e, por outro lado, catalisar empresas que desenvolvam actividades tecnologicamente avançadas, bem como incentivar o empreendedorismo.

clique na foto para ampliar
 

EB Nº 1 DO TRAMAGAL

Requalificação da EB1 para Centro Escolar, o qual dispõe de seis salas de aula destinadas ao 1º Ciclo do Ensino Básico e duas salas para o pré-escolar. A capacidade total da escola é de 194 alunos. A intervenção visou o aumento das salas de aula, quer para o 1º CEB, quer para Jardim de Infância, a criação de centro de recursos/biblioteca, de sala polivalente/refeitório, de sala de professores/educadores, arrecadações, espaço de recreio coberto e parque infantil. Permitiu ainda o acréscimo de espaços comuns para suporte às diferentes valências pedagógicas.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Nº 4 – CHAINÇA

Esta requalificação ficou dotada com oito salas de aula destinadas ao 1º Ciclo do Ensino Básico e quatro salas destinadas ao pré-escolar. A capacidade total da escola é de 192 alunos do 1º CEB, a que acrescem 72 que poderão integrar o pré-escolar. A intervenção permitiu o aumento das salas de aula, a criação de sala para as TIC/Biblioteca, a criação de sala para atividades de expressão plástica, salas administrativas (sala de professores, atendimento, receção, etc.), instalações sanitárias adequadas, espaço exterior coberto e descoberto. Permitiu, ainda, a construção de mais três espaços comuns de suporte às diferentes valências pedagógicas, passando de três para seis.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA EB1 Nº2 DO PEGO

Este projecto contemplou a construção de um novo corpo com ligação coberta ao edifício existente, onde se localizam os espaços de utilização comum: sala polivalente, sala de TIC/Biblioteca, instalações sanitárias, sala para o pessoal docente e salas de arrumos.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA EB1/JI DE ROSSIO AO SUL DO TEJO

Este projecto de requalificação e aumento de capacidade da Escola EB1/JI de Rossio ao Sul do Tejo contemplou a construção de mais quatro salas de aula destinadas ao 1º CEB e uma destinada ao ensino pré-escolar, um polivalente/refeitório, uma sala de TIC, arrecadações e espaços de recreio cobertos. Com esta obra, a escola tem capacidade para 264 alunos, 192 a frequentar 1º CEB e 72 o jardim de infância.

clique na foto para ampliar
 

ESTACIONAMENTO DO CASTELO DE ABRANTES

A necessidade de dotar a cidade “velha” de espaços de estacionamento, para quem trabalha e visita o centro histórico, levou à organização de uma bolsa de estacionamento gratuita no espaço de acesso ao Castelo e Torre de Menagem. Assumiu-se a valorização de um espaço público de cariz patrimonial, tornando-o num local de contemplação da paisagem, com a colocação de mobiliário urbano e árvores para ensombramento.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE RIBEIRINHO

A implementação do Aquapolis permitiu a requalificação ambiental e a reabilitação do património natural ligado ao Tejo, permitindo uma franca, decisiva e melhor relação da cidade com o rio, através da incorporação das suas margens na produção e fruição do lazer, natureza e desporto e conferindo às margens do Tejo, em Abrantes, um destino de atratividade regional e um motor de desenvolvimento económico.

CONCELHO DE ÁGUEDA

clique na foto para ampliar
 

AÇUDE NO RIO ÁGUEDA

Contribuindo para a manutenção e o bom estado dos ecossistemas biofísicos e habitats ribeirinhos, com a construção do Açude a montante da Cidade, foi possivel a criação de um espelho de água que permite a pratica de atividades desportivas, em especial a canoagem, e de lazer, aumentando a vivência da zona baixa da cidade, complementando a requalificação urbana que se assiste ao longo da margem norte do Rio e transformando esta zona na “sala de estar” da Cidade.

clique na foto para ampliar
 

CASA DO ADRO

O objetivo desta obra está ligado à melhoria das condições de circulação pedonal na área em causa – área central da cidade de ligação do Adro da Igreja do Adro. Tratando-se de uma zona nobre da cidade, este pequeno troço de arruamento pedonal, encontrava-se em péssimo estado de conservação o que dificultava a vida aos residentes nesta área. Com a repavimentação do arruamento, a instalação de corrimãos e uma iluminação mais adequada, as condições de circulação melhoraram significativamente e é hoje reconhecido como uma obra de requalificação oportuna e necessária.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR FERNANDO CALDEIRA

A Escola Básica Integrada de Águeda, destinada aos 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico, veio substituir dois equipamentos escolares completamente desatualizados, quer do ponto de vista da sua sustentabilidade energética, quer do ponto de vista espacial e tecnológico. As novas instalações destinadas a EB 1 oferecem espaços modernos, arejados, com boa exposição solar e adequada iluminação, respeitando todos os requisitos de conforto térmico e acústico, tratando-se de um edifício de baixo consumo energético. Estão equipadas com todos os meios tecnológicos adequados aos novos processos pedagógicos e de aprendizagem.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA BORRALHA

Respeitando o património edificado existente, com a preservação, quase na íntegra, do edifício da antiga Escola Primária, alia-se uma intervenção contemporânea, em que os novos espaços apresentam uma exposição solar e iluminação natural adequadas, reduzindo os custos energéticos da sua utilização. O novo equipamento oferece à comunidade educativa os meios físicos e tecnológicos adequados ao desenvolvimento de novos métodos pedagógicos e de aprendizagem.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE RECARDÃES

Este projeto teve como objetivo proceder à ampliação e remodelação da escola existente, com a construção de uma nova sala de aula, de uma sala de trabalho para professores e de uma biblioteca escolar. O espaço exterior foi, também, requalificado, tendo sido aumentada a área de recreio e instalado um parque infantil de apoio ao JI. Procedeu-se à atualização tecnológica, com a instalação de uma rede wireless de acesso à internet.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA EB DE ÁGUEDA

A anterior Escola EB 2.3 Fernando Caldeira, um conjunto de edifícios construídos nos anos 70, sem recurso a quaisquer elementos de isolamento térmico ou acústico e que incorporavam amianto em alguns dos elementos construtivos, foi integralmente substituída pela Escola Básica Integrada de Águeda, destinada aos 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico. Concentrando num único equipamento vários níveis de ensino, o que permite racionalizar a utilização dos espaços comuns, como sejam as instalações desportivas, biblioteca ou refeitório. As novas instalações oferecem espaços modernos, arejados, com boa exposição solar e adequada iluminação, respeitando todos os requisitos de conforto térmico e acústico, tratando-se de um edifício de baixo consumo energético.

clique na foto para ampliar
 

ESPAÇO DE CIDADANIA

Pretende-se ter um espaço de livre utilização para a realização de debates e sessões de esclarecimentos que tenham como objeto qualquer tema de interesse do coletivo do Municipio e/ou da região. Com esta recuperação,o edifício do antigo dispensário, manteve um símbolo de uma época que já vai distante, criou-se uma nova valência no Jardim Conde de Sucena, aumentando a afluência ao jardim. O objetivo final é o fomento do sentido de cidadania, estimulando a participação pública, livre, sem condicionalismos de espaço para reunião, uma vez que este espaço estará dotado dos equipamentos necessários para a sua utilização.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM CONDE DE SUCENA

Esta intervenção transformou o espaço numa liguagem contemporânea, desprovida de elementos dissonantes, mas, ainda asism, mantendo a sua identidade com a envolvente e com o próprio edifício do antigo dispensário (Espaço de Cidadania), o hospital e as construções privadas envolventes ao largo. O espaço é agora arejado, moderno e funcional e constitui uma referência para os cidadãos de Águeda e para todos aqueles que aqui se deslocam.

clique na foto para ampliar
 

MARGEM NORTE DO RIO ÁGUEDA

A concretização deste projeto permitiu a aproximação do Rio ao edificado tradicional e ao parque da Alta Vila. Toda a área foi objeto de um tratamento como se se tratasse de uma grande praça única, ampla, nivelada e alteada, onde os passeios foram alargados e se criaram espaços amplos de esplanada. Os novos alinhamentos arbóreos, estrategicamente definidos, valorizam as fachadas dos edifícios que, em alguns casos, são de grande valia.

clique na foto para ampliar
 

PERCURSOS PEDONAIS E CICLÁVEIS

Este projecto diz respeito à construção de uma rede de mobilidade suave com critérios de segurança e qualidade. Esta rede urbana de percursos de mobilidade está dotada de todos os requisitos técnicos de forma a tornar a sua utilização mais atractiva, permitindo a prática de exercício, a sua utilização como meio de deslocação e a exploração dos recantos mais interessantes da cidade.

clique na foto para ampliar
 

SOCIEDADE DO CONHECIMENTO NAS ESCOLAS

Com a instalação de quadros interativos o Centro Educativo está equipado com os sistemas necessários ao desenvolvimento dos programas educativos, mais ajustado à realidade do dia a dia dos alunos e professores. A instalação de sistemas de segurança é outra vertente deste projeto que é considerado de grande necessidade tendo em atenção a necessidade de segurança dos equipamentos existentes no edifício escolar.

clique na foto para ampliar
 

WI-FI NO CENTRO DE ÁGUEDA

Uma das razões da necessidade da criação de uma rede de Wireless, resulta também de várias iniciativas na área da sustentabilidade e redução do consumo de energia. Com este recurso, passou a ser possível gerir, de uma forma centralizada, os fluxos de intensidade da rede de iluminação pública, bem como o desenvolvimento de soluções de gestão da rede de rega, da gestão de trânsito e outras soluções que têm agora uma porta aberta para serem exploradas e potenciadas, para além de permitir o acesso nos mais variados espaços públicos da cidade.

CONCELHO DE AGUIAR DA BEIRA

clique na foto para ampliar
 

LARGO DO PELOURINHO EM PENAVERDE

A área de intervenção do projeto inseriu-se naquilo a que podemos definir de “Centro Cívico” da freguesia, nomeadamente a requalificação do Largo da Junta de Freguesia e envolvente ao Centro Social e Paroquial, e construção de uma Casa Mortuária junto ao Adro da Igreja. Neste contexto, este projeto surgiu na continuidade dessas intervenções, de forma a dar a estes espaços públicos um caráter mais urbano.

CONCELHO DE ALBERGARIA-A-VELHA

clique na foto para ampliar
 

BIBLIOTECA MUNICIPAL

Este projeto teve como objetivo a requalificação e ampliação do Palacete da Boa Vista e Torreão a Biblioteca Municipal.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DAS LAGINHAS

Este projecto pretendeu requalificar e ampliar a Escola do 1º CEB existente nas Laginhas, dotando-a das condições para albergar as quatro turmas que estavam a funcionar em instalação provisórias, criando espaços de trabalho e de apoio ao desenvolvimento de actividades e componentes de apoio às famílias e continuando a dar resposta aos alunos que necessitam da sala Teach.

clique na foto para ampliar
 

CINE TEATRO ALBA

A Autarquia de Albergaria-a-Velha entendeu que a recuperação do Cine-Teatro Alba constituía uma oportunidade para criar uma visão estratégica ao nível cultural. Este projeto teve como objetivos: promover a criação de uma rede cultural de Cidade, liderada pelo Cine-Teatro Alba que envolva todas as estruturas culturais; promover o acolhimento, produção e criação de projetos artísticos profissionais baseado em critérios de qualidade, diversidade e experimentação e Promover um trabalho junto das comunidades através de estratégicas de medição entre a criação artística e os públicos, na perspetiva da formação, fidelização e captação de públicos.

clique na foto para ampliar
 

PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO DE ANGEJA

Esta candidatura teve com objetivo a construção de um pavilhão desportivo na freguesia de Angeja, destinado à prática desportiva de forma a tornar os clubes mais competitivos, procurando desde logo essas características nas camadas mais jovens. Esta construção promove um espaço maior de treino dos vários atletas e equipas.

CONCELHO DE ALCANENA

clique na foto para ampliar
 

ANTIGA NACIONAL EN 365-4 - ALCANENA-MALHOU-MOITA

Com este projeto procedeu-se à beneficiação do troço da antiga estrada nacional EN 365-4, entre a Rua do Alviela, na localidade de Alcanena até limite do concelho, no lugar de Moita, freguesia de Pernes, concelho de Santarém numa extensão de 7.070 Km. Efectuou-se o alargamento da via nalguns pontos do traçado, beneficiou-se todo o pavimento e rede de águas já existentes e construiu-se uma ciclovia que faça a ligação entre Alcanena e, futuramente, a Praia Fluvial dos Olhos de Água, onde se insere também o Centro Ciência Viva do Alviela – Carsoscópio.

clique na foto para ampliar
 

CULTREDE

O projecto Cultrede tem como objectivo valorizar as disparidades e assimetrias dos diversos parceiros, que acolhem uma enorme diversidade de realidades locais, de públicos, de espaços, de recursos disponíveis e de condições técnicas, de políticas culturais e de estratégias próprias de programação cultural. Tem ainda como objectivo a promoção do desenvolvimento cultural das comunidades, contribuindo para a elevação da qualidade de vida dos cidadãos através da diversificação e da qualificação da oferta cultural e artística.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM MUNICIPAL DE ALCANENA

O facto de este ser o único Jardim Público de Alcanena com estas dimensões e características e pela importância que representa a nível da qualidade de vida da população, da identificação e apropriação do espaço e das valências que encerra e que complementam a grande componente ambiental e natural do espaço, o Município considerou que o espaço objeto de intervenção necessitava de uma nova definição de áreas funcionais, sobre as quais se definem circulações pedonais, o campo de ténis, o parque infantil, a praça central com as suas zonas de estadia, de melhor exploração da vegetação espontânea, a vegetação de sombra e sol, a melhoria da zona de caráter desportivo e exponenciar o aspeto “água” já existente com a criação de um lago com cascatas que enchem o espaço de sonoridades e frescura.

CONCELHO DE ALCOBAÇA

clique na foto para ampliar
 

ANIMAÇÃO TURÍSTICA

O projeto refere-se à adaptação do antigo edifício da Cooperativa de Alcobaça, para instalação de um parque de negócios, distribuído por 3 áreas distintas: área comum constituída por zona de entrada, balcão de atendimento, salas de formação e reuniões; área gerida pelo Município – Salas para instalação de empresas; área afeta a outras atividades.

CONCELHO DE ALENQUER

clique na foto para ampliar
 

PARQUE DE JOGOS DO SPORT ALENQUER E BENFICA

A intervenção no campo de jogos do Sport Alenquer e Benfica consistiu na transformação do antigo campo de saibro em relvado sintético. A instalação está dotada de sistema de rega automática, com a particularidade de fazer o reaproveitamento tanto da água utilizada para a rega, como da água pluvial, através de um sistema de base porosa que efectua a drenagem até um reservatório. As marcações do campo de futebol permitem a utilização longitudinal do relvado ou a dupla utilização transversal.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DO CARREGADO

A construção do Centro Escolar do Carregado veio permitir colmatar a insuficiência de uma infraestrutura de ensino de qualidade, nas valências do pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico, tendo em conta as evidências demográficas e socio-económicas da freguesia do Carregado. Este equipamento veio permitir melhorar as condições de ensino, quer pela qualidade e apetrechamento tecnológico do mesmo, quer pela permanência de escola a tempo inteiro, com a supressão de horários duplos.

clique na foto para ampliar
 

PAVILHÃO DESPORTIVO E COMPLEXO ESCOLAR DAS PAREDES

Os Arranjos Exteriores da Envolvente ao Pavilhão Desportivo e Complexo Escolar das Paredes tiveram por objectivo dotar estes espaços de acessibilidades que dignificassem as necessidades que estes equipamentos representam para os munícipes (arruamentos com perfis transversais largos, área para estacionamentos, zonas pedonais, arranjos exteriores, zona verde, equipamento urbano, infra-estruturas de iluminação e um parque infantil).

CONCELHO DE ALMEIDA

clique na foto para ampliar
 

CICLOVIA

Este projeto visou a construção de uma via de circulação pedonal e ciclável, que demarcou todo o perímetro do centro histórico e fortaleza de Almeida, com o enterramento de todas as infraestruturas e com o afastamento do parqueamento de autocaravanas do interior da fortaleza.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA DE ACESSO À FONTE SANTA

Com o objectivo de melhorar as condições de acessibilidade, aos utilizadores do futuro pólo de Saúde e Bem-Estar da Fonte Santa, que conta já com o novo Balneário Termal em pleno funcionamento, procedeu-se aos trabalhos de beneficiação da antiga estrada, que liga a EN332 (eixo: Figueira Castelo Rodrigo – A25/Espanha – Sabugal) e o rio Côa, no lugar da Fonte Santa – Almeida, com incidência no alargamento da faixa pavimentada, execução da drenagem de águas pluviais e sinalização horizontal e vertical.

clique na foto para ampliar
 

LARGO 25 DE ABRIL

Assimilando o eixo pedonal criado entre o largo 25 de Abril e o Jardim da Pérgola, direcionado e promovido pela Porta magistral de S. Francisco, como elemento dinamizador e organizador do espaço desenvolveu-se toda a intervenção que estabelece diálogos urbanísticos entre os espaços pedonais e a via automóvel, valorizado e dinamizado pela introdução de um espelho de água, que recebeu um elemento escultórico de dimensões adequadas no sentido de promover o seu enquadramento no local.

clique na foto para ampliar
 

LARGO DA RIBEIRA

O projeto visou a construção de um espaço festivo para o desenvolvimento da garraiada, que acontece anualmente no mês de Agosto no núcleo antigo de Vilar Formoso, ou zona do povo como popularmente é designada. Este é sem duvida, o ponto alto das festividades populares do concelho, integradas numa cultura raiana, onde as Penhas - pequenas coletividades populares, que nos últimos anos têm registado um forte crescimento - e os Touros representam os dois lados, inseparáveis, da mesma moeda.

clique na foto para ampliar
 

LIGAÇÃO DA A23 À FRONTEIRA

A construção destes dois troços de estrada Variante ao Soito e Via Estruturante da Raia faz a ligação rodoviária entre a A23 e a Fronteira, o que permitiu a criação de um eixo viário privilegiado entre Portugal e Espanha. A expectativa é que com a Ligação da A23 - Fronteira se consiga fazer uma charneira entre a Cova da Beira e Castilla y León e entre a Guarda e Extremadura.

clique na foto para ampliar
 

REQUALIFICAÇÃO URBANÍSTICA DA E.N. 332, EM VILAR FORMOSO

Este projeto visou requalificar e criar num espaço balizado entre a Escola E.B. 2,3 + S e a passagem superior à via-férrea da Linha da Beira Alta, todas as condições de conforto e segurança necessárias à população, dignificando uma área urbana que esteve sujeita a um crescimento descontrolado, durante as décadas de 70 e 80, e que carece de tratamento do espaço público.

CONCELHO DE ALVAIÁZERE

clique na foto para ampliar
 

ALDEIA DE PARADELAS

Este projeto criou as estruturas básicas nesta aldeia, nomeadamente no que se refere à rede de águas e águas pluviais, muros de suporte e pavimentações; este conjunto de medidas permite facilitar a revitalização desta aldeia e a possibilidade de contribuir para o respetivo desenvolvimento e dinamização. O investimento do Município nestas infraestruturas básicas alavancará o envolvimento dos privados que reconhecerão reunidas as condições para investir na reconstrução das 8 habitações da aldeia, um moinho e um lagar de azeite. Esta intervenção foi estruturada de forma a manter a traça arquitetónica existente e para garantir a recuperação e preservação do património arquitetónico e cultural que caracteriza a aldeia.

clique na foto para ampliar
 

CABAÇOS - S. JORDÃO

Esta requalificação, situada na freguesia de Rego da Murta, teve como principal objetivo facilitar o acesso aos núcleos habitacionais Cabaços, Mouriscas, Granja, Corte Do Ordem e São Jordão, (Freguesia de Pussos e Rego da Murta), ao mesmo tempo que permite um acesso ao concelho de Ferreira do Zêzere. A criação desta acessibilidade potenciará o desejo de visitar e usufruir dos diversos espaços dessas povoações. Assim, os visitantes e habitantes encontraram mais facilmente resposta para os seus anseios e expectativas. Esta requalificação urbana dotou, por isso, os arruamentos intervencionados de infraestruturas em matéria de redes (eletricidade, águas fluviais, saneamento básico, etc.).

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE MAÇÃS DE DONA MARIA

Conforme previsto na carta educativa, optou-se pela concentração na sede de Freguesia por um estabelecimento do tipo EB1/JI, com as salas para EB1 e com 2 salas para o Pré-escolar. Deste modo, propôs-se a construção de um centro escolar aproveitando também o complexo da EB1 existente bem como as infraestruturas desportivas.

clique na foto para ampliar
 

EDIFÍCIO ADÃES BERMUDES

Esta requalificação contempla obras de construção, conservação e reparação em edifícios de uma antiga escola com o objectivo de requalificá-lo para fins associativos (destinado a sede da Sociedade Filarmónica Alvaiazerense de Santa Cecília). Foi recuperado um edifício emblemático da vila de Alvaiázere, que funcionou como escola primária durante dezenas de anos e que actualmente se encontrava desactivada.

clique na foto para ampliar
 

EIRA DA PEDRA A CARREGAL

Este projeto correspondeu ao arruamento que facilitou o acesso aos Núcleos habitacionais Eira da Pedra, Carregal e Valada (Freguesia de Alvaiázere), ao mesmo tempo que permitiu um acesso à freguesia de Pousaflores (concelho de Ansião). A criação desta acessibilidade potenciou o desejo de visitar e usufruir dos diversos espaços dessas povoações, pelo que os visitantes e habitantes encontrarão mais facilmente resposta para os seus anseios e expectativas.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE MUNICIPAL MULTIUSOS DA AVANTEIRA

Este projecto teve como principal objectivo requalificar as margens do Nabão e, assim, proceder à valorização ambiental desse local, dada a baixa diversidade de espécies florestais (pinheiro bravo e eucalipto). Para além da regeneração ambiental,esta intevenção implicou a requalificação de um espaço expectante no centro da Avanteira. Incluiu a concepção de um edifício para albergar as instalações sanitárias públicas e outro para uma estação de bombagem.

CONCELHO DE ANADIA

clique na foto para ampliar
 

ÁREA DE ACOLHIMENTO EMPRESARIAL VILARINHO DO BAIRRO

A obra relativa à Área de Acolhimento Empresarial Vilarinho do Bairro incluiu a construção das acessibilidades ao loteamento bem como as redes de abastecimento de água, rede de incêndios, rede de saneamento com Estação de Tratamento de Águas Residuais, rede de águas pluviais, rede de iluminação pública, rede de média e baixa tensão, rede de ITED/telecomunicações, percursos com acessibilidades integradas e espaços verdes com sistema de rega. Trata-se de uma obra que tem como objectivo principal oferecer mais e melhores condições à criação e fixação de tecido empresarial no Município de Anadia.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE ARCOS

O Centro Escolar de Arcos regeu-se por quatro directrizes fundamentais: a definição de um projecto tipo; a implantação da edificação em torno de um recreio exterior central; a definição de zonas para parqueamento automóvel e a orientação do complexo de forma a tirar partido das condições ambientais do local, tendo em consideração a sustentabilidade energética.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO URBANO DE ANADIA

Este projeto incluiu a reabilitação do centro urbano da cidade nomeadamente a requalificação urbanística e paisagística da área existente a nascente do edifício dos Paços do Concelho. Esta obra incluiu a construção do edifício Serviços de Proximidade, destinado a centralizar serviços de atendimento ao público e de proximidade ao cidadão, bem como a construção de uma outra infra-estrutura denominada “Domus Café”, onde se pretende conciliar lazer e cultura. Esta nova e moderna infra-estrutura contempla a praça pública (Praça da Juventude) com a referida cafetaria, esplanada de apoio e adequadas instalações sanitárias, a instalação de mobiliário urbano, um quiosque e ainda um parque de estacionamento público subterrâneo com capacidade para 138 viaturas.

clique na foto para ampliar
 

CM 1656 ENTRE A EN1 E A IC2

A obra, executada numa extensão de 4654,9 metros, incluiu a construção de passeios ao longo do caminho municipal 1656, abrangendo a Rua dos Combatentes, em Avelãs de Caminho e a Estrada Real, na Freguesia de Sangalhos, nos lugares de São João da Azenha e Póvoa do Salgueiro, até ao limite Norte do Município. Os trabalhos realizados incluíram a correcção da plataforma da estrada existente e aproximação do perfil transversal, a uma faixa de rodagem com a largura de 5 metros, a aplicação de lancis e revestimento de passeios, a pavimentação de via e a sinalização vertical e horizontal.

clique na foto para ampliar
 

ENERGIAS RENOVÁVEIS NO COMPLEXO DESPORTIVO

Este projecto tem como objectivo implementar painéis solares (piscina e pavilhão municipais) e promover a melhoria da eficiência energética, através da preparação da água quente a utilizar na rede sanitária e nos tanques da piscina, bem como da climatização e tratamento do ar dos edifícios. O projecto terá um efeito demonstrador, junto dos munícipes e meio empresarial, da importância da introdução de energias alternativas.

clique na foto para ampliar
 

LIGAÇÃO DA EM611 ENTRE A ROTUNDA DA EN333-1 E A DA CURIA

Realizaram-se obras de beneficiação da ligação da Estrada Municipal 611, entre a rotunda da Estrada Nacional 333-1 e a rotunda da Curia (cruzamento Curia/Horta) com uma extensão de 1957 metros. Os trabalhos realizados incluíram a correcção da plataforma da estrada existente e aproximação do perfil transversal tipo a uma faixa de rodagem com a largura de 5 metros, a aplicação de lancis e revestimento de passeios, pavimentações de via, sinalização vertical e horizontal e a substituição de conduta de abastecimento de água e execução de novos ramais de água.

clique na foto para ampliar
 

REQUALIFICAÇÃO URBANA E MOBILIDADE TERRITORIAL DA CURIA

A intervenção aqui efectuada teve em vista a requalificação do território com forte potencial turístico e da valorização dos recursos naturais existentes, associados à Estância Termal da Curia. A obra teve como objectivo proporcionar aos utilizadores desta Estância Termal espaços públicos e de circulação de qualidade bem como o aumento da atractividade e reforço da competitividade.

clique na foto para ampliar
 

ROTUNDA DA CERÂMICA

O objectivo deste projecto é beneficiar o troço da EM 619 desde a rotunda da cerâmica na Cidade de Anadia (Av. Eng. Cancela de Abreu), passando pela rotunda das Almas da Domingas (zona industrial de Anadia Sul) e povoação de Grada (até ao cemitério de Grada), com um rápido acesso à auto-estrada A1 e à EN1/IC2 , através da EN234, o acesso preferencial ao IP3 e consequentemente a Espanha. Haverá um reforço da segurança com a instalação de sinalização vertical, marcas rodoviárias e passadeiras de peões.

CONCELHO DE ANSIÃO

clique na foto para ampliar
 

PARQUE EMPRESARIAL DO CAMPORÊS

O Parque Empresarial do Camporês, teve como objetivo disponibilizar 29 novos lotes para instalação de empresas industriais ou serviços, dado que no anterior Parque não havia lotes disponíveis. Para concretização deste objetivo foram construídos novos arruamentos com ligação aos existentes, compostos com áreas de circulação viária, estacionamentos e passeios.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE VERDE DO RIO NABÃO

Este projeto teve como objetivo requalificar e valorizar a paisagem onde nasce e corre o Rio Nabão, promovendo a sua articulação com o tecido urbano próximo. Com esta intervenção pretendeu-se requalificar e valorizar um troço do rio nas vertentes da interpretação ambiental e do património natural, como também a partilha do rio com a população criando oportunidades de uso variado nos domínios do recreio ou lazer, da educação ambiental e do desporto informal.

CONCELHO DE ARGANIL

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE COJA

Este projecto contemplou a construção de raíz do Centro Escolar, que integra três níveis de ensino (creche, pré-escolar e 1º ciclo). Está dotado com oito salas para o 1º ciclo, três para o pré-escolar e espaços de uso comum: biblioteca, sala polivalente/refeitório e salas de professores. O arranjo da envolvente exterior e o apetrechamento do centro escolar também são componentes do investimento.

clique na foto para ampliar
 

CERÂMICA ARGANILENSE

O presente projeto visou a reabilitação da antiga Cerâmica Arganilense, através da requalificação e dinamização um edifício de grande riqueza simbólica e patrimonial para o Município de Arganil, colocando-o ao serviço da população local através da disponibilização de diversos serviços, tendo como objetivo orientador o de conseguir dar vida a um espaço muito significativo do ponto de vista da história e memória coletiva da população local.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE VERDE URBANO

O projecto do Parque Verde Urbano do Sub-Paço centra-se na valorização e qualificação da envolvente à linha de água da Ribeira de Folques, numa perpectiva ambiental e de valorização paisagística e de lazer. Foi criado um espaço verde com introdução de árvores, arbustos, herbáceas, percursos pedonais e alameda, cafetaria, instalações sanitárias e equipamento e mobiliário urbano.

clique na foto para ampliar
 

RIBEIRA DE PIÓDÃO

Este projecto possibilitou a requalificação da Ribeira de Piódão, cujo leito corre agora a céu aberto, canalizado numa vala conformada por gabiões de xisto, mas sem qualquer tipo de encanamento, contribuindo para a valorização ambiental do local e para o reforço das condições de segurança do mesmo, ao mesmo tempo que se criou um espaço muito mais aprazível do ponto de vista do lazer e do seu enquadramento paisagístico.

CONCELHO DE ARRUDA DOS VINHOS

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR CASAL DO TELHEIRO

A construção do Centro Escolar de Casal do Telheiro permitiu dar resposta às carências infra-estruturais ao nível do pré-escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico da Freguesia de Arruda dos Vinhos, tendo em conta as novas realidades demográficas, sócio-económicas e a concretização do conceito escola a tempo inteiro.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE ARRANHÓ

A obra de construção do Centro Escolar de Arranhó pretendeu dotar o Centro Escolar de condições desejáveis para um ensino-aprendizagem com sucesso, onde as crianças são integradas em turmas que funcionam em horário normal e onde o espaço exterior contempla a vertente lúdica, pedagógica e desportiva.

clique na foto para ampliar
 

REQUALIFICAÇÃO URBANA DE ARRUDA DOS VINHOS

Este programa teve como objectivo incrementar a centralidade e revitalização da vila, através de melhorias na qualidade de vida dos residentes e na dinâmica empresarial. Foram consideradas operações prementes, que possibilitam ganhos ao nível de sinergias, alavancando intervenções económicas, culturais e sociais.

clique na foto para ampliar
 

VIAS MUNICIPAIS DO CONCELHO DE ARRUDA DOS VINHOS

Consistiu na melhoria de acessibilidades, nomeadamente na qualidade dos pavimentos, na criação de passeios e respetiva sinalização rodoviária, arranjos urbanísticos dos espaços envolventes e recuperação de estacionamento, junto aos Centros Escolares de Casal do Telheiro e Arranhó.

CONCELHO DE AVEIRO

clique na foto para ampliar
 

CASA DA CIDADANIA

A requalificação deste edifício com mais de 200 anos de história, inserido numa zona central da cidade, formando um triângulo de considerável valor arquitectónico com o edifício do Governo Civil e com o edifício do Tribunal de Aveiro, todos integrados numa das principais praças da Cidade - a Praça Marquês de Pombal, permitirá acolher um espaço de formação cívica, cultural e criativa a diferentes públicos, dos mais jovens aos menos jovens, facultando deste modo um espaço de comunicação inter-geracional.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE S. BERNARDO

A intervenção no Centro Escolar de S. Bernardo surgiu da necessidade de adequação das instalações das escolas do ensino Pré-escolar e do Ensino Básico a uma nova realidade que nasce como consequência da mudança de referencial, ou seja, as escolas abandonam o seu conceito clássico e fechado em si mesmo, para se abrirem à comunidade e à necessidade de se afirmarem como um palco de múltiplas atividades de cariz comunitário. Nesta operação, foi dada especial relevância à requalificação do edificado existente, que apesar de se encontrar em mau estado de conservação, mantinha alguma funcionalidade.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE VERDEMILHO

A construção do Centro Escolar de Verdemilho justificou‐se pela necessidade de desativação de uma das Escolas do 1º Ciclo. Optou‐se pela construção no terreno do Jardim-de-infância, rentabilizando as redes de transportes e de comunicação existentes. O caráter inovador deste projeto é justificado por diversos fatores dos quais destacamos: o recurso a soluções de climatização passivas, em detrimento da utilização de mecanismos de aquecimento, arrefecimento e ventilações mecânicos; a criação de pequenas hortas pedagógicas nas salas de aulas e a aposta nas TIC que permite que as aulas se tornem muito mais motivadoras quer para os alunos quer para o professor, melhorando deste modo o desempenho escolar dos jovens.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA NACIONAL 230

O presente projeto diz respeito à requalificação de um troço da EN 230-1 que, em virtude do processo de desqualificação no Plano Rodoviário Nacional (PRN), passou a integrar a rede municipal de infraestruturas viárias.

clique na foto para ampliar
 

RAMPA RO-RO

Este projecto consiste na construção de uma rampa fixa no cais do Terminal de Contentores e Ro-Ro (TCRR), com a ligação entre a rampa própria do navio e o terminal para operações de embarque/desembarque de carga ro-ro (carga rolante), de semi-reboques ou de trailers e de veículos. Integra ainda o fornecimento e a instalação, no Terminal Norte, junto ao Canal Principal de Navegação, de um cais flutuante para atracação do trem de reboques e a dotação do antigo cais de defensas idênticas às existentes no TCRR.

CONCELHO DA BATALHA

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DA BATALHA

Instalado numa das zonas mais nobres da Vila, o edifício do Centro Escolar da Batalha é composto por um edifício que disponibiliza seis salas de aula para o Pré-escolar e cinco para a 1ª CEB. Dispõe ainda de polivalente, refeitório, biblioteca apetrechada, sala de professores, cozinha, espaços lúdicos, instalações sanitárias e zonas exteriores de convívio. A construção do edifício assenta sobre o conceito de linhas direitas, com diversas áreas abertas, permitindo a entrada de luz.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE SÃO MAMEDE

O moderno edifício, recentemente inaugurado, é composto por dois pisos, apresentando uma área de construção de 1.568 metros quadrados e com capacidade para acolher até 150 crianças (Pré-Escolar e 1º C.E.B.). Está dotado com diversos espaços de trabalho/recreio para os alunos, destacando-se a área total de recreio disponível (coberta e descoberta) que ascende a 2.565 metros quadrados. No que respeita à edificação propriamente dita, o imóvel é composto por salas de aula e de atividades diversas, sala de informática, átrio de exposições, salas de professores, gabinetes de trabalho, espaço para refeições e arquivo.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO

A intervenção efetuada procurou tirar partido das diversas componentes urbanas que constituem o Largo 14 de Agosto localizado em pleno centro histórico da Vila da Batalha e que representa, em termos históricos, urbanísticos, demográficos e comerciais, a expansão da Batalha. Presentemente, todo o Largo vive e convive com o “ímpeto” pedonal que o espaço sempre apresentou, destacando-se a valorização e a aproximação dos utilizadores do espaço ao Rio Lena - o principal curso de água do Concelho.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA DE FÁTIMA

Este projeto pretendeu a reabilitação da rede viária - Caminho Municipal 1443 - que liga os lugares da Torre (freguesia do Reguengo do Fétal) à Perulheira (freguesia de S. Mamede), numa extensão de 2,6km. Contribuirá para melhorar as condições de acessibilidade ao Concelho de Leiria já que, diariamente, a população do concelho da Batalha daquelas localidades se desloca para os empregos, maioritariamente sediados na urbe de Leiria.

clique na foto para ampliar
 

LARGO DA FEIRA

A requalificação efetuada propôs assumir para o espaço, uma forte componente paisagística que oferece, agora, conforto e segurança pedonal, com a coexistência de tráfego rodoviário. Mais arejado e mais limpo, o Largo da Feira é agora um espaço onde impera a arrumação dos diversos elementos urbanísticos e que confere dignidade a uma freguesia visitada anualmente por milhares de peregrinos a caminho do Santuário de Fátima.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU DA COMUNIDADE CONCELHIA

Inserido na linha da nova museologia, o Museu da Comunidade Concelhia da Batalha pretende valorizar a identidade e a história do concelho da Batalha e dos seus munícipes. Este projecto museológico assenta numa estrutura polinucleada, com sede no concelho da Batalha. O Museu não se limitará ao seu próprio edifício na vila, será um ponto de partida para todo o território municipal e da região, concretizando-se através de espaços próprios, de itinerários temáticos preparados para atrair e fidelizar públicos diversos.

CONCELHO DE BELMONTE

clique na foto para ampliar
 

CASA DA TORRE EM CARIA

Trata-se de um projecto de recuperação e valorização da casa da Torre em Caria, para a instalação de um centro de estudos e tratamento de espólio.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA NACIONAL 18-3

Este projeto teve como objetivo a conservação do piso da E.N. 18-3, que se encontrava em estado avançado de degradação e que dificultava a circulação de pessoas e bens. Esta estrada, que se revela fundamental na rede viária municipal e da região, uma vez que faz a ligação de vários concelhos desta zona às zonas de fronteira com a Espanha

clique na foto para ampliar
 

GIMNODESPORTIVO DE CARIA

Tratou-se da construção de um Pavilhão Desportivo na Vila de Caria, segundo aglomerado populacional do Concelho de Belmonte. Esta infraestrutura desportiva servirá as populações do Sul do Município, bem como as respetivas escolas da referida área e apresenta-se como uma alternativa ao Pavilhão Desportivo Municipal de Belmonte, o qual se encontra com uma taxa de ocupação de cerca de 100%.

clique na foto para ampliar
 

LAGAR DAS MAÇAINHAS

Esta operação incidiu sobre a recuperação e transformação de um Lagar, sito em Maçainhas, e pretendeu-se que este importante Lagar se transforma-se num espaço de formação vivo, sendo possível verificar in loco como se produzia o azeite, numa época ainda não tão longínqua.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU DOS DESCOBRIMENTOS

Este projeto trata da conceção, fornecimento e montagem das aplicações multimédia e fornecimento e montagem de cenários museológicos para o Centro Interpretativo de Belmonte À Descoberta do Novo Mundo, equipamento que irá contribuir de forma decisiva para a consolidação da política de fomento do Turismo Cultural, que este Município vem prosseguindo

clique na foto para ampliar
 

MUSEU JUDAICO - CENTRO DE ESTUDOS JUDAICOS ADRIANO VASCO RODRIGUES

Este projeto teve como objetivos dinamizar a economia através da complementaridade das atividades rurais, da valorização e comercialização dos produtos locais; desenvolver a rede de atores locais que reforcem as cadeias de valor ligadas ao turismo e ao património, promovendo as práticas cooperativas, a inovação e a proatividade; melhorar as competências individuais e coletivas, promovendo a empregabilidade, e o mercado de trabalho, e uma cultura de marketing; promover o marketing territorial da região, o seu desenvolvimento e a sua internacionalização e promover a coesão regional orientada pelos objetivos do milénio, a partir de processos de capacitação de base regional.

clique na foto para ampliar
 

SÍTIO DO VALE

Este projeto teve como objetivo a requalificação urbanística do Sítio do Vale, que se situa a Norte da Vila de Belmonte, de modo a dotar esta zona de espaços de recreio e lazer, e de forma a recuperar do ponto de vista urbanístico uma zona que se encontra bastante degradada.

clique na foto para ampliar
 

VARANDAS DO ZÊZERE

Com este projeto foi intenção do Município de Belmonte, dotar este espaço nobre da Vila de Belmonte, de zonas de circulação pedonal e viárias, elementos de atração e lazer e espaço verdes qualificados, fazendo o enquadramento desta zona com os vários equipamentos municipais existentes, como são o caso do Ecomuseu do Zêzere (Tulhas dos Cabrais), Museu do Azeite (Lagar Municipal), o Edifício do Paços do Concelho e o Centro de Interpretação dos Descobrimentos (Museu dos Descobrimentos) instalado no Solar dos Cabrais. Por outro lado, criou-se um ponto privilegiado de observação do espaço natural que é o Vale do Zêzere e a Serra da Estrela.

CONCELHO DE BOMBARRAL

clique na foto para ampliar
 

ENTRADA SUL DA VILA

O projeto de requalificação da entrada sul da vila do Bombarral teve como objetivo a requalificação urbanística de uma das principais entradas da vila bombarralense, resolvendo a falta de condições para o uso pedonal e melhorando a rede viária. Esta obra permitiu criar as condições adequadas para que as famílias tenham espaços ordenados e qualificados, que possam fruir e desfrutar, tornando a sua vivência mais equilibrada, com uma vila capaz de atrair quer os residentes, quer os visitantes.

CONCELHO DE CADAVAL

clique na foto para ampliar
 

BIBLIOTECA MUNICIPAL

A Instalação e Dinamização da Biblioteca Municipal veio permitir colmatar uma carência do Concelho, em termos de equipamentos e serviços culturais e de apoio ao conhecimento. Este espaço de utilização colectiva é um recurso significativo para as crianças em idade escolar e para os estudantes adultos, mas também uma fonte importante de informação sobre as oportunidades de formação e valorização profissional.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA BÁSICA DE VILAR

Este projecto visou a construção de um novo edifício escolar integrado no espaço contíguo ao Jardim-de-infância, com vista à criação do Centro Escolar de Vilar. A Escola Básica do 1º ciclo de Vilar encontra-se relativamente próximo dos equipamentos urbano existentes de apoio ao desporto e à cultura, o que permitirá uma relação de proximidade e complementaridade a explorar no desenvolvimento das actividades desenvolvidas pela escola e pela comunidade.

CONCELHO DE CALDAS DA RAINHA

clique na foto para ampliar
 

1ª CIRCULAR

Este projecto pretende prolongar a primeira circular já existente. Terá uma função de distribuição de tráfego regional uma vez que tornará mais fácil o acesso aos habitantes da parte dos concelhos de Caldas da Rainha, Rio Maior, Alcobaça e Óbidos à auto-estrada A8, artéria essencial nas ligações entre Lisboa, Porto e toda a região oeste.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE ALVORNINHA

Este projeto teve como objectivo criar um parque escolar adequado ao território educativo de Alvorninha, uma vez que o mesmo teve o encerramento de diversas escolas unitárias. Por outro lado pretendeu-se criar uma unidade pré-escolar com condições adequadas, encerrando jardins-de-infância que funcionavam em salas com condições inapropriadas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE NOSSA SENHORA DO PÓPULO

Este Centro Escolar surge na necessidade de diminuir o número de turmas a funcionar em regime de horário duplo no 1.º ciclo do ensino básico e aumentar a rede pré-escolar de modo a diminuir as listas de espera existentes na cidade. A Escola tem uma capacidade máxima para 216 alunos para o 1.º ciclo e 50 meninos do jardim-de-infância, num total de 266 alunos.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE SALIR DE MATOS

A construção deste Centro Escolar fundamentou-se na necessidade de encerrar escolas unitárias e outras que funcionavam em regime duplo, criando boas condições físicas e pedagógicas no 1.º ciclo do ensino básico, numa freguesia que transita de rural para periferia urbana com boas perspectivas de crescimento populacional. Procurou-se constituir também uma unidade pré-escolar atractiva, encerrando jardins-de-infância que funcionam em salas devolutas, inapropriadas aumentando a oferta da rede.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE SANTA CATARINA

Esta obra teve como objectivo criar melhores condições ao 1.º ciclo do ensino básico e ao pré-escolar da EBI 123 + JI de Santa Catarina, libertando espaços para a biblioteca do agrupamento e para outras valências de outros níveis de ensino, permitindo o aumento da rede pré-escolar na freguesia. O Centro Escolar tem capacidade para 4 salas do 1.º ciclo e 2 salas de actividades para o jardim-de-infância, tendo uma capacidade máxima para 146 alunos.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE SANTO ONOFRE

Este projeto surgiu da necessidade de diminuir o número de turmas a funcionar em regime de horário duplo no 1.º ciclo do ensino básico e aumentar a rede pré-escolar de modo a diminuir as listas de espera na cidade. Pretendeu-se assim construir um Centro Escolar com 9 salas destinadas ao 1.º ciclo e 2 salas para jardim-de-infância, com capacidade máxima para 266 alunos.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO DO PEIXE

Este mercado diário, localizado junto ao Centro Histórico das Caldas da Rainha, e ao Centro Cultural e de Congressos, foi reabilitado no âmbito da estratégia de Regeneração Urbana da cidade, constituindo-se há várias décadas como parte da cultura Caldense, assumindo, a par da Praça da Fruta uma forma natural de animação social e turística, que beneficia da qualidade dos produtos e proximidade dos portos de Peniche e da Nazaré.

CONCELHO DE CANTANHEDE

clique na foto para ampliar
 

BIOCANT II

O edifício BIOCANT II visa, fundamentalmente, consolidar a vertente de I&D associada ao BIOCANT - Parque Tecnológico de Cantanhede e aumentar o espaço disponível para acolhimento de empresas de biotecnologia. A nova infra-estrutura disponibiliza 2000 m2 para áreas laboratoriais e permitirá acolher até 12 PME's biotecnológicas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE ANÇÃ

O projeto diz respeito à construção de raíz de um centro escolar, que integra dois níveis de ensino (educação pré-escolar e 1º CEB) dotado com 8 salas para o 1º ciclo e 3 para o pré-escolar e espaços de uso comum: biblioteca -sala multimédia/centro de recursos, sala polivalente/ refeitório e gabinetes de trabalho para os professores. Os arranjos exteriores também são objecto desta intervenção.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE CADIMA

Este projeto tem por base a construção de raiz de um complexo escolar, que integra dois níveis de ensino, ensino pré-escolar e 1º ciclo de ensino básico. A criação deste novo Centro Escolar contempla infra-estruturas de apoio ao processo educativo, traduzindo-se numa resposta educativa de excelência. Perante a projecção demográfica da freguesia de Cadima, o edifício contempla 6 salas de aula para o 1º ciclo de ensino básico, uma sala de actividades para o ensino pré-escolar e ainda diversas valências de utilização comum, bem como espaços para as actividades de enriquecimento curricular, garantindo o funcionamento do estabelecimento de ensino a tempo inteiro.

clique na foto para ampliar
 

E.R.335-1: VIA REGIONAL CANTANHEDE/IC1

Este projecto refere-se à ligação do Km 10+850 ao Km 11+475. O projecto desenvolve-se numa extensão aproximada de 625 metros, e inclui a execução de uma rotunda ao Km 11+800. Ao Km 11+150, a via intercepta uma estrada municipal que desempenha funções de acessibilidade local, tendo sido feito a adopção de uma obra de arte pré-fabricada em túnel, a fim de restabelecer o traçado dessa estrada por meio de uma passagem desnivelada, sem acesso directo à variante. A sua conclusão permite a ligação entre a cidade de Cantanhede e a vila da Tocha, ou seja, entre os dois eixos viários nacionais mais relevantes do concelho de Concelho de Cantanhede (EN 234 e EN 109), interceptando no seu percurso o nó de acesso à A17.

clique na foto para ampliar
 

LOJA DO CIDADÃO DE CANTANHEDE

Este projeto diz respeito à adaptação do edifício para a instalação da Loja do Cidadão de Cantanhede.

clique na foto para ampliar
 

QUINTA DE SÃO MATEUS

Este projecto contemplou a construção de um parque urbano, zona verde fundamental para a cidade de Cantanhede, de forma a colmatar as necessidades de lazer e recreio da população local, através da criação de um espaço amplo com zonas verdes e arborizadas e uma linha de água, com acessos pedonais e cicláveis a partir da malha urbana.

clique na foto para ampliar
 

REQUALIFICAÇÃO DAS RUAS DA AZINHAGA E DO CALVÁRIO (MURTEDE)

Este projeto visou a requalificação da Rua da Azinhaga e Rua do Calvário, na freguesia de Murtede, concelho de Cantanhede, implicando um conjunto de melhoramentos: redefinição do perfil transversal tipo (faixa de rodagem de 2 x 2,75 metros) ao longo de todo o arrumamento (350 metros de via), consolidação e alargamento dos espaços pedonais, apetrechamento de equipamentos (ecotainers em substituição de contentores de resíduos sólidos urbanos) e seleção cuidada dos locais de implantação do mobiliário urbano previsto na intervenção.

CONCELHO DE CARREGAL DO SAL

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO NUN'ALVARES

Este projeto consistiu na requalificação e ampliação do colégio Nun’Alvares, de forma a transformá-lo em Centro Educativo, integrando 16 salas para o ensino do 1º ciclo e nove salas para o pré-escolar. A organização do complexo escolar assentou na criação de vários núcleos funcionais distintos, dando resposta às atividades próprias de cada grupo etário, mas permitindo o relacionamento e utilização de espaços comuns (polivalente/refeitório, uma biblioteca e três salas de professores).

clique na foto para ampliar
 

ENVOLVENTE DO PARQUE ESCOLAR

O projeto contemplou a intervenção urbana nas ruas envolventes ao Centro Educativo Nun’Alvares na Vila de Carregal do Sal. Esta infraestrutura desenvolveu-se numa extensão aproximada de 1.000 ml e visa melhorar as condições de acessibilidade ao referido Centro Educativo a partir da circular sul da vila de Carregal do Sal e da EX-EN234. Beneficiou ainda algumas infraestruturas existentes, como seja a rede de águas pluviais e a rede de telecomunicações, bem como a aplicação de sinalização vertical e horizontal.

clique na foto para ampliar
 

INOVESAL

O projeto InoveSal contemplou a aquisição de equipamento com vista a criar 8 hotsopts, em locais públicos da sede do concelho. Este investimento possibilita que os munícipes e visitantes do concelho de Carregal do Sal possam utilizar as TIC, nomeadamente aceder à Internet, em vários pontos de acesso, a qualquer hora, permitindo a prossecução dos objetivos definidos no âmbito das políticas públicas nacionais para as áreas da Sociedade da Informação e do Conhecimento contribuindo para a competitividade da região.

CONCELHO DE CASTANHEIRA DE PERA

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DE INFÂNCIA

Este projecto tem como principal objectivo a adequação do parque escolar municipal às necessidades educacionais que se prefiguram no século XXI. A localização do novo Jardim de infância integra-se num processo de valorização e requalificação urbanística que o Concelho de Castanheira vem desenvolvendo já há alguns anos.

clique na foto para ampliar
 

REDE VIÁRIA MUNICIPAL

Este projecto requalificou três segmentos de estradas municipais, consideradas física e funcionalmente contínuas: Castanheira de Pêra/Fontão, Castanheira de Pêra/Cabeço-do-Peão e Cova das-Malhadas/Coentral.Estas obras são de grande importância para a lógica da rede viária municipal, permitindo que a ligação Norte-Sul se optimize, optimizando os transportes e as relações humanas, bem como as interacções económico-financeiras entre as populações mais periféricas de um município por si mesmo periférico.

CONCELHO DE CASTELO BRANCO

clique na foto para ampliar
 

CENTRO DE APOIO TECNOLÓGICO AGRO-ALIMENTAR

O Centro de Apoio Tecnológico Agro-alimentar (CATAA), perfila-se como um meio estratégico de apoio científico e organizacional, capaz de introduzir novos produtos e processos nos mercados e promover o aproveitamento dos recursos naturais, incorporando o máximo de valor acrescentado regional. Compagina um polo pioneiro, e único, de racionalidade e competência no sector agroalimentar, onde a Região Centro possui claras vantagens comparativas. Vocaciona-se como instituição prestadora de serviços de apoio, capazes de acrescentar valor às diversas fileiras agroalimentares

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR AFONSO DE PAIVA

Construção de quatro novas salas de aula (1º CEB), ampliação do refeitório e respectivos arranjos exteriores na EBI Afonso de Paiva, associando a utilização de energias renováveis. O projecto vem responder à necessidade de alojar os alunos da área de influência desta EBI, assim como melhorar as condições de instalação das turmas do 1º CEB nela já instaladas e permitir a passagem a regime normal da EB1 de São Tiago.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR CIDADE DE CASTELO BRANCO

O projecto de ampliação das instalações do Centro Escolar Cidade de Castelo Branco contemplou a construção de quatro salas para o 1º ciclo, três para a pré-primária, dois espaços polivalentes e uma biblioteca.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA FARIA DE VASCONCELOS

Trata-se de um projecto de ampliação das instalações do Centro Escolar Faria de Vasconcelos, através da construção de duas salas para o 1º ciclo, respectivos quartos de banho e arranjos exteriores.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE ALCAINS

O projecto englobou a requalificação de dez salas de aula do 1º CEB, a construção de quatro salas de aula para alojar as crianças de dois jardins de infância que encerraram, de duas salas para expressões plásticas de apoio ao 1º CEB, e de novos espaços comuns como o refeitório, a sala polivalente, as instalações sanitárias e a sala de professores. Esta intervenção contemplou ainda os arranjos exteriores.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DO CASTELO

Este projecto englobou a ampliação e requalificação da EB1com jardom de infância do Castelo, através da construção e requalificação de novas salas de aula para o 1º CEB, de uma sala para o jardim de infância e de salas de actividades e espaços comuns: biblioteca, sala polivalente/refeitório, sala dos professores. Esta intervenção contemplou ainda a construção de acessos interiores.Todas as instalações foram dotadas de um sistema de eficiência energética através de painéis solares e ar condicionado.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR SENHORA DA PIEDADE

Tendo em consideração o estado de degradação em que a escola EB1 Sr.ª da Piedade se encontrava, não respondendo aos novos padrões de qualidade que um Centro Escolar exige, foi feita uma intervenção que permitiu dotá-la dos requisitos necessários e legais à consolidação de um Centro Escolar, nomeadamente ao nível da caixilharia, pavimentos, pinturas, aquecimento, electricidade, material didáctico, mobiliário escolar e equipamento informático.

clique na foto para ampliar
 

EDIFÍCIO PARA MELARIA

Este projecto diz respeito à construção de um edifício para instalação de uma Melaria na área de Localização Empresarial de Castelo Branco. O objectivo deste projecto dar apoio aos apicultores/agricultores da região, desde a fase de produção e extracção até à fase da comercialização do mel e de outros produtos provenientes da fileira do mel.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA DO 2º E 3º CICLO DA AFONSO DE PAIVA

O presente projeto refere-se à requalificação e substituição das antigas instalações da escola do 2º e 3º ciclo da Afonso de Paiva. A escola ficou dotada com 22 salas de aula normais, 2 laboratórios, auditório, sala de educação visual, sala de educação tecnológica, sala de educação visual e tecnológica, sala de educação musical, sala de TIC, sala de ciências, biblioteca, auditório, refeitório/cozinha, sala de professores, sala para pessoal não docente, secretaria, gabinetes de direção e coordenação, arrecadações, instalações sanitárias.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU CARGALEIRO

A Fundação Manuel Cargaleiro é proprietária de uma vasta colecção de obras de arte, com predominância nas tipologias pintura, guache, serigrafia, cerâmica de revestimento, cerâmica contemporânea, tapeçaria e azulejaria. No âmbito do protocolo celebrado entre a Fundação e o Município de Castelo Branco foi encetada a recuperação/qualificação de espaço público para a instalação do Museu Cargaleiro II- Pólo Castelo Branco, de forma a acolher o vasto espólio da coleção de arte da referida Fundação.

clique na foto para ampliar
 

WELCOME CENTER

Com o presente projeto, procedeu-se à recuperação de um edifício de modo a adaptá-lo a Posto de Turismo (Welcome Center), localizado na Avenida Nuno Álvares, no Centro Cívico da Cidade de Castelo Branco, com uma área cerca de 228.00m², composto por três pisos: cave, rés-do-chão.

CONCELHO DE CASTRO DAIRE

clique na foto para ampliar
 

ANTIGA EN2

Pretendeu-se com este investimento dotar o espaço urbano de condições urbanísticas modernas, ordenar o estacionamento automóvel e criar aos peões condições de circulação adequadas. O projeto englobou a retificação das redes das infraestruturas existentes e a reformulação do pavimento privilegiando a aplicação do granito como elemento característico do município de Castro Daire. Previsto está também a construção de um parque de estacionamento para acolher as viaturas que sairão da rua para dar lugar aos peões. De igual forma se disponibilizará mobiliário urbano adequado, nomeadamente bancos para descanso e lazer dos utentes. Foi estabelecido um percurso pedonal em escada que ligou o Jardim e o Museu Municipal ao Calvário passando pela Capela da Carrancas.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE INDUSTRIAL DA OUVIDA

A intervenção visou criar uma entrada mais digna, criar um parque mais apelativo para as empresas existentes e para as que se vão fixar, criar uma zona harmoniosa e agradável que contribua para valorização da estética. Com esta requalificação, mais empresas irão querer ter a sua sede neste concelho, irão trazer mais e melhores investimentos, mais empregos diretos e indiretos.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE URBANO DE CASTRO DAIRE

Tratou-se da construção do Parque Urbano de Castro Daire e respetivos acessos a partir da rotunda da Av. João Matias até à Rotunda D. João Crisóstomo. É um investimento fundamental para a requalificação ambiental e reabilitação do património natural do sede do município, possibilitando a construção de um espaço que se pretende venha a ser decisivo no apoio ás atividades económicas, possibilitando a promoção dos produtos locais, mostras do que Castro Daire tem de melhor e para a realização de espetáculos ao ar livre, entre outras.

clique na foto para ampliar
 

TERMAS DO CARVALHAL

Tratou-se da requalificação da área envolvente das Termas do Carvalhal com a retificação e ampliação das infraestruturas existentes ao nível das águas pluviais, da iluminação publica e em baixa tensão, telefones requalificação dos passeios, lugares de estacionamento, requalificação ambiental, paisagismo e alteração dos fluxos de tráfego na área envolvente ao balneário e restantes equipamentos termais dos quais se destacam as captação de água termal.

CONCELHO DE CELORICO DA BEIRA

clique na foto para ampliar
 

BAIRRO DE SANTA EUFÊMEA

O projeto teve como intenção a beneficiação e requalificação de uma área de intervenção que abrange o Bairro de Santa Eufêmea, ordenando a circulação do trânsito, acrescentando e organizando o número de lugares de estacionamento, executando infraestruturas, melhorando a rede viária, revitalizando e valorizando todo o conjunto urbano, não só para os habitantes locais como também para a população de passagem pela sede do concelho. Com esta obra executou-se a repavimentação de todo o espaço compreendido entre as piscinas municipais e o nó da EN16, bem como a requalificação da zona envolvente à Capela de Santa Eufêmea, criando um espaço praça.

clique na foto para ampliar
 

BAIRRO DE SANTA LUZIA – COVA DA AREIA

O projeto teve como intenção a beneficiação e requalificação de uma área de intervenção que abrange o Bairro de Santa Luzia – Cova da Areia e sua envolvente, ordenando a circulação do trânsito, acrescentando infraestruturas, melhorando a rede viária, revitalizando e valorizando todo o conjunto urbano, não só para os habitantes locais como também para a população de passagem pela sede do concelho.

clique na foto para ampliar
 

BIBLIOTECA MUNICIPAL

Este projeto tem como objetivo fomentar o desenvolvimento cultural e educacional do concelho, revitalizando a zona onde foi instalada, complementando ainda os equipamentos culturais aí existentes. A biblioteca é composta por vários espaços distintos, nomeadamente salas de leitura infantil e de adultos, cafetaria, sala polivalente, sala de reuniões e de administração.

clique na foto para ampliar
 

GIMNODESPORTIVO DE CELORICO DA BEIRA

O presente projeto incidiu sobre a recuperação de um edifício que se encontrava em elevado estado de degradação, tendo sido efetuados trabalhos e reparações em todo o pavilhão com vista ao bom funcionamento do mesmo. No interior do edifício foi aplicado um novo pavimento no campo de jogos e respetivas marcações. Foram aplicados bancos individuais nas bancadas existentes. O exterior do edifício foi também recuperado. Trata-se de um equipamento utilizado por toda a população em geral, sobretudo pelas escolas, no apoio às aulas de Educação Física, bem como para atividades desportivas pontuais, treinos, campeonatos de diversas modalidades, designadamente o Campeonato Nacional de Fut-Sal.

clique na foto para ampliar
 

MARGENS DO RIO MONDEGO

O projeto teve como intenção a beneficiação e requalificação das margens do rio Mondego, para a prática balnear, transformando o local numa praia fluvial, para usufruto de toda a população em geral (do concelho e de fora do concelho), implicando naturalmente uma dinamização económica para a população local e concelhia. Colocaram-se equipamentos de apoio à praia fluvial; consolidou-se o açude préexistente. O espaço de margem a jusante do açude ficou de apoio à prática balnear/praia fluvial. Foi ainda colocada uma piscina flutuante de caráter sazonal.

CONCELHO DE COIMBRA

clique na foto para ampliar
 

CASA DA ESCRITA

Este projecto pretende criar um espaço multifuncional que privilegie a escrita como meio de expressão artística, através de actividades relacionadas: oficinas de escrita criativa, debates e conferências, conversas informais com escritores, exposições temáticas, reconstituição histórica de jantares literários, café-teatro, recitais, concertos de música e ciclos de cinema dedicado aos escritores e suas obras.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO DE MEDICINA DO SONO

Este projecto contemplou a realização de obras de remodelação e ampliação das instalações onde funcionam as consultas e o laboratório do sono, assim como, o seu apetrechamento, criando efectivamente o 1º Centro de Medicina do Sono do país. Pretende-se com estes investimentos reduzir as listas de espera, aumentar o número de consultas e exames, melhorar a qualidade de atendimento dos utentes (quanto à humanização do espaço físico), certificar o Centro de Medicina do Sono de acordo com as normas europeias de certificação e prevenir os potenciais riscos de segurança, com adequação das instalações às normas vigentes.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA SOLUM SUL

A obra de construção do Centro Escolar da Solum Sul permitiu integrar níveis de ensino, requalificar o parque escolar, melhorar as condições de ensino, de aprendizagem e consolidar o objetivo da Escola a Tempo Inteiro.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE COSELHAS

A presente requalificação e ampliação de 1 sala da Escola EB1 Coselhas na perspetiva de centro escolar permitiu dotar este estabelecimento de ensino de espaços escolares multifuncionais de qualidade para o 1º ciclo do ensino básico e para o adequado funcionamento, em termos de acessibilidade, conforto e segurança da Unidade de Ensino Estruturado para Alunos com Perturbações do Espectro do Autismo aqui instalada.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE MONTES CLAROS

A presente requalificação e ampliação de 2 salas da Escola EB1 Montes Claros, em complementaridade com o contíguo Jardim de Infância Montes Claros construído em 2008, pretende promover a criação de um centro escolar dotado de espaços escolares multifuncionais de qualidade dos níveis da educação pré-escolar e do 1º ciclo ensino básico.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR QUINTA DAS FLORES

A presente requalificação e ampliação de 2 salas da Escola EB1 Quinta das Flores, em complementaridade com o contíguo Jardim de Infância Quinta das Flores construído em 2007, promoveu a criação de um centro escolar dotado de espaços escolares multifuncionais de qualidade dos níveis da educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO MUNICIPAL DE PROTEÇÃO CIVIL

A ampliação do Quartel da Companhia dos Bombeiros Sapadores/Casa Municipal da Protecção Civil visou a implementação de uma infraestrutura única no país: Campus de formação, treino e I & D no controlo de acidentes com matérias perigosas, um Campo de Treinos e edifício de apoio.

clique na foto para ampliar
 

COURAÇA DOS APÓSTOLOS

Esta intervenção não só visa melhorar a qualidade de vida de quem habita, estuda e trabalha no Centro Histórico, mas também de quem o visita, sabendo-se do acréscimo de turistas que esta zona da cidade recebeu na sequência da Candidatura a Património Mundial, fomentando a comodidade dos transeuntes e habitantes, valorizando o espaço público, a acessibilidade e a fluidez do tráfego, entre a Alta e a Baixa.

clique na foto para ampliar
 

ESCADA DE PEIXES

O projecto contemplou trabalhos de construção e instalação de uma escada para peixes no Açude Ponte de Coimbra, de forma a ultrapassar as condicionantes impostas pela configuração inapropriada da infra-estrutura existente às características e necessidades ecológicas das espécies, às quais se pretende assegurar a possibilidade de transposição.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA SANTA CLARA/SÃO MARTINHO DO BISPO

O projeto diz respeito às infraestruturas viária e urbanísticas básicas da Ligação entre a Quinta do Lagar e o Centro de Saúde de Santa Clara e inclui os trabalhos inerentes à construção da via, nomeadamente terraplanagens, pavimentação, drenagens, equipamentos de sinalização e segurança, obras acessórias e a trabalhos de integração paisagística e de execução das infraestruturas de águas e esgotos e de rede elétrica e de iluminação pública. Inclui também a execução de uma ciclovia ao longo do arruamento.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA VALE DE CAMAS/CASAL DA MISARELA

A realização desta via de ligação, evita a passagem pelo interior da povoação e melhorou a acessibilidade nesta região. Os trabalhos consistiram essencialmente na execução de terraplanagens, drenagens, muros de vedação e de suporte, rede de saneamento residual e pavimentação da via.

clique na foto para ampliar
 

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE

O projecto contemplou a construção de um novo edifício de raiz, numa área total de 2.414 m2, dividido em quatro blocos de serviço: dadores, processamento de sangue, administrativo e apoio/serviços gerais. O principal objectivo deste projecto é dotar a Região do Centro de uma infra-estrutura com capacidade técnica e operacional para colher e processar até 150.000 unidades de sangue e armazenar e distribuir todos os produtos sanguíneos obtidos.

clique na foto para ampliar
 

LIGAÇÃO INTERMUNICIPAL

A construção da nova Ponte da Longra substituiu a circulação em sentido único por uma circulação nos dois sentidos, e fez a ligação à Via Central de Ceira criando, nesta vila, um sistema giratório do trânsito que circula nas EN 17 e EN 110, assegurando uma maior fluidez do tráfego oriundo dos concelhos de Poiares, Miranda do Corvo, Lousã e Góis que converge no cruzamento destas estradas.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU NACIONAL MACHADO DE CASTRO

Este projecto permitiu salvaguardar todos os vestígios arqueológicos que jaziam insuspeitados abaixo dos alicerces de alguns dos edifícios do antigo paço episcopal da cidade de Coimbra, bem como todos os que se encontram em zona adjacente, pública e privada. O projecto permitiu alargar a área expositiva e, com recurso às novas tecnologias de comunicação, será possível alargar a oferta de actividades educativas e pedagógicas.

clique na foto para ampliar
 

NOVO HOSPITAL PEDIÁTRICO

O Hospital Pediátrico abrange uma área de intervenção que compreende os distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu, recebendo também doentes de todo o país e dos PALOP. Pretende-se dotar a região Centro do país com um moderno hospital pediátrico, central e geral, equipado com equipamentos e materiais muito especializados e fiáveis, recorrendo a tecnologia de ponta, para atendimento de crianças e adolescentes, dos zero aos dezoito anos.

clique na foto para ampliar
 

RUA CORPO DE DEUS

Esta intervenção fez parte de um projeto abrangente de regeneração urbana que contribui para melhorar a qualidade de vida de quem habita e trabalha no Centro Histórico, mas também de quem o visita, fomentando a comodidade dos transeuntes e habitantes, valorizando o espaço público, a acessibilidade entre a Alta e a Baixa de Coimbra, bem como a fluidez do tráfego.

clique na foto para ampliar
 

RUA DA ALEGRIA

A operação de repavimentação e remodelação de infraestruturas inseridas nesta ação, são parte de um projecto abrangente de renovação urbana, onde a melhoria das acessibilidades de circulação pedestre e automóvel, da qualidade das infraestruturas disponibilizadas aos moradores, comerciantes e público em geral, e ainda das condições de acessibilidade ao nível da Protecção Civil e transportes públicos no Centro Histórico de Coimbra, tiveram grande impacto.

clique na foto para ampliar
 

RUA DO BAIRRO SOUSA PINTO

A intervenção caracteriza-se por: demolição de escadas laterais e muros existentes no topo das escadas monumentais; construção de muros de suporte de terras, rampas e escadas; demolição e limpeza da zona do triângulo entre o topo do Bairro Sousa Pinto e as Escadas Monumentais; regularização do perfil da rua, com o levantamento da calçada existente para posterior reaplicação, e limpeza do muro da calçada Martim de Freitas, com colocação de apoios e guias em arame para fixação de trepadeiras.

CONCELHO DE CONDEIXA-A-NOVA

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE CONDEIXA-A-NOVA

Este projecto teve como objectivo a requalificação do antigo Ciclo EB 2,3, sendo o novo Centro Educativo composto por 12 salas de aula para o 1.º CEB e 3 salas de actividades destinadas à Educação Pré-Escolar, refeitório, biblioteca, salão polivalente, espaços para as actividades de enriquecimento curricular, sala de professores, sala para a associação de pais e balneários.

CONCELHO DE CONSTÂNCIA

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE SANTA MARGARIDA DA COUTADA

O edifício foi projectado prevendo uma população escolar de 200 alunos, 100 em cada uma das valências (pré-escolar e 1º ciclo), totalizando 10 salas de aula. O principal objectivo deste projecto é servir a população escolar da freguesia de Santa Margarida da Coutada, com as melhores condições de comodidade, conforto, segurança e com uma boa acessibilidade.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE AMBIENTAL DE SANTA MARGARIDA

Trata-se de um projeto que visa a construção de um novo equipamento no Parque Ambiental de Santa Margarida da Coutada de forma a diversificar e aumentar a oferta actual do Parque, acrescentando-lhe elementos novos baseados numa valência que explora a temática da biodiversidade, contribuindo para dinamizar e requalificar o espaço onde será implantado procurando dar continuidade ao trabalho já desenvolvido na promoção de novas actividades associadas a valores ambientais estimulando novas soluções e novas práticas ambientais.

clique na foto para ampliar
 

PONTE METÁLICA DA PRAIA DO RIBATEJO

Este projeto diz respeito à reabilitação e reforço estrutural da ponte da Praia do Ribatejo sobre o Rio Tejo para que seja permitida a circulação de veículos ligeiros e de emergência, através da execução dos seguintes trabalhos: colocação de limitadores de altura e sinalização adequada; reforço das diagonais interiores das carlingas sobre os apoios nos pilares e encontros; substituição dos montantes e demais elementos danificados pelo embate de veículos; reabilitação dos restantes elementos estruturais.

CONCELHO DE COVILHÃ

clique na foto para ampliar
 

ALAMEDA EUROPA

A requalificação urbana da Alameda Europa teve como objetivo melhorar o ordenamento da circulação viária e da mobilidade urbana, garantindo adequados níveis de segurança rodoviária, minimizando situações de congestionamento viário, visando uma melhor acessibilidade urbana ao território envolvente, melhorando a qualidade de vida e a competitividade da cidade da Covilhã.

clique na foto para ampliar
 

AUDITÓRIO MUNICIPAL DA COVILHÃ

O projeto teve como objetivo principal a criação de um Auditório Municipal na cidade da Covilhã, e simultaneamente requalificar um edifício emblemático existente na zona histórica da cidade. Esta intervenção permitiu colmatar uma insuficiência, em matéria de equipamentos públicos, e simultaneamente permitiu reconstruir um edifício localizado na zona histórica da cidade, contribuindo decisivamente para a requalificação urbana dessa zona e para a criação de condições que potenciem a inversão da tendência da sua desertificação.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO MULTIFUNÇÕES DE CANTAR GALO

O projecto de investimento teve como objectivo a construção de um equipamento público com características de Centro Multifunções, na freguesia de Cantar Galo, contribuindo para requalificar e dignificar a zona de aglomerado urbano onde se insere. O projecto constitui-se como um espaço multifuncional aberto à população, vocacionado para a promoção de serviços, concentrando, no mesmo espaço, valências tão diversificadas como seja Junta de Freguesia, espaço Internet, sala de conferências e salão polivalente.

clique na foto para ampliar
 

ELEVADOR DA GOLDRA

O projeto incidiu numa área anexa ao Parque da Goldra entre a Rua do Biribau e o Parque de estacionamento da UBI e pretendeu a criação de um elevador público exterior e um passadiço de ligação da Rua do Biribau / Parque da Goldra à Rua Marquês de Ávila e Bolama através do parque de estacionamento da UBI, na Covilhã criando um espaço exterior de qualidade, com soluções que resistam bem ao uso, e de manutenção tão simplificada quanto possível, constituídas por estruturas metálicas porticadas/treliçadas com revestimentos adequados ao uso coletivo e a condições de exposição ambiental severas.

clique na foto para ampliar
 

FUNICULAR DE SÃO JOÃO

O presente projeto teve como finalidade a criação de um elevador público, do mesmo tipo de outro meio mecânico já instalado na cidade, a instalar na encosta que liga o Largo de São João de Malta à Rua Mateus Fernandes, parando sob a Avenida 25 de Abril, na Covilhã. A instalação deste elevador teve como objetivo diminuir as distâncias existentes, introduzindo de forma integrada situações, que eliminem estas barreiras existentes estimulando ao mesmo tempo a revitalização urbana desta área.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM BOTÂNICO DE MONTANHA

Esta intervenção teve como objetivo a requalificação do Antigo Parque Alexandre Aibéo, através da preservação, valorização e salvaguarda dos recursos naturais e qualificação ambiental, conciliando as novas plantações com as existentes, enaltecendo as espécies características da Serra da Estrela, além da criação de unidades paisagísticas distintas.

clique na foto para ampliar
 

LARGO DAS PORTAS DO SOL

Este projeto foi concebido para efetuar um conjunto de intervenções no Centro Histórico, que permitirão valorizar uma das antigas portas do castelo da Covilhã, sobre as respetivas muralhas. A criação de um miradouro e de um Relógio de Sol na zona do largo sobre a muralha assume elevada relevância na valorização paisagística urbana do Centro Histórico, uma vez que permitirá a reinserção paisagística da área no contexto desta zona.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE DE FEIRAS E FESTAS DO TORTOSENDO

O projeto procurou valorizar um espaço existente na Vila do Tortosendo, convertendo-o em Parque de Feiras e Festas da freguesia. A intervenção efetuada teve como objetivo principal uma requalificação que garantisse uma adequada inserção urbana do espaço, uma requalificação ambiental que valorizasse a paisagem tradicional e cultural, e disponibilizasse à população áreas de lazer.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE FLORESTAL

O projeto de investimento teve como objetivo valorizar toda a zona do Parque da Floresta, espaço existente, localizado na encosta de Serra da Estrela, mancha verde densa que tem servido, desde há longos anos, como parque de merendas e zona de lazer. Com a realização deste projeto pretendeu-se uma requalificação ambiental de toda a zona que corresponde ao parque florestal existente, procurando minimizar o impacto visual e físico, proporcionando uma oferta ímpar para a população, enquanto espaço de lazer ao ar livre, e simultaneamente conferindo-lhe a capacidade de acolher acontecimentos urbanos.

clique na foto para ampliar
 

POLIDESPORTIVO DA COUTADA

Este projeto referiu-se à construção de um polidesportivo na Coutada, com a finalidade de dotar aquela freguesia de uma infraestrutura de proximidade, de pequena escala, de grande interesse municipal, de características polivalentes e adaptável a atividades físico desportivas e modalidades consideradas mais correntes.

clique na foto para ampliar
 

UNHAIS DA SERRA

Este é um projeto de requalificação ambiental, que teve como principal objetivo a preservação, valorização e salvaguarda dos recursos naturais. A área de intervenção do projeto correspondeu ao acesso e à envolvente ao Complexo Termal da Vila de Unhais da Serra. A requalificação desses espaços procurou valorizar e fomentar o desenvolvimento local, com a criação de uma dinâmica local, nos mais variados setores da economia e dos serviços, com particular relevo para a componente turística

CONCELHO DE ENTRONCAMENTO

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA ZONA VERDE

O projeto objeto desta candidatura consistiu na remodelação e ampliação de uma Escola Básica, com a valência de ensino pré-escolar e 1º Ciclo. Trata-se de um complexo concebido para um total de 384 alunos sendo composto por 100 crianças do pré-escolar e 484 alunos do 1º Ciclo. A criação deste Centro Escolar nos moldes e no contexto em que este mesmo projeto aparece, após aprovação da Carta Educativa do Concelho, documento que efetuou um levantamento criterioso das necessidades do concelho neste âmbito, torna-o num projeto indutor de novas dinâmicas municipais e por conseguinte de novos investimentos.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DO SUL

Trata-se de um complexo concebido para um total de 267 alunos, das quais 75 crianças do pré-escolar e 192 alunos do 1º ciclo. O equipamento foi implantado numa área bruta de 3 013m2, onde se edificou uma EB1/JI com 11 salas, três para actividades pré-escolares e oito para o 1º ciclo, para além de outros espaços de utilização comum, como o refeitório, o polidesportivo, o centro de recursos e a sala polivalente.

clique na foto para ampliar
 

EQUIPAMENTO DE APOIO ÀS ACTIVIDADES DESPORTIVAS E SOCIAIS DO CADE

As estruturas associativas, clubes, coletividades e outro tipo de associação, têm um papel fundamental ao nível social de um Concelho, sobretudo porque o seu desenvolvimento nos últimos tempos determinou por força das alterações que se verificaram na sociedade portuguesa que sejam um centro de convívio, um local de ponto de encontro entre pessoas já na idade da reforma, ou até mesmo dos jovens em idade escolar, e não só. No que respeita à construção propriamente dita, temos um edifício composto por dois pisos e uma cave, sendo que a cave será destinada a arrumos e garagem, os pisos superiores, destinam-se, para além das instalações sanitárias, a salas polivalentes, gabinetes de apoio e a um auditório.

clique na foto para ampliar
 

EQUIPAMENTO DO PARQUE DO BONITO

O projeto é composto por diversas intervenções, das quais se destaca o Parque Radical. Os equipamentos que dele fazem parte encontram-se moldados e dimensionados de acordo com as normas vigentes para as práticas dos desportos chamados radicais, como por exemplo Bike, Patins em Linha e Skates. Foi igualmente requalificado a envolvente ao campo relvado, já existente no local. O objetivo pretendido foi continuar o alinhamento arbóreo junto ao limite da via de circulação automóvel e o prolongamento da faixa ciclável.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA DE SEGURANÇA E EDUCAÇÃO RODOVIÁRIA

A ESER é um espaço privilegiado pelo seu caráter eminentemente pedagógico, tanto na vertente teórica como prática, uma vez que se destina a proporcionar às crianças os conhecimentos e competências necessárias a uma adequada integração na circulação rodoviária, recorrendo para tal a intervenções de natureza teórica em interligação com ações pedagógicas a nível prático, seguindo de uma metodologia de simulação de situações de trânsito em cenário real.

clique na foto para ampliar
 

IGREJA DA SAGRADA FAMÍLIA

O objetivo desta intervenção foi remodelar e revitalizar o espaço exterior que envolve a Igreja da Sagrada Família, que está situada no centro da Cidade do Entroncamento. Esta Igreja caracteriza-se por ser um dos polos aglutinadores de interesse público, albergando a Igreja Matriz, considerada como o órgão do poder religioso da Igreja Católica Apostólica Romana.

clique na foto para ampliar
 

LARGO JOSÉ DUARTE COELHO

O objetivo principal desta intervenção consistiu na reestruturação de um espaço, para se estar e conviver ao ar livre, numa ótica de estadia e lazer, que permita a realização de eventos de caráter festivo, recreativo, cultural e solene. O Largo José Duarte Coelho é um dos espaços mais importantes da Cidade do Entroncamento, uma vez que a este convergem diversos edifícios públicos e de serviços, como seja o Edifício dos Paços do Concelho, a Biblioteca Municipal, o Centro Cultural a Junta de Freguesia, o Edifício dos Correios, algumas Instituições Bancárias, para além de existirem também cafés e estabelecimentos comerciais.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU NACIONAL FERROVIÁRIO

Este projeto permitiu que a Fundação Museu Nacional Ferroviário Armando Ginestal Machado remodelasse o antigo Armazém de Viveres, dando continuidade ao trabalho iniciado em 2007. Garantindo a continuidade das exposições museológicas e ampliando e expandindo as áreas afetas a esta componente, será também recuperada uma das naves das Oficinas do Vapor, permitindo criar novos complementos, serviços e novas valências para o museu.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE DO BONITO

A presente intervenção resulta de um levantamento e de um estudo exaustivo da realidade atual do Parque Verde do Bonito. Assim, a empreitada consisti-o na definição e criação de acessos controlados, congregando a promoção da utilização do espaço de forma harmoniosa e não agressiva, bem como a circulação livre e informal a pé ou de bicicleta, ao longo de todo o parque e em particular junto à albufeira. Tendo como base a manutenção e valorização do espelho de água e da paisagem envolvente, pretendeu-se criar condições para atração dos utilizadores a um espaço de recreio e lazer multifuncional.

clique na foto para ampliar
 

PRAÇA DA REPÚBLICA

O objectivo do projecto é construir no Entroncamento uma centralidade urbana moderna, mais adequada ao perfil da população residente e à inserção da cidade nos fluxos de visitação da região. Este projecto de regeneração urbana do Entroncamento concretiza o estabelecimento de corredores de continuidade urbana, qualificados e ordenados, entre a baixa comercial, o núcleo ferroviário e o Parque do Bonito, e ainda a criação de equipamentos e de condições de espaço público mais adequados às novas formas de vivência urbana.

clique na foto para ampliar
 

ZONA DESPORTIVA DO PARQUE DO BONITO

A presente intervenção teve como objetivo principal dotar este parque de um equipamento polivalente de apoio às atividades desportivas e recreativas já existentes no Parque. Com as valências adequadas à melhor receção e acolhimento de quem se desloca aquela zona da cidade, quer seja para a praticar de desporto ou por e simplesmente para visitar e usufruir da vista privilegiada que este tem sobre a albufeira do Parque Verde do Bonito. Tecnicamente o objetivo que esteve na base da intervenção foi potenciar a polivalência de funções e a versatilidade no sentido de ir ao encontro da sustentabilidade do edifício.

CONCELHO DE ESTARREJA

clique na foto para ampliar
 

CASA MUNICIPAL DA CULTURA

As várias facetas do município vão passar pela renovada Casa da Cultura. Com as obras de beneficiação da histórica Casa dos Morgados de Santo António da Praça, a galeria de exposições ganhou uma maior amplitude e foram criadas novas salas adjacentes. A Câmara Municipal aposta em novas dinâmicas e mais profundas, pretendendo-se que o município fique mais representado e de forma abrangente, trazendo a este espaço cultural mostras sobre a riqueza patrimonial, edificada ou natural, de Estarreja. De uma forma permanente, o visitante pode encontrar um conjunto de produtos e obras literárias que o município tem vindo a publicar.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO CÍVICO DE VEIROS

O requalificado Centro Cívico de Veiros criou uma nova dimensão urbana na freguesia. Situada a poente do Pavilhão do CCDV – Clube Cultural e Desportivo de Veiros, a sua nova Praça veio revitalizar uma área em terra batida que servia para estacionamento automóvel. A atual sala de visitas de Veiros expande-se a norte, integrando o edifício da Filantrópica e a recém-inaugurada sede da Junta.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE PARDILHÓ

Os dois edifícios do ensino primário construídos na década de 40 e criados para o ensino separado por sexos, em vigor na altura, foram unidos e constituem agora uma nova escola destinada ao pré-escolar e 1º ciclo, com condições excelentes. Esta é uma obra fundamental pois permite ter condições físicas e materiais para a melhoria do sucesso do ensino, ajudando as crianças a aprenderem mais e melhor e a desenvolverem-se como alunos e como cidadãos.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA PADRE DONACIANO DE ABREU FREIRE

Este projeto compreende a construção de um novo edifício para o Pré-Escolar, com 6 salas e espaços de apoio, o alargamento e adaptação do edifício que comporta o atual refeitório. Consequentemente, o perímetro do espaço escolar será alargado para Norte. A reabilitação, requalificação e a criação de novos espaços escolares, permitirão atingir uma maior eficiência e racionalização de recursos e funcionamento, promovendo-se a articulação física e pedagógica de acordo com o enquadramento da Carta Educativa.

clique na foto para ampliar
 

NOVO ESPAÇO MULTIUSOS

A antiga Piscina Maria de Lurdes Breu foi convertida em Espaço Multiusos, destinado a eventos e atividades desportivas e de lazer. O edifício localizado no Parque Municipal do Antuã faz parte integrante e complementar ao parque de lazer da cidade. O espaço dos tanques foi transformado numa zona coberta destinada à realização de atividades recreativas, culturais e desportivas. Para além da intervenção no volume principal, foi beneficiada a zona de acesso aos balneários. O Multiusos é um espaço abrangente que funciona todo o ano, permitindo uma enorme variedade de eventos e uma dinâmica muito forte. A intervenção está inserida na operação de regeneração urbana de Estarreja.

clique na foto para ampliar
 

PERCURSOS NATURAIS BIO-RIA

No âmbito do BioRia 3, foram instaladas as estruturas dos novos percursos nas freguesias mais a norte do concelho: Avanca (Percurso do Rio Gonde – 3km), Pardilhó (Percurso das Ribeiras de Pardilhó – 8km) e Veiros (Percurso das Ribeiras de Veiros – 9km). Decorre assim a fase denominada como BIORIA 3 e que abrange as freguesias de Avanca, Pardilhó, Veiros e Beduído.

clique na foto para ampliar
 

PISCINA MUNICIPAL DE ESTARREJA

O Complexo de Piscinas de Estarreja distingue-se pelo planeamento de sustentabilidade e de eco-eficiência, traduzindo-se em poupança energética e de água. Foram conseguidas importantes melhorias de eco-eficiência que possibilitarão, além das poupanças financeiras e da melhoria de factores sociais, possíveis com a aplicação deste trabalho, poupanças ao nível do consumo de recursos e deste modo tornar-se uma referência europeia em edifícios sustentáveis.

clique na foto para ampliar
 

PONTE PEDONAL E CICLÁVEL SOBRE O RIO ANTUÃ

A execução da “Ponte pedonal sobre o Rio Antuã e Passadiços de Acesso – Ligação do Parque Municipal do Antuã à Rua Vale do Antu㔠significa o continuar de um caminho, iniciado em 2005, com a construção do Parque Municipal do Antuã, o primeiro parque de lazer da cidade.A intervenção estende o atual parque de lazer à margem sul do rio, unindo a cidade de Estarreja à vila de Salreu, ampliando o perímetro do circuito pedonal e melhorando as condições para a prática desportiva e de lazer. A ponte e acessos desenvolvem-se numa extensão de cerca de 150 metros.A intervenção está inserida na operação de regeneração urbana de Estarreja.

clique na foto para ampliar
 

PRAÇA FRANCISCO BARBOSA: NOVO DESENHO URBANO E ILUMINAÇÃO ECOEFICIENTE

A remodelação do sistema de iluminação pública no centro da cidade, no âmbito do Programa de Regeneração Urbana da Cidade de Estarreja, permite a diminuição da fatura energética e do consumo de combustíveis fósseis, cumprindo a Câmara Municipal os princípios do Desenvolvimento Sustentável. A empreitada “Iluminação da Área de Intervenção com Recurso a Fontes Renováveis ou Ecoeficientes” compreendeu a modernização das infraestruturas urbanas com recurso a painéis fotovoltaicos e luminárias a LED, na Praça Francisco Barbosa, Avenida 25 de Abril e Alameda do Parque do Antuã. Na praça histórica da cidade, procedeu-se à substituição dos candeeiros de iluminação pública, implementando-se um sistema de iluminação integrado com recurso a tecnologia

clique na foto para ampliar
 

VARIANTE SUL AO ECO PARQUE EMPRESARIAL DE ESTARREJA

A beneficiação da EM 558 é uma obra fundamental para o Município. A via que liga a cidade de Estarreja à vila de Pardilhó foi construída há 20 anos e delimita pelo lado sul a nova zona industrial municipal, sendo atualmente a sua única acessibilidade, daí a sua importância como via estrutural, classificada como Variante Sul ao Eco Parque Empresarial de Estarreja. A intervenção visou a requalificação da via numa extensão de 2.850 metros, com adoção de uma plataforma única e criação de uma rotunda de acesso ao Eco Parque. Ao mesmo tempo, é dada continuidade ao projeto da Rede Municipal de Ciclovias e Percursos Pedonais, de que aquela via foi pioneira há 2 décadas.

CONCELHO DE FERREIRA DO ZÊZERE

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE FERREIRA DO ZÊZERE

A construção é composta por um volume paralelepipédico com um lado maior voltado a sul, onde estão localizadas todas as salas de aula e o refeitório. Neste volume do lado norte estão localizadas salas de apoio, instalações sanitárias, escadas e rampa. Nesta mesma situação foi construído um outro importante volume, o pavilhão polidesportivo que fica próximo da rampa e da entrada principal.

clique na foto para ampliar
 

ESPAÇO URBANO

Esta operação de requalificação do espaço público assentou na substituição de pavimentos, no alargamento de espaços de circulação pedonal, na redução das áreas de circulação viária, introdução de mobiliário urbano e de iluminação pública, introdução de Ecoponto enterrado e plantação de espécies arbóreas, sendo também revistas e adaptadas as infraestruturas subterrâneas.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO MUNICIPAL

A ampliação e alteração do Mercado Municipal tem como objectivo a ampliação e requalificação profunda, substituindo equipamentos com mais de 35 anos e cujas condições não se coadunam com as actuais necessidades. Com esta operação procura-se igualmente um arranjo urbano de conjunto, que engloba o reordenamento viário, o estacionamento e o enquadramento urbano deste equipamento, com novos espaços de estar, dando continuidade ao Programa de Acção que visa promover a requalificação do centro urbano de Ferreira do Zêzere.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE VERDE DA QUINTA DO ADRO

Esta operação diz respeito a uma intervenção de melhoria do ambiente urbano, a qual permitiu a requalificação de um espaço verde de recreio e lazer. Para além da construção efetiva de espaços verdes, relvados e áreas de plantação de árvores, o projeto permitiu a construção de um jardim de cheiros, espaço de desenho formal, onde se executou a plantação de espécies florais e arbustivas caracterizadas pelas suas particularidades odoríferas. Foi também construído um pequeno anfiteatro ao ar livre, com bancadas de betão e palco em deck de madeira.

clique na foto para ampliar
 

QUINTA DO ADRO

A intervenção em causa permitiu a criação de um espaço destinado ao lazer e ao desporto ao ar livre, composto por 1 campo de futebol com relvado sintético, 1 campo de desportos radicais, 1 parque infantil e uma zona de estar ao ar livre com local para um bar amovível, sendo que todos estes espaços se encontram integrados numa área verde.

CONCELHO DE FIGUEIRA CASTELO RODRIGO

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA VALE DE AFONSINHO-FREIXEDA

Os trabalhos de beneficiação da estrada entre as localidades de Vale de Afonsinho e Freixeda do Torrão vieram proporcionar melhoria na ligação municipal. Esta obra permitiu a correcção do traçado existente, eliminando curvas e depressões perigosas. Esta beneficiação permite simultaneamente encurtar as distâncias entre as freguesias beneficiadas e a sede do concelho, potenciando a mobilidade e o turismo na região através das acessibilidades criadas.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO MUNICIPAL

A edificação do Mercado Municipal Coberto de Figueira de Castelo Rodrigo e zona envolvente adjacente permitiu dar novo incremento à economia local, por via do apoio aos pequenos produtores agrícolas e da pecuária, com a divulgação e escoamento dos seus produtos. Contempla 14 lojas independentes e várias bancadas para venda de produtos hortícolas em adequadas condições de salubridade e segurança.

CONCELHO DA FIGUEIRA DA FOZ

clique na foto para ampliar
 

ATERRO SANITÁRIO

Trata-se da concepção, construção, fornecimento e montagem do Sistema de Aproveitamento Energético do Biogás Produzido no Aterro Sanitário da Figueira da Foz , constituído por um Grupo Motogerador.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE VILA VERDE

Trata-se da ampliação/requalificação do Centro Escolar de Vila Verde, que passou a dispor, enquanto única escola da Freguesia, de salas para as actividades de enriquecimento curricular, numa lógica de funcionamento da escola a tempo inteiro, Jardim de infância, biblioteca, refeitório e sala de educadores/professores.

clique na foto para ampliar
 

PORTO DE RECREIO

Este projecto, inserido na Parceria para a Regeneração Urbana da Cidade da Figueira da Foz, consubstancia-se no aumento em mais de 88 lugares de estacionamento de embarcações de náutica de recreio, dotados com tomadas de água e de energia eléctrica, bem como de sistema de segurança no seu acesso.

clique na foto para ampliar
 

RUA 5 DE OUTUBRO E ZONA ENVOLVENTE

Este projecto de intervenção da Rua 5 de Outubro e da sua envolvente passa pela revitalização deste espaço, evocando a relação entre a Vila de Buarcos e o Oceano Atlântico, privilegiando-se a circulação pedonal e criando-se condições de fruição para novos usos: esplanadas, bancos, zonas de sombra, etc.

CONCELHO DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS

clique na foto para ampliar
 

AVENIDA DO PÓLO DE FORMAÇÃO

Construção de arruamento/variante de acesso ao Pólo de Formação de Figueiró dos Vinhos para melhoria de segurança de peões.

clique na foto para ampliar
 

AVENIDA MARÇAL PIRES TEIXEIRA

A operação consistiu na construção de uma avenida/variante ao centro urbano de Figueiró dos Vinhos, contribuindo para o reordenamento dos diferentes níveis da rede viária, mediante a criação de condições para o desvio de veículos da zona central através de uma alternativa fácil para o tráfego, anteriormente feito por zonas mais centrais e de maior constrangimento. Neste âmbito, a operação surge na sequência da necessidade de alteração do traçado pre-existente, que apresentava fortes constrangimentos e impedia uma utilização funcional e uma efetiva alternativa a outras vias rodoviárias que, na zona circundante, se encontram amiúde congestionadas.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU MUNICIPAL

Este projeto teve como objetivo a construção do Museu Municipal, a edificar no Centro de Figueiró dos Vinhos. Esta infraestrutura de cariz cultural, mas com óbvias repercussões socioeconómicas ao nível da educação e do turismo, foi edificada numa zona nobre da Vila, beneficiando de uma localização privilegiada que decorre da proximidade do Casulo de Malhoa, do Clube Figueiroense – Casa da Cultura, de estabelecimentos de ensino, e de outros serviços públicos.

CONCELHO DE FORNOS DE ALGODRES

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE FORNOS DE ALGODRES

O Centro Escolar de Fornos de Algodres ficou dotado de 9 salas de EB1 e 5 salas de Jardim-de-infância, incluindo todos espaços de apoio e os correspondentes arranjos exteriores. Deste modo, a EB1 teve um aumento de duas salas (de 7 para 9 salas) e foram criados espaços que atualmente não existiam nomeadamente salas de professores, biblioteca, arrumos diversos, refeitório, sala polivalente e instalações sanitárias.

clique na foto para ampliar
 

SERRA DA ESGALHADA

Este projeto procurou conciliar os conceitos orientadores do projeto de arquitetura com noções de ecologia e sustentabilidade tendo sido definidos os seguintes objetivos: integração e continuidade com a envolvente; enquadramento natural dos edifícios; salvaguarda e compatibilização das acessibilidades e fluxo entre o Hotel e a envolvente criação de zonas de estadia e de lazer.

clique na foto para ampliar
 

ZONA INDUSTRIAL DE FORNOS DE ALGRODES

Procurou-se com este projeto, desenvolver uma solução que tivesse em conta as condições mínimas de funcionamento, da área de acolhimento empresarial do Município – a Zona Industrial de Fornos de Algodres. Tratou-se de uma área de intervenção que visa o apoio a áreas de acolhimento empresarial. O empreendimento contemplou a requalificação da faixa de rodagem, estacionamento, passeios, rede de águas pluviais e requalificação da área envolvente.

CONCELHO DO FUNDÃO

clique na foto para ampliar
 

CENTRO SOCIAL DO TELHADO

O presente projeto consistiu na construção de um Centro Social, que procura atender e acolher pessoas de dois tipos: independentes ou dependentes, proporcionando serviços permanentes e adequados à satisfação das necessidades desses residentes. O projeto consistiu numa resposta social em termos múltiplos, ao aglomerar as valências de Centro de Dia, Lar de Idosos e Apoio Domiciliário.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO SOCIAL N. SRA. DE FÁTIMA

Este centro comunitário, construído de raiz na Freguesia de Bogas de Cima, conjuga Lar de Idosos, Centro de Dia e Apoio Domiciliário. Trata-se de um equipamento que, para além do alojamento coletivo de utilização temporária ou permanente para idosos em situação de maior risco de perda de autonomia, procura atender e acolher pessoas cuja problemática psicossocial seja passível de solução, proporcionando assim serviços permanentes e adequados à população.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADAS ENTRE A BARROCA E O LIMITE DO CONCELHO

O objetivo do projeto foi efetuar intervenções no que se refere à drenagem, pavimentação e colocação de equipamentos de sinalização e segurança e estabilização dos taludes, aproveitando ao máximo a via existente mas corrigindo a rasante e a diretriz do traçado.

clique na foto para ampliar
 

LARGO ALFREDO DA CUNHA E LARGO DA IGREJA MATRIZ

O presente projeto, consubstanciado na requalificação de dois largos, adjacentes, situados no eixo estrutural da zona antiga da cidade e complementado com a requalificação da lateral Rua da Misericórdia, representa condição na importante valorização e regeneração da malha urbana da cidade. Com a requalificação destes acessos, privilegiando circulação de pessoas e controlando veículos, é conferido assinalável contributo para a melhoria da qualidade de vida na cidade e alavancagem da atividade e empreendedorismo na economia local.

clique na foto para ampliar
 

LARGO DO CALVÁRIO

O presente projeto consistiu na requalificação do Largo do Calvário, integrando a recuperação de duas capelas nele existentes, a requalificação e ampliação do Jardim da Cidade e a construção da Variante das Tílias. O projeto teve como objetivo não só requalificar toda esta zona da cidade, como também fazer com que esta nova variante torne possível desviar o trânsito pesado do centro histórico do Fundão,

clique na foto para ampliar
 

MOAGEM DO CENTEIO - CENTRO DE INTERPRETAÇÃO

Aquando das profundas alterações efetuadas no edificado da antiga Moagem do Fundão, foi preservada uma das suas componentes técnicas mais singulares: o encadeamento do processo de transformação do cereal em farinha conhecido por sistema austro-húngaro, difundido na Europa em finais do século XIX e que se aplicou no Fundão nos anos 20 do século passado. Desenvolvendo-se em três pisos integrados no referido edificado, apresenta de maneira sucinta a evolução cronológica das componentes arquitetónicas e tecnológicas da mencionada empresa moageira até à data do seu encerramento e constitui um importante testemunho da arqueologia industrial, preservação de um património técnico, económico e social da cidade e da região.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE VERDE URBANO

Este projeto visou dotar a cidade do Fundão de espaços verdes de excelência, destinados à prática desportiva e ao lazer, com vista à melhoria da qualidade de vida dos seus residentes e visitantes. Paralelamente, esta operação contribuiu para a melhoria da qualidade ambiental da cidade, na medida em que promoveu a regeneração de duas áreas distintas, ligando-as através de ciclovias.

clique na foto para ampliar
 

PRAÇA DO MUNICÍPIO

Principal eixo viário de entrada Nascente da cidade, cruzando-se perpendicularmente com a Rua da Cale, principal via de comércio tradicional da Zona Antiga do Fundão e paralela em determinado ponto com a Praça do Município, constitui um dos sítios mais movimentados da cidade. “Coração” da urbe, a sua centralidade é indissociável da localização do edifício da Câmara Municipal, espaço emblemático e central do convívio social, sendo a requalificação do referido Eixo condição na regeneração urbana proposta para o Fundão.

clique na foto para ampliar
 

PRAÇA VELHA

Integrado em conjunto com a Praça do Município e o Largo da Igreja, forma um triângulo no coração da Zona Antiga do Fundão. O eixo definido pela Rua Jornal do Fundão e a Rua 25 de Abril, aberto em finais dos anos 50, atravessa este espaço perpendicularmente e constitui-se como uma importante artéria desta zona mais nobre da cidade. Com a presente intervenção, a população passou a vivenciar este Largo de modo mais participativo pois permite criaram-se nichos apropriados à realização de eventos comerciais e potenciar a dinâmica do comércio tradicional.

clique na foto para ampliar
 

RUA DA CALE

Local por excelência do comércio tradicional da Zona Antiga do Fundão, permite a ligação da parte alta da cidade à zona central, a iniciar com a Rua 5 de Outubro. Com este projeto procurou-se gradualmente vocacionar a rua para o trânsito pedonal, condicionando a circulação automóvel e melhorando o conforto do andar mediante o nivelamento dos passeios, colocação de faixa central e texturas diferenciadas permitindo assim maior facilidade na deslocação de pessoas com mobilidade condicionada e invisuais.

CONCELHO DE GÓIS

clique na foto para ampliar
 

CASA DA CULTURA

O projeto teve como objetivo equipar a sala de espetáculos com um sistema operacional o mais completo possível, com sistema de mecânica e decoração de cena, iluminação e sonorização cénica, intercomunicação e som ambiente.

CONCELHO DE GOUVEIA

clique na foto para ampliar
 

ARRUAMENTOS ENVOLVENTES AO PALÁCIO DA JUSTIÇA

A construção do novo edifício do Palácio da Justiça de Gouveia levou a esta intervenção de beneficiação de toda a envolvente do equipamento, não apenas para a devida dignificação deste espaço, em pleno centro da cidade, mas também, pela obrigação de compatibilização de diferentes infraestruturas com as exigências técnicas do equipamento construído.

clique na foto para ampliar
 

CAMINHO NATURAL DE GOUVEIA

Os objetivos específicos a atingir com a concretização deste projeto foram: a melhoria da acessibilidade interna da população residente nos Casais de Folgosinho, contribuindo para minimizar os efeitos do despovoamento desta área serrana e a otimização da acessibilidade local na ótica da manutenção e desenvolvimento das atividades agrícolas e florestais, numa perspetiva de salvaguarda da paisagem de mosaico agro-silvo-pastoril

clique na foto para ampliar
 

EDIFÍCIO PARA CENTRO DE ANIMAÇÃO SOCIO-JUVENIL DE NESPEREIRA

Este projecto permitiu proceder à adaptação e recuperação de um edifício de uma antiga Escola Primária, de características "Adães Bermudes", dando-lhe uma nova funcionalidade, justificada e adaptada às características e desenvolvimento da freguesia em que se insere e mantendo as notáveis características arquitectónicas que o edifício possui.

clique na foto para ampliar
 

EM Nº 522 ENTRE GOUVEIA E PAÇOS DA SERRA

A intervenção na Estrada Municipal 522, que se assume como um eixo viário de grande importância municipal e intermunicipal, permitiu restabelecer não só o pavimento, mas também proceder à beneficiação do traçado com correcções geométricas pontuais , a estabilização, consolidação e pavimentação de bermas, a drenagem do traçado, o tratamento urbano dos troços de respectivo atravessamento e a pavimentação da faixa de rodagem.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DA RIBEIRA

A ação proposta para este espaço é os TAPISCOS – Festival de Tapas e Petiscos, com duas edições em 2010 e 2011 e que dá corpo a uma estratégia de dinamização deste espaço e da área adjacente a requalificar, no âmbito da Operação de Regeneração Urbana do Centro Histórico de Gouveia. Divulgar e incentivar um género de gastronomia, que tem tradição na nossa região, e dar a conhecer outros sabores próximos, nomeadamente de Espanha, através das suas “Tapas” é o grande objetivo da ação, a par da dinamização de um espaço requalificado e central de Gouveia.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DO PAIXOTÃO

Projeto que contempla a intervenção de fundo de um parque urbano, pressupondo o aproveitamento integral dos valores naturais existentes e o grosso da forma topográfica, circuitos, zonas de lazer, acessos e taludes.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU ABEL MANTA

A Dinamização do Museu Municipal com a criação da Oficina de Sensibilização Ambiental constitui-se como um fator de inovação e promoção de práticas. O Museu Municipal, que tem como patrono o pintor gouveense Abel Manta, localiza-se num espaço em pleno Centro Histórico, entre a Zona da antiga Fábrica Bellino e a Praça de S. Pedro. Este Museu tem desenvolvido atividades em ateliers de pintura e outras artes plásticas, direcionadas para as crianças do Concelho de Gouveia e encetou um novo programa de iniciação às artes, designado: Ambient’Arte que visa criar algumas valências, atividades e sinergias com o espaço público envolvente.

clique na foto para ampliar
 

PRAÇA DE S. PEDRO

A Praça de S. Pedro, em Gouveia, assume-se como um local de referência no Centro Histórico da Cidade, face à sua centralidade e importância, quer na função de dispersão de eixos viários e pedonais, quer pelo seu peso cultural na cidade e no Concelho. Este espaço sofreu várias alterações ao longo dos tempos, estabilizando actualmente na função lúdica. A intervenção na Praça permitiu corrigir algumas dissonâncias na funcionalidade urbana, conferindo-lhe a dignidade que o espaço por si só merecia.

clique na foto para ampliar
 

RECINTO DESPORTIVO EM PAÇOS DA SERRA

Paços da Serra assume-se como uma freguesia populosa, que tem mantido um curioso nível de rejuvenescimento, quando comparada com a maioria das restantes freguesias do Concelho de Gouveia. Suporta uma significativa comunidade infantil e adolescente que, associada à centralidade da povoação relativamente a freguesias contíguas dos Concelhos de Gouveia e Seia, justificaram o investimento do Município neste novo e moderno equipamento desportivo.

clique na foto para ampliar
 

ZONA ENVOLVENTE À EB DE GOUVEIA E DO ACESSO PEDONAL

Trata-se de uma intervenção de requalificação urbana, com plena justificação no recente desenvolvimento /crescimento da cidade para a zona poente, nomeadamente com a construção de equipamentos públicos de grande importância e frequente serviço de que são exemplos, o Centro de Saúde para além da referida Escola EB, em fase de conclusão e complementarmente, pela relevante expansão urbana desta zona, tanto ao nível comercial como habitacional, o que justificou a criação de um bom acesso pedonal ao centro da cidade, minimizando o respetivo percurso.

clique na foto para ampliar
 

ZONA INDUSTRIAL DAS AMARANTES

Nesta zona industrial foi criado um loteamento com objetivos de uso industrial e respetivas obras de urbanização. O terreno onde se implantou a zona industrial é propriedade do domínio privado do Município de Gouveia e denomina-se Quinta do Prior.

CONCELHO DA GUARDA

clique na foto para ampliar
 

BAIRRO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

Esta operação de requalificação permitiu reabilitar toda a estrutura viária de algumas ruas do Bairro Nossa Senhora de Fátima, designadamente as Ruas Nossa Senhora de Fátima, do Rosmaninho e 13 de Maio, Travessas de Nossa Senhora de Fátima e do Rosmaninho na Freguesia de S. Miguel da Guarda. A intervenção assentou na substituição de pavimentos e infraestruturas que se encontravam muito degradadas e desatualizadas, tendo sido colocada sinalização vertical e horizontal. Os passeios foram pavimentados, criadas zonas de estacionamento e plantadas arvores. A reabilitação deste espaço urbano contribui para a melhoria das acessibilidades e segurança das populações residentes.

clique na foto para ampliar
 

BENEFICIAÇÃO DO CM 1156

A operação consistiu no alargamento pontual da faixa de rodagem dotando-a de um perfil transversal tipo uniforme, incluindo melhoria das condições de drenagem e colocação de sinalização vertical e horizontal, permitindo uma melhor articulação entre o Centro Urbano (Cidade da Guarda) e os territórios envolventes, através das ligações intra-regionais.

clique na foto para ampliar
 

BRIGADA DE MANUTENÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO

Através deste projeto foi possível adquirir um veículo adaptado e equipado que dê resposta aos problemas inerentes ao espaço urbano, designadamente a limpeza de mupis, abrigos de passageiros dos transportes urbanos, arranjos de mobiliário urbano, arranjos em calçada e limpeza pontual do espaço público.

clique na foto para ampliar
 

CAPELA DO BONFIM

A operação de requalificação da envolvente à Capela do Bonfim, permitiu pavimentar, dotar de rede de águas pluviais, iluminação, equipamento urbano (bancos, papeleiras e bebedouro) e equipamento geriátrico, uma zona central da Cidade da Guarda. Este espaço acolhedor é conhecido como centro cívico do Bonfim e convida à permanência e ao convívio geracional.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA SEQUEIRA

Este projecto visou a construção e apetrechamento de um centro escolar com 12 salas para o 1º ciclo, três para o jardim de infância e espaços de utilização comum (dois polivalentes/refeitórios, duas bibliotecas e quatro salas de professores).

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DO VALE DO MONDEGO

Este projecto englobou a construção do edifício do Centro Escolar do Vale do Mondego, que tem capacidade para aproximadamente 100 alunos do ensino básico (quatro salas, mais uma para enriquecimento curricular) e 75 crianças do pré-primário (três salas).

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR S.GONÇALO

Este projecto englobou a construção do edifício do Centro Escolar do Vale do Mondego, que tem capacidade para aproximadamente 100 alunos do ensino básico (quatro salas, mais uma para enriquecimento curricular) e 75 crianças do pré-primário (três salas).

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO

A intervenção nas Ruas e Largos do Centro Histórico da Guarda traduziu-se na recuperação de várias artérias, em que o núcleo intra muralhas ficou requalificado. A substituição de pavimentos como intervenção prioritária e como elo de ligação de todo o espaço urbano, conjugado com a requalificação de infraestruturas e a introdução de mobiliário urbano permitiu a criação de áreas pedonais agradáveis, confortáveis e convidativas à deambulação pelo Centro Histórico da cidade da Guarda.

clique na foto para ampliar
 

E.N.16 ENTRE A VICEG E O PORTO DA CARNE

O projeto de Beneficiação da EN 16 entre a VICEG e o Porto da Carne teve como principal objetivo a pavimentação com duas camadas de tapete betuminoso do piso existente que apresentava grande degradação, foi feita a drenagem longitudinal da via constituída por drenos em profundidade e valetas revestida, bem como a limpeza de todos os órgãos de drenagem existentes.

clique na foto para ampliar
 

EM 574 - PAVIMENTAÇÃO DE ARRUAMENTOS EM ALBARDO - VILA FERNANDO

Esta operação teve como principal objetivo a pavimentação de uma via que liga a cidade da Guarda à sua envolvente noroeste, designadamente o Vale do Mondego. Contribuiu para a melhoria da ligação intra-regional de modo a proporcionar aos seus utilizadores melhores condições de acesso ao Centro Urbano da Cidade da Guarda, cumprindo-se o objetivo de redução da sinistralidade rodoviária. A via foi dotada de equipamento de sinalização vertical, semafórica de proteção e segurança, e de sinalização horizontal em toda a sua extensão.

clique na foto para ampliar
 

ESCOL@S+INTER

Este projeto permitiu criar as condições para melhoria dos métodos de ensino e aprendizagem, o desenvolvimento da sociedade do conhecimento e da informação através do acesso à Internet em todas as salas de aula e espaços escolares. A integração efetiva das tecnologias associadas às práticas pedagógicas, tais como os quadros interativos, permitiu uma adaptação dos currículos escolares às novas realidades do ensino/aprendizagem. A instalação de equipamentos de videovigilância contribui para a segurança de pessoas e bens e proteção das escolas contra furtos.

clique na foto para ampliar
 

POLO DESPORTIVO DO BAIRRO DA NOSSA SENHORA DOS REMÉDIOS

A intervenção pretendeu devolver ao local personalidade própria e caráter, ambicionando-se que funcione como atração de pessoas. Assim no local existem 2 campos de jogos de dimensões e funcionalidades diferentes.

clique na foto para ampliar
 

SAMA GUARDA

A execução deste projeto contribuiu para a centralização do atendimento num balcão único presencial, estabelecendo procedimentos de transmissão de informação entre as várias áreas do município, disponibilização dos serviços relativos ao licenciamento urbanístico, licenças para feiras e mercados, entre outros. A atualização e transformação das infraestruturas TIC’s do Município, bem como a adoção de novas propostas de trabalho e soluções técnicas, permitiram dar uma melhor e mais satisfatória resposta às necessidades dos Munícipes no que diz respeito à informação, mas também facilitar a sua relação com os serviços, removendo os obstáculos que possam dificultar o acesso rápido, transparente, eficaz e eficiente aos mesmos.

clique na foto para ampliar
 

SERRA DA ESTRELA

Este projeto integrou ações na área da comunicação, complementares às do plano transversal de comunicação, ações de requalificação e valorização de estruturas de animação permanente e ações de animação/eventos, de que foram executores os municípios, em especial o município líder a Guarda, bem como o Polo Turismo Serra da Estrela - TSE.

CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA

clique na foto para ampliar
 

BODO DE MONFORTINHO

O projeto consistiu na requalificação de um espaço público, onde se inseria uma antiga escola primária, contribuindo para o desenvolvimento cultural, desportivo e recreativo da comunidade em que se insere. A intervenção consiste na elaboração de um arranjo urbanístico tendo em vista a recuperação e a requalificação de uma zona degradada e abandonada da aldeia de Monfortinho.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO LOGÍSTICO AGRO-ALIMENTAR DO LADOEIRO - IDANHA-A-NOVA

Este projeto teve como objetivo a construção de um Centro Logístico Agro-Alimentar, através do reaproveitamento e beneficiação de um conjunto de edificações já existentes, dotando-as de condições para a instalação de novas empresas, bem como, com recurso à criação de estruturas e infraestruturas que se pressupõem de uso comum, como a edificação de uma Central Hortofrutícola. Assim, foi criada uma estrutura multiusos, com principal enfoque no setor agro-alimentar que pretendeu transformar a periferia numa nova centralidade logística, fornecendo uma grande variedade de serviços.

clique na foto para ampliar
 

COMPLEXO DESPORTIVO NO LADOEIRO

Esta obra dotou o concelho de Idanha-a-Nova com uma piscina, que permite complementar a atividade escolar e as múltiplas coletividades desportivas. Este complexo desportivo possibilita a prática de atividades desportivas e outras atividades de âmbito cultural e de lazer, proporcionando a todos uma vida mais saudável e agradável.

clique na foto para ampliar
 

LAR DE 3ª IDADE

O presente projeto destinou-se à ampliação do lar de idosos situado na Zebreira, concelho de Idanha-a-Nova. Apresentava-se a intervenção programada como uma necessidade imperiosa tendo em vista responder às solicitações atuais na freguesia, possibilitando, pela natureza da intervenção, ainda maior bem-estar a todos os atuais e futuros utentes.

clique na foto para ampliar
 

LIGAÇÃO ENTRE A EM 554 E A EN 240

Esta intervenção refere-se ao projeto de execução da variante no Ladoeiro, numa extensão de 893,52 metros. O projeto constituiu uma via de comunicação com grande importância dentro da malha viária envolvente, visto ter como principal função, assegurar uma alternativa à travessia do Ladoeiro, de modo a evitar a passagem do tráfego pelo centro da localidade. Permitiu a ligação rodoviária entre 2 concelhos, Idanha-a-Nova e Castelo Branco (Freguesia de Monforte da Beira), facilitando a ligação entre localidades isoladas geograficamente.

clique na foto para ampliar
 

RUA FILARMÓNICA IDANHENSE

Este projecto teve como objectivo reordenar a paisagem urbana do aglomerado existente, através da criação de vias pedonais com escadarias, que permitam vencer o desnível, da construção de um parque infantil associado a um conjunto de pequenas zonas de permanência, da qualificação da paisagem, dos equipamentos, dos espaços públicos e do património existente através da consolidação dos baldios e de iluminação que evidencia elementos e percursos de referência.

CONCELHO DE ÍLHAVO

clique na foto para ampliar
 

ANTIGA EN 109

Este projecto tem como objectivo a qualificação da EN 109 como via urbana, dada a sua referência enquanto identidade histórica, social e cultural da população, bem como a sua importância no desenvolvimento e génese urbanos de Ílhavo, enquanto ligação dos aglomerados urbanos do litoral, associada aos eixos de ligação às zonas ribeirinhas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO CULTURAL DA GAFANHA DA NAZARÉ

"Esta obra dotou o Centro Cultural da Gafanha da Nazaré com as condições necessárias para a produção, promoção e fruição cultural, através da construção de um auditório de cerca de 400 lugares e de um programa complementar destinado a preencher as necessidades funcionais que um equipamento deste tipo deverá possuir. Para além destas alterações no interior do edifício existente, foi concebida uma caixa de palco com capacidade para realização de espectáculos de música, teatro e bailado.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E EMPREENDEDORISMO

Este projeto teve como objetivo a instalação de um espaço de encontro a pretexto da formação, investigação histórica e empreendedorismo, com as seguintes capacidades principais: centro de investigação do bacalhau (sua história e cultura), arquivo municipal dedicado às temáticas das Humanidades, Incubadora de empresas ligadas à investigação e à produção da área da cultura do Mar e da Pesca.

clique na foto para ampliar
 

CIRCULAR NASCENTE

Construção de uma circular ao aglomerado urbano (alternativo à actual EN 109) com vista à estruturação urbana de uma zona central da cidade, facilitando o acesso a importantes equipamentos públicos (Escola Secundária, Mercado Municipal, Tribunal, Quartel da GNR), propiciando melhores condições de segurança, contribuindo para a qualificação da mobilidade em meio urbano, melhorando as condições de acesso da A17 ao Porto de Aveiro e às Zonas Industriais das Ervosas e da Mota.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO DA COSTA NOVA

Este projecto pretende conferir às instalações as devidas capacidades de organização e de cumprimento de todas as normas sanitárias em vigor, elevando as garantias de qualidade dos produtos e a fruição de um espaço de usos múltiplos (mercado do peixe, mercado de mariscos transformados, mercado de produtos agrícolas, artesanato e restauração), quer por operadores, quer por clientes.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU MARÍTIMO DE ÍLHAVO

A ampliação do Museu Marítimo de Ílhavo (MMI) assume um importante papel na regeneração urbana da cidade, valorizando o espaço onde se implanta, e reforçando papel do mesmo como elemento de referência da preservação e promoção dos valores culturais e sócio-económicos mais importantes da Cidade e do Município de Ílhavo.

CONCELHO DE LEIRIA

clique na foto para ampliar
 

ANTIGO LICEU RODRIGUES LOBO

A Requalificação do Espaço Público do Largo Camões teve início na Rua Tenente Valadim. A intervenção teve como principal objetivo a melhoria das condições de mobilidade pedonal e da imagem do espaço público e uma intervenção mais global no âmbito da Rede de Cidades e Vilas com Mobilidade para Todos. A obra incluiu a definição de uma faixa de rodagem e criação de um passeio delimitado por pilaretes, a recuperação da escadaria de acesso ao antigo liceu e a criação de rampa e a recuperação do muro de contenção. A intervenção abrangeu ainda o reordenamento do estacionamento, a redefinição da arborização e a colocação de mobiliário urbano.

clique na foto para ampliar
 

CASTELO DE LEIRIA

A intervenção realizada permitiu a requalificação do equipamento de manutenção e apoio aos visitantes do Castelo de Leiria, elemento estruturante e fundamental para garantir a melhor preservação e fruição deste Monumento Nacional. A animação cultural constituiu um meio eficaz para aumentar o fluxo de público local, proporcionando novas dinâmicas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO CÍVICO E PRAÇA PÚBLICA

Este projeto consiste num equipamento misto com as vertentes de lazer e cultura, criando simultaneamente uma praça pública virada para a R. Barão de Viamonte. Com a construção deste edifício pretendeu-se dar resposta às carências em termos de espaços de apoio aos jovens e população mais idosa, bem como criar um equipamento cultural e de lazer que contribua para a dinamização do núcleo histórico de Leiria.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE COIMBRÃO

O Centro Educativo do Coimbrão resulta da construção de um edifício de raiz, localizado naquela freguesia. Esta obra permitiu criar condições para a prática de educação física, atividades extracurriculares e serviços de refeições. O edifício tem quatro salas de aulas do 1.º CEB, três salas de atividades (JI), uma sala para educadores, duas salas para prolongamentos, uma sala de informática equipada, um polidesportivo com balneários, uma sala polivalente/refeitório, uma sala de estudo/biblioteca, uma sala para professores, espaços de recreio e arranjos exteriores. O mobiliário escolar e o material didático foram adequados às práticas pedagógicas recomendadas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA GÂNDARA DOS OLIVAIS

Este projecto tem como objectivo a requalificação de quatro salas e a construção de mais duas salas de aula, um polivalente/refeitório, uma biblioteca/centro de recursos, um gabinete de docentes e arranjos exteriores.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DR. CORREIA MATEUS

A construção da EB1 Dr. Correia Mateus permitiu desativar a EB1 Paulo VI, que se encontrava a funcionar em instalações provisórias há vários anos, e eliminar o desdobramento de horário. O equipamento educativo oferece oito salas de aula (capacidade até 192 crianças), polivalente/refeitório, biblioteca/centro de recursos, arrumos, três gabinetes (docentes, atendimento e trabalho), quatro salas para educação plástica, instalações sanitárias, átrios e zonas de circulação. O Centro Escolar Dr. Correia Mateus veio, assim, criar condições para a prática de educação física, atividades extracurriculares e serviços de refeições. Além do espaço de recreio, o mobiliário escolar e o material didático são adequados às práticas pedagógicas. Dispõe ainda de equipamento informático.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO

A intervenção permitiu requalificar a Av. Ernesto Korrodi, via estruturante de acesso ao Castelo, através da renovação das infraestruturas enterradas e do reforço da iluminação pública. Inicialmente, o projeto encontrava-se subdividido em Zona A - Largo de 5. Pedro/ acesso ao castelo, Zona B – Norte/ Poente e Zona C – Sul/Poente. Optou-se por retirar a Zona A, porque escavações arqueológicas recentes revelaram a existência de uma extensa necrópole. Quanto à Zona B, foi retirada a parte correspondente à envolvente ao convento de Santo Estêvão, por se tratar de uma intervenção que visava sobretudo a requalificação a nível patrimonial.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO MUNICIPAL DE OPERAÇÕES DE SOCORRO

Com a constituição do Centro Municipal de Operações de Socorro de Leiria – CMOS de Leiria, pretendeu-se dotar os Bombeiros Municipais de Leiria e as Corporações dos Bombeiros Voluntários de Leiria, Maceira e Ortigosa, de uma central comum de comunicações com um sistema integrado de gestão de meios. O CMOS de Leiria permitiu, assim, otimizar a gestão da informação, promovendo a eficácia dos serviços e racionalizando os custos de operações, através da comunicação por meios eletrónicos, e proporcionando maior facilidade e celeridade na tomada de decisões operacionais e estratégicas das operações de Proteção Civil e Socorro. Prevê-se que a adoção de medidas de gestão operacional permitam melhorar os fluxos de informação entre as várias áreas de serviço, otimizando a capacidade de despacho e a gestão operacional de meios.

clique na foto para ampliar
 

CULTREDE

A CULTREDE é uma rede cultural que congrega 18 municípios de todo o país, em que o Município de Leiria assume o papel de parceiro líder da candidatura. Estruturada a partir de uma rede informal pretende contribuir para que a cultura e o conhecimento tenham impacto no desenvolvimento local; promover o desenvolvimento cultural das comunidades; estimular a difusão das artes e ampliar o aceso à fruição e criação culturais; e descentralizar, diversificar e qualificar a oferta cultural.

clique na foto para ampliar
 

EM 356 - MACEIRINHA - BATALHA

A requalificação desta via, numa extensão de 4,43 Km, traduziu-se no seu reperfilamento, tendo-se executado trabalhos de repavimentação no interior da localidade. Fora da localidade, para além da repavimentação, procedeu-se também aos trabalhos de limpeza e regularização de bermas e valetas, de modo a dotar esta via de uma faixa de rodagem com 7,00 ml de largura. Os trabalhos incluíram ainda a reformulação de um entroncamento com demolição e reconstrução de um muro e a reformulação de um entroncamento e colocação da sinalização rodoviária vertical e horizontal, de modo a garantir as condições necessárias de circulação rodoviária.

clique na foto para ampliar
 

EM 540 - MACEIRA - PICASSINOS

Esta via liga os concelhos de Leiria e Marinha Grande, servindo a zona residencial da região de Leiria e as zonas industriais da Marinha Grande, originando a existência de um tráfego muito significativo de veículos pesados e de veículos ligeiros durante praticamente todo o dia. Os trabalhos executados permitiram a requalificação da via, em 4,91 Km, nomeadamente ao nível do reperfilamento, de modo a dotar esta estrada de uma largura de faixa de rodagem de 6,00 ml, acrescida de uma largura de passeio de 1,50 ml de cada lado. Procedeu-se ainda aos trabalhos de limpeza e regularização de bermas e valetas. Esta via foi ainda dotada de drenagem pluvial e sinalização rodoviária vertical e horizontal, de modo a garantir condições de circulação pedonal e rodoviária.

clique na foto para ampliar
 

EM 543 - ESTRADA DA BARREIRA

O troço, que atravessa as povoações de Telheiro, Carvalhinha, Pinhal Verde, Cavalinha, Barreira, Andreus e Palheirinhos, apresentava larguras e características diversas em todo o percurso. A intervenção foi realizada em 7,61Km, numa única empreitada, no sentido de uniformizar a largura da plataforma da estrada (largura mínima de 6.00m, exceto dentro da povoação da Barreira); melhorar a drenagem longitudinal como complemento de um conjunto de aquedutos existentes; regularizar o pavimento, quer através de trabalhos de base como o saneamento de solos e acertos de regularização quer com a repavimentação de todo o traçado, em muito mau estado; favorecer as condições de segurança de circulação com soluções pontuais e colocação da sinalização vertical e horizontal; e tratamento de valetas.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA ATLÂNTICA

A intervenção decorreu desde o limite do Concelho de Leiria com a Marinha Grande até à Lagoa da Ervedeira, numa extensão de 9,60 Km, e incidiu na requalificação da rede viária, bem como na integração paisagística. A requalificação viária permitiu o aumento da largura da faixa de rodagem, a criação de uma ciclovia, a reformulação da rotunda da entrada Sul da Praia, a reestruturação de três entroncamentos, a requalificação das zonas de acesso às praias e a execução de passeios e zonas de estacionamento. A integração paisagística contemplou a criação de um percurso alternativo paralelo à Estrada Atlântica, coincidindo com o arrife florestal, dotado de extensões com passadiços aéreos para a Praia. Incluiu ainda trabalhos de requalificação de seis zonas de recreio entre as Praias da Vieira e Pedrógão, duas no troço Praia do Pedrógão/Lagoa da Ervedeira e duas junto à entrada Sul do Pedrógão.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA DOS GUILHERMES

Esta via estabelece ligação das zonas industriais da Maceira e a da Marinha Grande. Com acesso direto à A8, bem como à rede nacional, esta estrada apresenta um tráfego muito significativo de veículos pesados e ligeiros. Nesta empreitada, procedeu-se à requalificação e beneficiação da via, em 3,17 Km, que passou a ter um perfil transversal com uma largura mínima de 10,00 m, destinados à faixa de rodagem, bermas e valetas. A obra consistiu na substituição de solos e pavimentação, bem como na limpeza e reposição das bermas, instalação de drenagem pluvial e colocação da sinalização rodoviária vertical e horizontal. Os trabalhos incluíram ainda a construção de duas rotundas, uma no entroncamento com a EM356 e outra com a Rua da Venda.

clique na foto para ampliar
 

GUIAS URBANOS

A cidade de Leiria possui um conjunto de motivos de interesse cultural e de grande importância para a história local, regional e nacional, capazes de afirmar Leiria como destino turístico. São crescentes os fluxos de turistas mais centrados num turismo urbano e individual e que optam pela programação previa das suas deslocações, aproveitando os recursos disponibilizados pela internet e pelos telemóveis, leitores de ficheiros áudio e vídeo (MP3/MP4), PDA e GPS. Assim, investiu-se em sinalética exterior para os espaços culturais, num conjunto de instrumentos de informação turística municipal, áudio-guias para disponibilizar informação aos visitantes, quiosques multimédia, na conceção gráfica e em meios de divulgação.

clique na foto para ampliar
 

ILUMINAÇÃO DA BARBACÃ NA RUA PÊRO ALVITO

Trata-se de um projecto de instalação eléctrica do sistema de iluminação cénica ao longo do Largo Dr. Manuel Arriaga a da R. Pêro Alvito (Barbacã), elementos estruturais relevantes do sistema defensivo do castelo de Leiria. A intervenção visou a valorização arquitectónico desse castelo recorrendo, para o efeito, a um sistema de iluminação.

clique na foto para ampliar
 

LARGO CÓNEGO MAIA

Localizado na periferia do Centro Histórico de Leiria, o Largo Cónego Maia estava completamente descaracterizado antes da intervenção. Circundado por vias de tráfego intenso, funcionava como um espaço residual utilizado para estacionamento de viaturas. O projeto de requalificação do Largo teve por base os seguintes princípios: dar unidade ao Largo; valorizar o espaço pedonal em detrimento das vias de circulação automóvel; e dar importância à escadaria de acesso à Sé. A empreitada incluiu os seguintes trabalhos: construção do pavimento, infraestruturas e muros; colocação de mobiliário urbano, iluminação e espécies arbóreas.

clique na foto para ampliar
 

MARGEM DO RIO LIS

A área de intervenção deste projeto, é uma faixa marginal ao rio que divide a cidade, que constitui um fio condutor morfológico, elo funcional dos fluxos da paisagem (água, ar e vistas) e urbanos (circulação pedonal, ciclável e viário), referência urbana e elemento indissociável da imagem de Leiria. Pretendeu-se a criação de um espaço de passeio e lazer com qualidade, de simplicidade formal e funcional.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO DE SANT'ANA

O Mercado de Sant’Ana converteu-se num espaço imprescindível para a dinamização e fruição cultural. Para além da valorização do equipamento, a instalação de uma cobertura envidraçada no pátio interior do edifício veio proporcionar mais-valias fundamentais para a dinamização sociocultural do espaço. Esta intervenção permitiu alargar as suas valências e o seu período de utilização, possibilitando a sua fruição de uma forma mais ampla e por mais públicos, estimulando a criação e produção artísticas. Esta obra permitirá criar o Mercado das Artes, reforçando o seu papel no centro histórico de Leiria, como pólo dinamizador fundamental da vida social e cultural da cidade, incrementando o desenvolvimento de novas parcerias e novos públicos.

clique na foto para ampliar
 

PAVILHÃO DESPORTIVO SOUTO DA CARPALHOSA

A construção do Pavilhão Polidesportivo do Souto da Carpalhosa abrangeu um vasto conjunto de trabalhos: limpeza do terreno, estrutura em betão armado, cobertura em painéis “sanduíche”, guarnição de vãos, acabamentos gerais, equipamentos de apoio, redes de água, esgotos, elétrica, telefónica, gás e equipamentos de segurança contra riscos de incêndio. Os arranjos exteriores incluíram muros em alvenaria e muros de suporte, passeios e mobiliário urbano, estacionamentos, iluminação pública, redes de águas residuais domésticas e pluviais, e arranjo paisagístico das zonas verdes. Relativamente à envolvente, foram requalificados os arruamentos que lhe são confinantes a Sul e Nascente, e foi construído um segundo parque de estacionamento para 37 veículos. Todas as infraestruturas viárias foram dotadas de rede de drenagem de águas pluviais.

clique na foto para ampliar
 

PRAIA DE PEDRÓGÃO

Procedeu-se à reparação de todos os passadiços existentes no areal da Praia do Pedrógão, inclusivamente daqueles que são propriedade da Administração da Região Hidrográfica do Centro, zelando pelo melhor interesse dos utilizadores da Praia. Os trabalhos incidiram na renovação de pavimentos de madeira e corda, colocação de escadas no término dos passadiços e criação de rampa de acesso a deficientes ao estrado onde se encontra colocada a Biblioteca. Estas intervenções mantiveram o aspeto estético dos passadiços e permitiram que estes continuem a desempenhar a sua função com maior eficiência e conforto para os munícipes, tendo em conta que estas estruturas são severamente fustigadas pela força do mar e vento e exigem uma manutenção permanente.

clique na foto para ampliar
 

PROGRAMA DE AÇÃO E ANIMAÇÃO

Para que o cidadão se possa envolver de uma forma esclarecida e consciente nos projetos que integram o PALOR, é fundamental delinear uma estratégia de marketing. Assim, torna-se necessário desenvolver canais de comunicação eficazes, que permitam ao munícipe estar sensível para a necessidade da adoção do programa, conhecer o programa e acompanhar a sua execução.

clique na foto para ampliar
 

RUA TENENTE VALADIM

A Rua Tenente Valadim apresenta um dos ex-líbris da cidade: a fonte barroca, designada como Fonte Grande ou, mais vulgarmente, das Três Bicas. A via apresentava um tráfego intenso, um considerável movimento de peões, e um perfil inadequado em termos de mobilidade global, com perfis generosos para a faixa viária em detrimento dos espaços pedonais. Tinha ainda inúmeras barreiras arquitetónicas. Integrada no PALOR, a intervenção permitiu o reordenamento do estacionamento longitudinal, bem como o alargamento de passeios, introduzindo a possibilidade de utilização de bicicleta. Procedeu-se à correção do pavimento viário, à criação de uma rede de águas pluviais, à correção de caldeiras e sinalética e à colocação de novo mobiliário urbano e arborização.

CONCELHO DA LOURINHÃ

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA ATALAIA

Com a finalidade de colmatar as actuais e futuras carências da oferta da educação pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico da rede pública, na freguesia de Atalaia, decorrentes do aumento demográfico que se tem vindo a registar nesta freguesia, este projecto centrou-se na ampliação do jardim de infância para integrar a valência do 1º ciclo do ensino básico, convertendo a sua tipologia para EB1/JI de Atalaia.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA LOURINHÃ

Considerada uma situação de prioridade muito elevada, a reconversão das antigas instalações da Escola Secundária em Escola Básica do 1.º Ciclo/ Jardim de Infância " Pólo da Lourinhã visou a criação dos seguintes espaços: 17 salas de aula para o 1.º Ciclo, 6 áreas para a Educação Pré-Escolar, 5 salas de actividades diversas, espaços de recreio coberto e descoberto, biblioteca escolar e refeitório.

CONCELHO DA LOUSÃ

clique na foto para ampliar
 

INOVAÇÃO E TECNOLOGIA NO ENSINO BÁSICO

O apetrechamento das salas do ensino básico com quadros interactivos, combinado com a rede de área local, foi mais um importante salto qualitativo que teve como objectivo dotar a comunidade educativa de equipamentos de apoio em termos de suporte informático e multimédia de apoio ao ensino, de referência e comprovada qualidade, numa estratégia de desenvolvimento pedagógico inovador e apelativo.

clique na foto para ampliar
 

VEÍCULO DE SOCORRO

Esta nova viatura, que vêm substituir a existente com mais de 30 anos de serviço, assume-se como uma importante “ferramenta” de suporte à atividade dos Bombeiros, nomeadamente em ações de salvamento e desencarceramento mas, também, em situações de outro tipo de resgate. Atendendo a que esta é uma viatura 4X4 terá, também, um papel importante no resgate de vítimas em zonas acidentadas, nomeadamente na Serra da Lousã.

clique na foto para ampliar
 

VILA DA LOUSÃ

Este projeto teve como objetivo a intervenção em infraestrutura rodoviária incluindo os trabalhos de pavimentação, movimentos de terras, construção de passeios, drenagem e sinalização horizontal e vertical, em eixo de ligação de primordial importância na mobilidade territorial de ligação à sede do Concelho.

CONCELHO DE MAÇÃO

clique na foto para ampliar
 

ORTIGA E RIBª DE BOAS EIRAS POR MONTE PENEDO

Com o objectivo de melhorar as acessibilidades e os transportes regionais e visando desencravar espaços mais marginas e promover uma maior integração municipal através da melhoria da conectividade entre as redes nacional e municipal, promovendo acessos mais rápidos e seguros aos eixos estruturantes, a presente intervenção vem requalificar 5.189 ml (cinco mil, cento e oitenta e nove metros) da EM 533 e 4.607 ml (quatro mil, seiscentos e sete metros) da EM 599, constituindo-se como percursos apetecíveis em alternativa à utilização nomeadamente da A23.

clique na foto para ampliar
 

ZONA INDUSTRIAL DE CARDIGOS

O presente investimento consistiu na execução das infraestruturas necessárias, nomeadamente rede viária, estabilidade - muros de suporte de terras, rede de abastecimento de águas, rede de drenagem de águas residuais domésticas e águas pluviais, infraestruturas eléctricas e de telecomunicações.

CONCELHO DE MANGUALDE

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE MANGUALDE

O presente edifício constituído por 8 salas de aula complementadas por duas salas para a expressão plástica, duas salas de trabalho, anfiteatro, biblioteca, salas de convívio para alunos, professores e pessoal não docente é para integrar na Escola EB 2,3 Ana de Castro Osório partilhando valências, como o refeitório, os espaços desportivos, etc. Desta forma, passarão a funcionar todos os níveis de educação, desde o pré-escolar até ao 3.º ciclo. Com a presente proposta de intervenção pretende substituir-se as antigas e degradadas instalações da EB1 da Carvalha, com alargamento da capacidade para acolhimento de alunos de freguesias vizinhas.

CONCELHO DE MANTEIGAS

clique na foto para ampliar
 

ÁREA DE LOCALIZAÇÃO PARA EMPRESAS LOCAIS

Este projeto pretendeu promover e fortalecer as PMEs existentes no Concelho de Manteigas, nomeadamente nos setores que visem a promoção e desenvolvimento de empresas, preferencialmente, relacionadas com energias renováveis, através do reforço da sua capacidade competitiva e da sua capacidade de criar valor económico e social nesta Região.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO INTERPRETATIVO DO VALE GLACIAR DO ZÊZERE

A criação do deste centro é uma aposta para a valorização do território, dando-o a conhecer aos visitantes, para que assim o possam apreciar e interessar-se pela sua preservação. O Centro Interpretativo do Vale Glaciar do Zêzere integra-se e desenvolve-se na antiga casa do Guarda-florestal da Fonte Santa e o seu espaço envolvente.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO INTERPRETATIVO E DE SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL

Constituiu objetivo geral do projeto a criação de um novo polo científico/turístico/pedagógico através da requalificação e recuperação do equipamento designado por “Antiga Fábrica do Rio”. A intervenção, para além de recuperar e revitalizar um espaço importante para a vila de Manteigas, proporcionará experiências inovadoras aos futuros visitantes e divulgará os benefícios do aproveitamento energético sustentável e renovável, sendo deste modo um contributo inestimável à transformação da consciência coletiva rumo à preservação da biodiversidade e ao travar das alterações climáticas.

clique na foto para ampliar
 

CIDADÃO MAIS PRÓXIMO

Este projeto teve como objetivo de dotar os colaboradores da autarquia com ferramentas e soluções que complementem as necessidades de informação.

CONCELHO DA MARINHA GRANDE

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA DOS GUILHERMES

O arruamento objeto de intervenção situa-se na Zona Industrial da Marinha Grande e consubstanciou a criação de uma via paralela à Estrada do Guilherme, tendo em vista a construção de um eixo que ligue a Marinha Grande a Leiria, junto à Freguesia de Maceira. A necessidade da execução deste projeto estava diretamente relacionada com o facto de esta ser uma zona de grande fluxo rodoviário, quer pelo número de empresas instaladas quer pelo número de pessoas que diariamente afluem àquela zona, acrescendo ainda o facto de esta ser a zona principal de acesso do concelho da Marinha Grande.

clique na foto para ampliar
 

FÁBRICA DA RESINAGEM

Este projeto pretendeu efetuar uma intervenção que visou a recuperação da Fábrica da Resinagem, situada no Centro Histórico abrangida por uma área de proteção do IGESPAR ligada ao Património Stephens, atribuindo-lhe uma função adaptada à atualidade. O objetivo principal da recuperação do edifício foi manter a sua imagem original, nomeadamente a sua volumetria e, no que foi possível, as suas fachadas, acentuando a relação com a envolvente, sendo mantidos e recuperados os acessos principais ao edifício que se ligam ao percurso pedonal circundante de forma a garantir uma vivência constante e um relacionamento com a Praça Stephens.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM CENTRAL STEPHENS

O Jardim Central Stephens encontra-se integrado no conjunto patrimonial da Fábrica - Escola Irmãos Stephens (FEIS), localizado no centro tradicional do aglomerado urbano da Marinha Grande, existindo registos históricos que identificam este espaço como jardim desde 1896. Trata-se de um espaço que assegura, de forma simultânea, funções de elemento aglutinador no que respeita aos edifícios circundantes e de espaço de distribuição de fluxos. Com a recuperação do Jardim Central Stephens, pretendeu-se promover o ordenamento da área, a sua utilização sustentada e disciplinar os actuais usos.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE URBANO DO VALE DO RIBEIRO

A integração do tecido urbano com o ambiente natural, através do Parque Urbano do Vale do Ribeiro, estrutura a relação entre o espaço edificado, o mar e a floresta. A requalificação paisagística e os equipamentos de apoio de novos e antigos campos de ténis diversificam o quadro de oferta turística e apoiam actividades.

clique na foto para ampliar
 

RUA DA INDÚSTRIA

O projeto de beneficiação da Rua da Indústria, iniciou-se no centro da vila de Vieira de Leiria terminando a intervenção no limite do concelho da Marinha Grande, junto à Ponte do Rio Lis, fazendo fronteira com o concelho de Leiria, sendo uma via estruturante de acesso entre os dois concelhos e uma das zonas de acesso à Praia do Pedrógão, procurando-se com este investimento a beneficiação de um arruamento que visa a melhoria da acessibilidade intra-regional.

clique na foto para ampliar
 

RUA NERY CAPUCHO E RUA BARROS GOMES

Situadas no centro da Zona Urbana da cidade da Marinha Grande, as Ruas Nery Capucho e Barros Gomes servem dois dos principais estabelecimentos de ensino da cidade: a Escola Básica 2/3 Guilherme Stephens e a Escola Secundária Calazans Duarte. A realização desta obra visou a requalificação destas vias, através da beneficiação da faixa de rodagem (com alargamento da plataforma), pavimentações, execução de passeios, criação de ciclovia e bolsas de estacionamento, remodelação das redes de abastecimento de água, saneamento e drenagem pluvial.

CONCELHO DA MEALHADA

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE PAMPILHOSA

Trata-se da criação, de raiz, de um Centro Educativo, dimensionado para acolher a totalidade da população escolar do 1ºCEB da Freguesia, com 10 salas de aula. Este centro educativo dispõe de espaços adaptados para as actividades de enriquecimento curricular, bem como uma biblioteca, espaço polivalente, refeitório e um espaço desportivo.

clique na foto para ampliar
 

LARGO DE S. MARTINHO EM ARINHOS

Este projeto consistiu na requalificação da zona central do lugar de Arinhos, e teve como principal objetivo reforçar a importância e centralidade do espaço, qualificar e dignificar o património construído existente e criar novas valências capazes de atrair e fixar a população local. Integrando elementos-chave: a capela, o tanque público e o freixo; a intervenção propõe a criação de uma praça multifuncional, capaz de promover o encontro intergeracional, de definir comportamentos de espaço público e de promover novas vivências e atitudes. Assim, o objetivo deste projeto consistiu na implantação, construção e revestimento vegetal dos espaços do Largo de S. Martinho em Arinhos, bem como o apetrechamento do espaço com mobiliário urbano e equipamento de recreio infantil e juvenil.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE DA CIDADE

Reabilitação dos edifícios existentes do Parque da Cidade de Mealhada inseridos na grande praça de recepção, adaptando-os à instalação de equipamentos complementares que visam intensificar as vivências de um parque urbano, e que passa pela criação de uma cafetaria, de uma cavalariça, de um restaurante, de um centro de documentação e educação ambiental, de um quiosque e de uma área administrativa.

clique na foto para ampliar
 

VILA DE LUSO

O projeto consistiu na requalificação da Zona Central da Vila Termal do Luso. Tratou-se de uma operação de qualificação urbana da vila termal do Luso, que pela sua singularidade, do ponto de vista turístico, se reveste da maior importância para o concelho e para a região. Este projeto é a 1ª fase de uma intervenção profunda na zona central do Luso, que consiste na valorização paisagística da Praça Emídio Navarro, espaço rodeado pelos principais elementos que diferenciam esta vila termal. Com esta intervenção, além de espaço de encontro e estadia, a Praça Emídio Navarro tornou-se num espaço de excelência, polivalente e multifuncional, aquilo que se pretende de um Centro Turístico, de lazer e bem-estar; acolhedor, atrativo e moderno mas mantendo a essência e a memória intemporal da praça.

clique na foto para ampliar
 

VIVEIROS FLORESTAIS E PARQUE URBANO

O projecto reconverteu os Viveiros Florestais de Mealhada em Parque Urbano da Cidade. Trata-se da valorização e qualificação ambiental de um espaço localizado no centro da malha urbana, na zona norte da cidade, com cerca de 15 hectares, que se encontrava degradado e votado ao abandono, através da promoção e renovação das funções e dos seus usos.

clique na foto para ampliar
 

ZONA INDUSTRIAL BAIRRADA/PEDRULHA

O projeto de criação da “Zona Industrial da Bairrada/Pedrulha” reveste-se de particular importância na dinamização da atividade económica do concelho e da região. A sua localização privilegiada, junto ao nó da A1, confere-lhe um potencial acrescido em termos logísticos. Ciente destas potencialidades, a autarquia pretende conferir prioridade às empresas do setor da logística e dos transportes. Este projeto contribuirá decisivamente para o incremento da competitividade do Município e da região, possibilitando um conjunto de benefícios extremamente importantes para a região, nomeadamente: criação de emprego, atração de novas empresas, desenvolvimento de novas competências a nível local e regional, diminuição dos custos associados à distribuição, logística e transporte na região.

CONCELHO DE MEDA

clique na foto para ampliar
 

BAIRRO DO VALE DO POMBO

O presente projeto pretendeu melhorar a qualidade de vida na Cidade de Mêda, constituindo-se como uma intervenção com grande impacto, tanto na vertente urbanística como na ambiental, conducente ao aumento da atratividade e da competitividade local e regional.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA MUNICIPAL CORISCADA-EN102

O projeto visou a retificação e o melhoramento do pavimento da Estrada Municipal existente, a qual se apresenta muito degradada e com más condições para satisfazer as necessidades atuais de circulação de quem é obrigado a utiliza-la.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO MUNICIPAL

O projeto do Mercado Municipal de Meda inseriu-se na necessidade de instalação de um espaço digno para o desenvolvimento das atividades económicas do concelho de Meda. A operação pretendeu intervir num espaço que era constituído por duas áreas distintas: uma edificada e uma segunda área, em terra batida.

clique na foto para ampliar
 

TERNAS DE LONGROIVA

Pretendeu-se com este projeto a execução de um sistema de aproveitamento geotérmico para climatização e otimização do sistema de gestão técnica de energia, para a maximização de eficácia dos equipamentos de climatização, aquecimento e arrefecimento de água mineral natural e aquecimento de águas sanitárias, assim como os sistemas de aquecimento e arrefecimento complementares, independentemente das necessidades de consumo de água mineral natural nos tratamentos.

CONCELHO DE MIRA

clique na foto para ampliar
 

NÚCLEO MUSEOLÓGICO DE MIRA

Este projecto implementou o Núcleo Museológico de Mira, que tem como objectivo a preservação do património, incluindo-o numa estratégia ao nível dos pólos museológicos. O Núcleo terá uma exposição permanente de arqueologia, arquitectura, ambiente e do espólio cultural e histórico do concelho e informação turística e cultural.

clique na foto para ampliar
 

PÓLO EDUCATIVO DA ZONA SUL

Trata-se da construção de um centro escolar, para servir as populações da zona sul do concelho (Ermida, Ramalheiro, Arneiro, Leitões, Cavadas e Lentisqueira), composto por um corredor central de acesso, salas de aula, de educação plástica, biblioteca, área de informática, uma zona destinada aos docentes, instalações sanitárias e uma cozinha que surge ligada ao refeitório/sala polivalente.

CONCELHO DE MIRANDA DO CORVO

clique na foto para ampliar
 

CASA DAS ARTES

Com a criação deste espaço físico pretendeu-se promover o intercâmbio cultural e diferentes manifestações artísticas, visando aumentar os níveis de qualidade de vida da população e constituir uma ação de intervenção/valorização urbana e do território. Este edifício alberga uma sala de espetáculos, destinada à realização de eventos no âmbito de atividades artísticas, realização de seminários para o desenvolvimento local e de encontros sociais e de inclusão social e salas destinadas à exposição de valores artísticos concelhios e de património identitário, promoção de produtos locais, pesquisa e novas tecnologias de informação e comunicação.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO MIRANDA DO CORVO

Trata-se de uma escola construída de raiz, completamente moderna e com equipamentos adequados a um ensino de qualidade. O novo centro dispõe de 12 salas para o ensino básico, mais 2 para o ensino pré-primário. Cada sala está preparada para cerca de 24 alunos. O edifício desenvolve-se em dois pisos, e dispõe de salão polivalente, cozinha, biblioteca, instalações sanitárias e gabinetes de apoio. No exterior existem espaços para hortas, campo de jogos, parque infantil, espaço de recreio e parque de estacionamento.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO MUNICIPAL

A remodelação do Mercado Municipal estruturou-se em torno de dois pontos-chave de intervenção: reestruturação funcional e de acabamentos no piso inferior e criação de nova valência no piso superior, um Centro de Experimentação de Negócios (CEN). A remodelação do interior passou por uma significativa alteração da zona das bancadas, através de nova distribuição e pela escolha dos materiais e desenho das bancadas adequado à função a desempenhar. Foram também realizadas intervenções ao nível das fachadas, galerias exteriores e passeios contíguos.

clique na foto para ampliar
 

PAVILHÃO MULTISERVIÇOS DE SEMIDE

A construção deste edifício localiza-se na sede da freguesia de Semide, numa área central, junto a um dos acessos privilegiados ao concelho, a EN-17.1. Esta intervenção dotou a freguesia e o concelho de uma infra-estrutura geradora de condições para a instalação de actividades económicas, pois proporciona um espaço destinado à troca de produtos, experiências e divulgação dos bens e produtos locais.

clique na foto para ampliar
 

QUINTA DA PAIVA

Valorização e qualificação ambiental de um local de grande beleza natural, onde várias espécies arbóreas e um pequeno curso de água emolduram um cenário de rara beleza paisagística. As intervenções centraram-se na construção de arruamentos, rede eléctrica, estacionamentos e frente do rio.

clique na foto para ampliar
 

RUA DR. CARLOS MOTA PINTO E CONSTRUÇÃO DA PRAÇA DR. FAUSTO CORREIA

O projeto situa-se num espaço público de ligação entre o novo interface do Metro de superfície, o centro da vila, a Quinta da Paiva (espaço de lazer) e a zona do Mercado Municipal. Esta intervenção teve como objetivos a promoção do bem-estar e contribuiu para dotar a Vila de equipamentos geradores de um ambiente facilitador do desenvolvimento socioeconómico local.

clique na foto para ampliar
 

RUA PORTO MOURISCO, LIGAÇÃO À RUA DR. CARLOS MOTA PINTO E ARRANJO URBANÍSTICO EM PORTO MOURISCO

Esta intervenção inclui a construção de passeios e requalificação do arruamento desde a Rua Mota Pinto, até à zona do Parque de Lazer da Quinta da Paiva. Na zona do Porto Mourisco, junto ao parque de autocaravanas foi criado um espaço ajardinado, que possibilita bons momentos de lazer. Este arruamento insere-se numa parte da vila que sofreu grandes obras de requalificação nomeadamente com a construção da Praça Fausto Correia, com as obras do interface do Metro Mondego e com a construção do novo Centro Educativo, que se encontra concluído. O arruamento faz a ligação da zona mais urbana e habitada da vila ao Parque de Lazer da Quinta da Paiva, que se assumiu como zona de lazer de referência em toda a região.

CONCELHO DE MONTEMOR-O-VELHO

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE MONTEMOR-O-VELHO

Este projecto criou um edifício destinado a comportar alunos do Pré-Escolar e 1º CEB das freguesias de Abrunheira, Reveles, Ereira, Gatões, Montemor, Quinhendros e Moinho da Mata.

clique na foto para ampliar
 

RELVADOS SINTÉTICOS DE ARAZEDE E CARAPINHEIRA

Este projecto visa dotar as freguesias de Arazede e da Carapinheira com um equipamento desportivo que promova o desporto de pequena escala e de proximidade. A construção dos relvados situa-se dentro do recinto das instalações do Clube Desportivo "Carapinheirense", na freguesia da Carapinheira e no recinto das instalações do Clube Desportivo "Os Águias", na freguesia de Arazede.

CONCELHO DE MORTÁGUA

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE MORTÁGUA

Este projecto consiste na construção de um Centro Educativo com 23 salas de aula, com capacidade total para 552 crianças, em que 360 serão do 1º ciclo do ensino básico e 192 da educação pré-escolar. Pretende-se que o mesmo centralize variadas funções, tanto de âmbito educativo e formativo como sociais, lúdicas e culturais, proporcionando à população dos grupos etários correspondentes a utilização global de recursos físicos em condições de igualdade de acesso.

CONCELHO DE MURTOSA

clique na foto para ampliar
 

ARQUIVO MUNICIPAL

Reconhecendo o valor patrimonial da Casa Tavares Gravato, a Câmara Municipal da Murtosa decidiu recuperou-a com vista à instalação do Arquivo Municipal. Esta intervenção visou não só recuperar as qualidades arquitectónicas e as características construtivas do edifício, como adaptá-lo a uma nova realidade programática. As instalações, ao mesmo tempo que preservam a memória de um edifício histórico, apresentam um grau de conforto e funcionalidade que vão ao encontro das necessidades associadas a um arquivo.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA SALDIDA

Conjuntamente com o edifício do Pré-Escolar da Torreira, o Centro Escolar da Saldida constituiu a materialização da primeira fase da carta educativa da Murtosa. Tendo como envolvente o Parque Municipal da Saldida, uma das áreas mais nobres do Concelho da Murtosa, o novo Centro Escolar possui 3000 m2, que albergam 9 salas de atividades para o primeiro ciclo e 3 para o jardim de infância, um conjunto de outra salas para ações especificas, para além de uma biblioteca, copa e refeitório, sala para os alunos, sala para professores, sala para atendimento aos encarregado de educação, instalações sanitárias diferenciadas por sexos e faixas etárias, acessibilidades a pessoas com mobilidades condicionada e um edifício complementar.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE MUNICIPAL

O projeto contempla as seguintes infraestruturas: colocação de um telheiro, cobrindo mesas na área destinada a lazer, junto às churrasqueiras e sanitários existentes; anfiteatro junto ao palco existente, tornando-o num espaço mais adequado à prática de eventos culturais ao ar livre; parque geriátrico junto ao passeio/alameda, numa área central e de fácil acesso para a prática de exercício físico livre e espontâneo; passeios e percursos pedonais, amplamente arborizados, que permitirão usufruir de um espaço natural.

clique na foto para ampliar
 

PORTA DE ENTRADA DA RIA

Este equipamento assume-se como uma verdadeira porta de entrada, uma característica evidente, desde logo, pela sua localização geográfica, na confluência da EN 109-5 com a Avenida da Cidade de Newark, na zona dos Adeixos, que constitui o principal eixo viário de acesso ao centro da vila da Murtosa. Para além disso, a porta de entrada, pelos serviços que oferece, pretende ser o primeiro ponto de contacto do visitante com a Murtosa e com a Região.

clique na foto para ampliar
 

PRÉ-ESCOLAR DA TORREIRA

Construído dentro do atual perímetro da Escola Básica Integrada da Torreira, a poente do edificado existente, o edifício tem capacidade para 4 turmas do Pré-Escolar. O projeto foi pensado por forma a garantir o estabelecimento de ligações cómodas e seguras aos edifícios existentes, permitindo, desta forma, o acesso dos alunos do Pré-Escolar às valências oferecidas pela EBI da Torreira.

CONCELHO DA NAZARÉ

 

Neste Concelho a obra ainda está a nascer.

CONCELHO DE NELAS

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE NELAS

O edifício foi implantado num terreno com cerca de 10.000 m2 e terá cerca de 3.500m2 de construção. Com quinze salas destinadas ao 1º ciclo e quatro ao ensino pré-escolar, esta escola pretende acolher uma população de 475 crianças (375 do 1º ciclo e 100 do ensino pré-escolar), sendo que o refeitório terá capacidade para servir uma refeição por dia a cada criança. A escola tem valências que se destinam à utilização comum, como sejam: sala polivalente/ginásio, refeitório e dois recintos desportivos exteriores.

clique na foto para ampliar
 

ROTUNDA DAS EIRAS - EN 234

O projeto contemplou a construção da Ligação da rotunda das Eiras à EN 234. O seu objetivo principal consistiu em retirar o trânsito nacional da maior zona de equipamentos de Nelas e garantir melhores condições de segurança aos seus utilizadores. A realização deste projeto permitiu a resolução dos problemas descritos e ainda melhorar a qualidade do trânsito rodoviário de caráter nacional Coimbra-Mangualde, que ao longo do trajeto, apenas em Nelas se deparava com este tipo de obstáculos.

clique na foto para ampliar
 

VARIANTE DE NELAS

A variante à E.N. 234, em Nelas, estabelece a ligação entre a E.N. 234 e a E.N. 231 e foi dotada de várias rotundas concebidas para permitir a construção de vias de penetração no interior de Nelas. Esta via encontrava-se bastante degradada, pelo que executou-se saneamento do pavimento nas zonas mais afetadas, de maneira a conseguir-se uma drenagem eficiente e a repavimentação na sua totalidade já que o pavimento estava fissurado em toda a sua extensão.

CONCELHO DE ÓBIDOS

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DO CASAL DO ALVITO

Este Complexo Escolar concentra a Educação Pré-Escolar e o Primeiro Ciclo do Ensino Básico. Possui uma área de 6.480 m2 e uma capacidade escolar até 400 alunos, contendo um pavilhão gimnodesportivo, um anfiteatro e espaços exteriores envolventes. Encontra-se localizado num terreno de alto valor paisagístico e ambiental com vista para a barragem do rio Arnóia.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DO FURADOURO

O Complexo Escolar do Furadouro é composto por 12 salas do 1.º CEB, cinco salas do pré-escolar, biblioteca, polivalente/refeitório, sala de professores, cozinha, instalações sanitárias e espaços exteriores. Este projecto concentra a educação pré-escolar e do 1º CEB das freguesias de Olho Marinho, Amoreira, Vau e Sobral da Lago.

clique na foto para ampliar
 

ESPAÇO DE PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO E CRIATIVIDADE

O EPIC – Espaço para Promoção da Inovação e Criatividade foi transformado no epicentro da estratégia criativa de Óbidos, nomeadamente na componente da comunicação estratégica, utilizando a localização privilegiada, à entrada da vila. O EPIC é composto pelo Balcão da Criatividade, Espaços Criativos, Co-Working e Showroom. Com a reabilitação total deste edifício, Óbidos reforça a mudança económica, social e cultural, através da criatividade, assente numa nova atitude.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DE INFÂNCIA DE GAEIRAS

Requalificação do jardim de infância de Gaeiras, com 3 salas de pré-escolar com uma sala polivalente, uma sala de refeições/polivalente que dê resposta ao número de crianças e um gabinete para a equipa técnica. A proximidade e requalificação destes equipamentos educativos (creche, jardim de infância e complexo escolar) promoverão um maior sucesso educativo, através de uma aprendizagem sequencial, programada e acompanhada ao longo dos diferentes níveis de escolaridade.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DE INFÂNCIA DE ÓBIDOS

Após a conclusão dos Complexos Escolares do Furadouro e do Alvito que, em conjunto com o Complexo Escolar dos Arcos (em funcionamento desde Setembro de 2008) e a Escola Sede (EB 2,3/S Josefa de Óbidos), asseguram todo o ensino básico, secundário e profissional, nas zonas limítrofes destes centros educativos tornou-se necessário, conforme a Carta Educativa, requalificar os estabelecimentos de educação pré-escolar. No Jardim-de Infância de Óbidos foram criadas condições para a componente de apoio à família, através da construção de uma sala polivalente/refeições.

clique na foto para ampliar
 

PRAIA DO BOM SUCESSO

O projeto constitui uma iniciativa de âmbito autárquico com a finalidade de se constituir como praia balnear, estabelecendo um regime de utilização e ocupação desta área de forma a assegurar a coexistência da sua fruição em condições de segurança, qualidade e conforto, com a proteção dos sistemas naturais. Requalificaram-se os atributos paisagísticos e ambientais da área, assim como se possibilitou o acesso à praia a pessoas com mobilidade reduzida.

CONCELHO DE OLEIROS

clique na foto para ampliar
 

ESTALAGEM DE SANTA MARGARIDA

A intervenção junto à zona envolvente da Estalagem de Santa Margarida na Vila de Oleiros, junto à ribeira da Vila, vem valorizar esse espaço criando uma zona verde aprazível. Desta forma, o Município pretendeu criar um espaço de lazer que vem trazer mais-valias à sustentabilidade de uma nova infraestrutura municipal e simultaneamente potenciar a criação de um corredor verde que possa servir toda a população atualmente tão desligada deste bem natural que é a sua Ribeira.

clique na foto para ampliar
 

FILARMÓNICA OLEIRENSE

O edifício que albergará a nova sede da Sociedade Filarmónica Oleirense é um dos imóveis notáveis do Centro Histórico da Vila de Oleiros, o qual se encontrava devoluto. A antiga Casa de S. José, agora requalificada, passa a albergar a centenária Sociedade Filarmónica, fundada no ano de 1894, sendo por conseguinte uma das instituições mais antigas no Concelho e também no próprio Distrito. A referida coletividade compreende a banda filarmónica, contendo cerca de 50 executantes e uma escola de música onde são lecionadas aulas de guitarra, órgão e acordeão.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DE INFÂNCIA DE OLEIROS

O jardim de infância de Oleiros, está implementado num terreno contíguo à atual escola C+S e nas proximidades da Escola Primária de Oleiros. A construção do imóvel vem assim satisfazer uma necessidade urgente, uma vez que na sua situação atual o concelho de Oleiros regista, no que diz respeito ao ensino pré-escolar, uma oferta muito inferior à procura e prevendo-se para os próximos anos o seu incremento.

clique na foto para ampliar
 

PAÇOS DO CONCELHO

Esta operação de requalificação da zona envolvente aos paços do concelho contemplou a criação de espaços de lazer que para além da introdução de material urbano, considerou ainda a intervenção de sombras de árvores e de um espelho de água que ajude no enquadramento do edificado. A presente requalificação contemplou ainda a incorporação de novos canteiros com arbustos, relva e flores, dando mais vida ao espaço, assim como uma nova verticalidade, através da introdução de novas espécies arbóreas, o que vem também conferir uma maior biodiversidade ao lugar.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE DESPORTIVO DE OLEIROS

Trata-se da construção de um Parque Desportivo e de Lazer junto às Piscinas Municipais, ao Pavilhão Desportivo Municipal e ao Campo de Futebol. Compõe-se por um campo de ténis com pavimento em betão poroso vedado com rede metálica, por um campo de futebol de 5 em relva sintética e por um circuito de manutenção, com piso em betão betuminoso. O espaço restante é constituído por calçada e por uma área verde arborizada na qual está implantado o circuito de manutenção.

CONCELHO DE OLIVEIRA DE FRADES

clique na foto para ampliar
 

ZONA INDUSTRIAL

Este projeto teve como objetivo a execução de um conjunto de trabalhos que serão executados essencialmente ao nível das rodovias e instalação de infraestruturas no subsolo.

CONCELHO DE OLIVEIRA DO BAIRRO

clique na foto para ampliar
 

BIBLIOTECA E AUDITÓRIO DE OIÃ

O projecto do Auditório e Biblioteca de Oiã pretende conciliar a cultura com os espaços lúdicos e de lazer, assim como promover um espaço de cariz informático, formativo e associativo. Pretende-se com este edifício multifuncional uma participação da população, desde os mais novos passando pelos adultos, incluindo os idosos e não esquecendo todos aqueles com mobilidade reduzida.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE OLIVEIRA DO BAIRRO

Este centro escolar situa-se numa das duas freguesias onde se prevê uma maior concentração da população do concelho ao longo dos próximos 30 anos. A sua construção tem como objectivos a frequência de uma escola com uma qualidade arquitectónica e funcional superior, mais adaptada às actuais necessidades provenientes dos novos modelos educativos; a utilização de sistemas energéticos e de climatização que visam proporcionar maior conforto aos seus utilizadores; a melhor qualidade ambiental pela existência de galerias internas, com espaço verde.

clique na foto para ampliar
 

NOVA ALAMEDA DA CIDADE

A operação visou a regeneração do troço urbano da antiga Estrada Nacional 235, eixo vital e estruturante da cidade de Oliveira do Bairro. Os trabalhos contemplaram a reconstrução de infraestruturas públicas de abastecimento de água, drenagem de águas pluviais e residuais, eletricidade, iluminação e telecomunicações, a execução de lugares de estacionamento, passeios, ciclovias, pavimentação e equipamentos de sinalização e segurança rodoviária, criação/reabilitação de seis espaços de lazer e a colocação de ilhas ecológicas.

clique na foto para ampliar
 

RUA DE SÃO SEBASTIÃO

O projecto contempla a beneficiação de um arruamento (numa extensão aproximada de 580m), o alargamento da plataforma, a construção de passeios e estacionamentos, bem como a abertura de novo arruamento (numa extensão aproximada de 133m) de acesso à Rua dos Colégios (antiga EN235, futura Alameda da Cidade). Pretende-se com estas intervenções a melhoria das acessibilidades ao Parque Desportivo e ao novo Centro Escolar de Oliveira do Bairro.

CONCELHO DE OLIVEIRA DO HOSPITAL

clique na foto para ampliar
 

BIBLIOTECA MUNICIPAL

A construção da Biblioteca Municipal efetuou-se através da remodelação da antiga Casa dos Magistrados de Oliveira do Hospital, tendo o projecto incluído o seu apetrechamento ao nível do mobiliário e estanteria, do software aplicacional de gestão de bibliotecas, do equipamento informático e software base e da coleção inicial de livros e material multimédia. A construção da biblioteca permitiu melhorar o acesso à informação e documentação disponíveis por parte da população, bem como majorar a participação em atividades culturais, até então dificultada devido à falta de condições para o efeito.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO DE ALDEIA DAS DEZ

Tratou-se de uma intervenção de requalificação urbanística no miolo urbano da povoação de Aldeia das Dez, em consonância com o plano de intervenção definido no respetivo Plano de Aldeia, tendo em vista a integração desta localidade na Rede de Aldeias de Xisto do Pinhal Interior.

clique na foto para ampliar
 

EB1/JI DE OLIVEIRA DO HOSPITAL

Este projecto remodelou e ampliou a EB 1/JI de Oliveira do Hospital, com a construção de mais três salas de aulas com espaço integrado de educação plástica, um refeitório/sala polivalente, uma biblioteca, instalações sanitárias, gabinete de trabalho dos professores, diversas áreas e arranjo do recinto escolar.

clique na foto para ampliar
 

EM 504 ENTRE LAGARES DA BEIRA E LIMITE DO CONCELHO

Beneficiação e rectificação de dois troços de rede viária municipal numa extensão de 5,81 km, incluindo a execução de rede de coletores de águas pluviais e residuais, drenagem, pavimentação, obras acessórias e equipamento de segurança, de forma a assegurar a circulação em melhores condições. Foram ainda previstas correções ao nível do traçado e da altimetria, disponibilizando às populações de Lagares da Beira e Meruge melhores condições de acesso às cidades de Oliveira do Hospital e de Seia.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA DO VALE DO ALVA - ALDEIA DAS DEZ / VALE DE MACEIRA

A beneficiação do traçado da estrada entre Aldeia das Dez e Vale de Maceira proporcionou à população da freguesia de Aldeia das Dez melhores condições de acesso aos centros urbanos, aumentando de forma significativa as condições de segurança de quem circula na via. Permitiu ainda promover as atividades ligadas à indústria do turismo, potenciadas pela localização privilegiada da zona de intervenção.

clique na foto para ampliar
 

LARGO RIBEIRO DO AMARAL E REQUALIFICAÇÃO DA AVENIDA 5 DE OUTUBRO

Consistiu na reabilitação da zona central da cidade, que inclui o Largo Ribeiro do Amaral e alguns arruamentos adjacentes. Permitiu a renovação das infra-estruturas básicas, a reordenação do estacionamento e a valorização da circulação pedonal, disponibilizando ainda novos espaços de estacionamento subterrâneo e aumentando a atractibilidade do espaço público através da criação de um parque infantil moderno e convidativo e de uma cafetaria no espaço adjacente.

clique na foto para ampliar
 

PRAIA FLUVIAL DA ILHA DO PICOTO – AVÔ

A intervenção incidiu no espaço compreendido entre a Ponte sobre o Rio Alva e a Ponte sobre a Ribeira de Pomares, junto à Praia Fluvial da Ilha do Picoto, em Avô, incluindo a Av. Brás Garcia de Mascarenhas, o Largo Brás Garcia de Mascarenhas e dois arruamentos adjacentes.

clique na foto para ampliar
 

QUIOSQUES MULTIMÉDIA DE EXTERIOR E DE EQUIPAMENTOS DE RECOLHA

O projeto diz respeito à valorização da área de intervenção do projeto principal, relacionado com a Requalificação Urbanística do Largo Ribeiro do Amaral e artérias adjacentes. Permitiu proceder à instalação de quiosques multimédia de exterior, tipo mupies, destinados á divulgação das atividades e eventos da iniciativa da Câmara Municipal ou de informação institucional relevante; e a instalação de equipamentos enterrados para recolha de RSU valorizáveis, com a colocação de kits constituídos por 3 contentores, e para recolha de lixos indiferenciados, com a colocação de 15 contentores enterrados.

clique na foto para ampliar
 

REQUALIFICAÇÃO URBANÍSTICA DA AV. D. MANUEL I E AV. NOVA

O presente projeto teve como objetivo a realização de obras e instalação de equipamentos visando a requalificação da Av. D. Manuel I, em Ervedal da Beira, desde o entroncamento com a ER 230 e o Largo Coronel Osório Cruz, bem como do Jardim do Coreto.

CONCELHO DE OURÉM

clique na foto para ampliar
 

AVENIDA D. JOSÉ ALVES CORREIA DA SILVA

Este projeto incluiu as componentes relativas a: aquisição de terrenos, requalificação da avenida e construção do Posto de Atendimento a Turistas na Avenida. Este projeto consistiu numa profunda intervenção de regeneração do espaço urbano da Cova de Iria, declarada como Área Crítica de Recuperação e Reconversão Urbanística, nomeadamente no espaço entre a Passagem Desnivelada e as Rotundas Norte e Sul na Av. D. José Alves Correia da Silva, numa extensão de aproximadamente de 1500 metros. O projeto teve como principal objetivo melhorar profundamente a acessibilidade à cidade e ao Santuário de Fátima, em particular, a fluidez do trânsito, o ordenamento do estacionamento e a harmonização dos usos pedonal, ciclável e automóvel.

clique na foto para ampliar
 

CASA DO ADMINISTRADOR

O projecto diz respeito à readaptação de uma casa antiga, propriedade do Administrador de Vila Nova de Ourém, Artur Oliveira Santos, com vista à transformação deste edifício em Núcleo Museológico.O concelho fica assim com uma infra-estrutura permanente, vocacionada para o estudo, a divulgação e a promoção da identidade local, visando prestar um conjunto de serviços culturais acessíveis a todos os cidadãos na sua formação, fruição e iniciativa.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR BEATO NUNO

O crescimento sócio-económico da cidade de Fátima determinado pelo fator Turismo Religioso e por consequência o aumento crescente da fixação de pessoas nesta cidade, tem originado também uma maior concentração de alunos, cujos atuais estabelecimentos não têm capacidade para acolher tantos alunos. Este Centro Escolar tem uma capacidade total para 75 alunos do Pré-Escolar e 192 alunos do 1ºCiclo do Ensino Básico.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE OURÉM

O Centro Escolar de Ourém é composto por 8 salas do 1ºCiclo do Ensino Básico, 3 salas do ensino pré-escolar e espaços comuns. Este projeto veio contribuir para a dinamização da gestão da rede de escolas no concelho, otimizando a utilização dos recursos adstritos ao setor da educação, mas também para melhorar as condições físico-pedagógicas dos equipamentos escolares municipais e promoção do sucesso escolar dos alunos.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR NOSSA SENHORA DAS MISERICÓRDIAS

Este projeto concretizou a construção de um novo edifício escolar composto por 8 salas para o 1º Ciclo do Ensino Básico, 3 salas para o ensino pré-escolar e respectivos espaços de apoio. A construção do Centro Escolar irá servir a população escolar da freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias, oferecendo melhores condições não só lectivas, mas também de recreio e de atividades complementares.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO MUNICIPAL DE PROTEÇÃO CIVIL

O presente projeto procura harmonizar de forma articulada a coordenação e distribuição dos meios afetos a cada corporação de bombeiros, rentabilizando-se assim recursos e potenciando a sua eficácia. Em termos de socorro pré-hospitalar, a criação do Centro Municipal de Protecção Civil, como unidade de despacho, permite garantir a gestão operacional dos três corpos de bombeiros, nomeadamente nas áreas de socorro e emergência, de forma a evitar o atraso e a concentração em excesso e desnecessária de meios.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA DO 1ºCEB DE COVA DA IRIA

O presente projeto contemplou a ampliação da Escola do 1º CEB da Cova da Iria para mais 4 salas para o 1ºCiclo do Ensino Básico, 3 salas do ensino pré-escolar e respetivos espaços comuns. A entrada em funcionamento do Centro Escolar Cova de Iria, contribui para a dinamização da gestão da rede de escolas no concelho, proporcionando melhores condições de estudo e lúdicas aos alunos da cidade de Fátima do concelho de Ourém. Com esta ampliação, a escola tem capacidade para integrar 192 alunos do 1º CEB e 75 alunos da Pré-Escolar.

clique na foto para ampliar
 

PRAIA FLUVIAL DO AGROAL

O projecto Requalificação do Agroal está inserido na Rede Natura 2000 e é caracterizado por uma área de múltiplos recursos naturais, onde se pretendeu identificar potencialidades de oferta ambiental e desenvolvimento turístico através da reabilitação das margens do Rio Nabão, praia fluvial e piscina, visando desta forma o aproveitamento e rentabilização dos recursos naturais endógenos. As principais acções realizadas centraram-se na requalificação dos espaços exteriores e na construção de um parque de estacionamento.

CONCELHO DE OVAR

clique na foto para ampliar
 

AVENIDA DA PRAIA

O projeto requalificou o traçado da avenida, privilegiando os peões, com a inserção de percursos pedonais, uma ciclovia (em ambos os sentidos), e arborização. Contemplou ainda uma intervenção ao nível das infraestruturas e da iluminação pública. A ideia fundamental deste projeto foi o de tirar o maior proveito da avenida, transformando-a num local agradável e de socialização, para ser usufruído por condutores e peões, na ligação entre a praia e o centro da freguesia de Esmoriz, renovando e requalificando o espaço urbano. A Avenida da Praia de Esmoriz integra a rede de ciclovias e ecopistas do concelho de Ovar que contempla cerca de 43 km de extensão.

clique na foto para ampliar
 

CASA MUSEU JÚLIO DINIS

O Museu Júlio Dinis – Uma Casa Ovarense, com uma localização privilegiada no centro de Ovar, é um espaço cultural de inquestionável importância e qualidade que vem complementar e alargar a oferta cultural no território do concelho de Ovar e da região. Com a requalificação e a ampliação do Museu pretendeu-se preservar o espólio cultural e patrimonial ligado à figura de Júlio Dinis, garantindo um espaço de conhecimento e centro documental, e serviços educativos que constituem uma referência no contexto nacional.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE MACEDA

O Centro Escolar Maceda veio melhorar a qualidade do ensino e as condições para as atividades letivas e extracurriculares na freguesia de Maceda. Resulta da requalificação e ampliação da Escola Básica de Maceda, e insere-se no objetivo de requalificação e modernização do parque escolar, ao nível do ensino básico e pré-escolar. É um equipamento com novas valências e mais recursos educativos que garantem igualdade de acesso a espaços educativos.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DOS COMBATENTES

Projetado e concretizado para promover e contribuir para a qualidade do ensino, resulta de uma construção de raiz, sob a fachada e claustro da Escola Básica dos Combatentes, e insere-se no objetivo de requalificação e modernização do parque escolar, ao nível do ensino básico e pré-escolar. Com uma localização priveligiada, apresenta-se como um edifício de elevada qualidade arquitetónica, sendo também um edifício funcional de excelência, com caraterísticas singulares que o diferenciam e que permitem inúmeras valências.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO DE OVAR

No âmbito dos projetos materiais que integram o Programa das Parcerias para a Regeneração Urbana, entre obras de qualificação e beneficiação do espaço público do Centro Histórico de Ovar, foram concluídas importantes intervenções, com destaque para a beneficiação das Ruas Dr. Manuel Arala, Dr. Francisco Zagalo, João de Deus e do Casal, e as Ruas Moisés Lamarão e Luís de Camões, a renovação da Iluminação Pública do Centro de Ovar, bem como a consolidação das Margens do Rio Cáster e Ribeira da Nossa Senhora da Graça.

clique na foto para ampliar
 

FONTE DOS COMBATENTES

A reabilitação da Fonte dos Combatentes teve como principal objetivo a valorização de um elemento patrimonial de interesse cultural, integrado num complexo sistema hidráulico, constituído por um conjunto de canais e tanques subterrâneos sustentados pelas nascentes e minas, tendo permitido, assim, garantir a qualidade e fornecimento contínuo de água à Cidade de Ovar até meados do séc. XX

clique na foto para ampliar
 

FONTE JÚLIO DINIS

A reabilitação da Fonte Júlio Dinis teve como principais objetivos valorizar este elemento patrimonial de interesse cultural, integrado num complexo sistema hidráulico, constituído por um conjunto de canais e tanques subterrâneos sustentados pelas nascentes e minas, que permitiu garantir a qualidade e fornecimento contínuo de água até meados do século XX.

clique na foto para ampliar
 

ILUMINAÇÃO PÚBLICA DO CENTRO DE OVAR

Ao qualificar em termos de iluminação pública, o Parque Nossa Senhora Graça e o percurso pedonal que, ao longo das margens do Cáster, liga com o núcleo do Casal onde se localizam projetos relevantes, contribuindo para a criação de condições para estabelecimento de uma área multifuncional e espaço de animação social e cultural que terá reflexos ao nível da vertente económica.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO MUNICIPAL DE OVAR

Esta obra dotou o espaço de melhores condições higiénico-sanitárias, face às novas exigências e padrões de qualidade, aliando a preservação do património à inovação e ao desenvolvimento económico. Também visou a melhoria das condições de funcionamento e o seu redimensionamento face ao aumento esperado dos seus visitantes e utilizadores, e contemplou a requalificação do espaço feira, da praceta e acesso, do espaço talhos e dos passeios da envolvente e percursos da Ribeira Sra. da Graça e dos espaços de venda de peixe, produtos horto frutícolas e queijos.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE DO BUÇAQUINHO

A Ação de Qualificação Ambiental do Buçaquinho surgiu da necessidade de transformar um espaço devoluto, onde funcionava uma ETAR, entretanto desativada, num espaço que pudesse servir a população concelhia e supra – concelhia, refletindo-se num aumento da qualidade de vida da população.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE URBANO DE OVAR

A construção deste parque teve como principal objetivo reconciliar a cidade com o rio e valorizar toda a envolvente. Uma obra emblemática que transformou a relação das pessoas com a própria cidade e o seu património ambiental. Dotado de amplos espaços livres, relvados e arborizados, que se estendem nas margens do vale, acompanhando o rio. Tem também caminhos discretos que ligam elementos arquitetados como ruínas, na tradição dos parques românticos e que conferem uma expressão poética à paisagem.

clique na foto para ampliar
 

PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DE ÁGUAS PLUVIAIS

A pavimentação e drenagem de águas pluviais da Rua Irmãos Oliveira Lopes, em Válega, é um projeto estratégico e de cariz claramente supramunicipal e regional, e constituiu uma mais-valia fundamental, de referência no seio da Estratégia Municipal Integrada de Valorização do Território Municipal e de Valorização Ambiental, que determina a estruturação do desenvolvimento sustentável e a complementaridade com a mobilidade urbana. A intervenção veio permitir o ordenamento do trânsito, a criação de passeios e de baías de estacionamento, bem como, o melhoramento das condições de salubridade e saúde pública.

clique na foto para ampliar
 

PRAÇA DA REPÚBLICA E ARRUAMENTOS ENVOLVENTES

A requalificação da Praça da República e Arruamentos Envolventes teve como principal finalidade a qualificação de um espaço que desempenha um papel particular na formação da cidade. Foi um projeto de recuperação duma integração e identidade perdidas, e que importava reencontrar, sem deixar de enquadrar e acolher as exigências do tempo presente. Esta obra revitalizou e deu uma nova dinâmica a este espaço público, valorizando os peões e a sua relação com o espaço urbano. Todas as zonas pedonais foram ampliadas, nomeadamente através da criação de uma plataforma em frente aos Paços do Município. Em pleno século XXI, sob a perspetiva do desenvolvimento sustentável e de um salutar crescimento e reordenamento urbano, a Praça da República voltou às origens e assume-se como um espaço público de qualidade, por excelência.

clique na foto para ampliar
 

RIO CÁSTER E RIBEIRA DA NOSSA SENHORA DA GRAÇA

O objetivo principal da Consolidação das Margens do Rio Cáster e Ribeira Nossa Senhora da Graça entre as Ruas Elias Garcia e a Rua Ponte do Casal foi a valorização das margens e espaço público adjacentes a um troço do rio que atravessa o tecido urbano do centro da Cidade, funcionando não só como espaço de usufruto direto da população, mas também como ligação entre os espaços verdes propostos a Norte e a Sul (Parque Urbano de Ovar).

clique na foto para ampliar
 

RUA CIDADE DE PERNIK

A empreitada de beneficiação da Rua Cidade de Pernik (cidade Búlgara geminada com Ovar desde 1998) veio incrementar a qualidade de vida de todos os utilizadores deste arruamento estratégico, que faz a ligação à zona florestal e à Praia do Furadouro, um dos principais pontos turísticos do concelho de Ovar. Esta intervenção ao nível da rede viária e das infraestruturas, além de requalificar o espaço público e melhorar o ambiente urbano, também veio facilitar as condições de circulação e mobilidade numa zona urbana em expansão.

clique na foto para ampliar
 

RUA DA GRANJA E TRAVESSA DA GRANJA

A Rua da Granja é um arruamento estratégico que faz a ligação direta ao centro de S. João de Ovar, promovendo e facilitando a ligação a diversos e diversificados equipamentos e serviços da freguesia, tais como educação, saúde, comércio e lazer. A beneficiação da Rua da Granja e Travessa da Granja, em S. João de Ovar, é parte integrante de um plano de ações de reabilitação e qualificação dos espaços públicos de todo o concelho, e veio promover o movimento e a convergência de fluxos de pessoas, bens e serviços que são favoráveis ao desenvolvimento do concelho.

clique na foto para ampliar
 

RUA DE GONDESENDE - ESMORIZ

A beneficiação da Rua de Gondesende, em Esmoriz, é uma acessibilidade de elevada importância, na entrada da Freguesia de Esmoriz, servindo não só a população local, mas também as populações dos concelhos vizinhos que, entre outros períodos, na época balnear se deslocam para a Praia de Esmoriz. É uma via estruturante que veio facilitar a ligação da zona urbana à zona industrial, e também ao território dos concelhos vizinhos. Esta intervenção teve como objetivo principal a promoção da mobilidade, o equilíbrio com a valorização da qualidade de vida e estruturação global do território concelhio, onde espaços naturais e construídos se complementam.

clique na foto para ampliar
 

RUA DR. FRANCISCO ZAGALO

Este projeto teve como objetivos principais criar melhores condições de comodidade de circulação local e melhores condições de mobilidade, privilegiando os peões e a fruição do espaço público.

clique na foto para ampliar
 

RUA DR. MANUEL ARALA

A Beneficiação da Rua Dr. Manuel Arala teve principal objetivo a resolução dos problemas causados pelo mau estado do arruamento, aumentando a segurança e a comodidade da circulação no local e criando melhores condições de mobilidade, privilegiando os peões e a fruição do espaço público.

CONCELHO DA PAMPILHOSA DA SERRA

clique na foto para ampliar
 

ANTIGA RESIDÊNCIA DE ESTUDANTES

O projeto consistiu na remodelação do edifício localizado no Largo Dr. José Henriques da Cunha, anteriormente ocupado pela Residência de Estudantes, tendo-se instalado serviços destinados à população juvenil/estudantil, tais como posto de atendimento, feiras de emprego, workshop’s, exposições temporárias, ocupação de tempos livres, posto de exposição de artigos regionais e também a criação de uma “Ludoteca Criativa”, no sentido de criar um local atrativo e didático para os mais jovens. A solução apresenta um edifício de apoio que liga a cota mais alta – da estrada – à do largo já existente.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE DORNELAS DO ZÊZERE

O projeto consistiu na construção de um Centro Educativo para o 1º ciclo do Ensino Básico e Jardim-de-infância, em Dornelas do Zêzere. O estabelecimento tem capacidade máxima para 73 crianças, distribuídas por 2 salas de aula do 1º ciclo do ensino básico e uma sala de atividades do Jardim-de-infância. O edifício desenvolve-se em 2 pisos, devido à condicionante imposta pela topografia do terreno, com áreas administrativas, cozinha, refeitório, sala polivalente, ginásio e respetivas instalações de apoio.

clique na foto para ampliar
 

E.M. PORTELA DO FOJO /PADRÕES

A estrada a que se refere o presente projeto constitui uma via de comunicação com grande importância dentro da malha viária municipal, já que assegura a ligação entre as localidades de Portela do Fojo, Padrões e ligação à sede de Concelho, Pampilhosa da Serra. Os trabalhos executados prenderam-se com a drenagem, pavimentação e colocação de equipamentos de sinalização e segurança, aproveitando a orografia do terreno e garantindo um traçado com comodidade e segurança para este tipo de vias.

clique na foto para ampliar
 

ERA DIGITAL

O projeto permitiu a ligação com fibra ótica de diversos edifícios municipais e escolares. A ligação criou uma verdadeira «autoestrada digital», que proporciona rapidez e qualidade impar no acesso à Internet. As diversas instituições passaram a ter acessos mais rápidos e a possibilidade de aumentar significativamente o seu tráfego sem ver a rede congestionada. Os locais servidos são a Escola EBI de Pampilhosa da Serra, o Edifício Multiusos Monsenhor Nunes Pereira, o Museu Municipal, a antiga Residência de Estudantes, o Anfiteatro ao Ar Livre e o Edifício dos Paços do Concelho.

clique na foto para ampliar
 

ESPAÇO ENVOLVENTE À ESCOLA BÁSICA

O projeto contemplou a requalificação de um espaço degradado contíguo à EBI de Pampilhosa da Serra, que se desenvolveu fundamentalmente em três linhas de ação: criação de um percurso de circulação pedonal que liga a Escola à zona do Mercado; criação de várias áreas de estadia e de recreio passivo dotadas de wireless e equipamento de informação municipal; criação de um enquadramento paisagístico sustentável e capaz de atribuir ao espaço um elevado perfil de qualidade, conforto e segurança.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU MUNICIPAL

Este projeto englobou três componentes: requalificação do Edifício do Museu Municipal, que abrangeu a parte respeitante à obra e a criação de condições de acessibilidade; aquisição e instalação de equipamento audiovisual, interativo e elementos gráficos e aquisição e instalação de mobiliário expositivo, que contemplou a aquisição e instalação de todo o mobiliário necessário à montagem do processo expositivo em cada um dos espaços definidos no projeto.

clique na foto para ampliar
 

REDE ESCOLAR DE INFRA-ESTRUTURAS TECNOLÓGICAS

A implementação do presente projeto, permitiu o aproveitamento de sinergias entre as comunidades do espaço educativo, através da introdução de novos TIC e de equipamentos tecnológicos, melhorando a eficiência e eficácia do sistema educativo local, tornando mais fácil, rápido e a menores custos o acesso e circulação da informação. O projeto contemplou a aquisição de equipamentos informáticos para serem instalados em locais frequentados pela população estudantil, bem como a criação de uma intranet com funcionalidades e potencialidades diversas.

clique na foto para ampliar
 

RIO UNHAIS

Este projecto, localizado nas margens do Rio Unhais, na vila de Pampilhosa da Serra, assenta na criação de um percurso temático ao longo das margens do rio.A intervenção procura que sejam os elementos naturais e pré-existentes a desenhar o espaço, dignificando a área e fazendo faz dela um ponto de interesse para a população da Pampilhosa da Serra e para os seus visitantes. As poucas infra-estruturas construídas destinam-se ao apoio ao uso da praia fluvial (bar, balneários, chuveiros, instalações sanitárias).

clique na foto para ampliar
 

VIDUAL DE CIMA

A estrada construída constitui uma via de comunicação com grande importância dentro da malha viária municipal, já que assegura a ligação da parte Norte com a sede de concelho, fazendo variante à localidade de Vidual de Cima. Além do interesse municipal também representa um enorme melhoramento na ligação do alto concelho a Coimbra, sede de distrito e a parte do concelho do Fundão e Covilhã Esta via possui um traçado novo e contemplou a abertura, pavimentação, execução de órgãos de drenagem, equipamentos de segurança e sinalização.

clique na foto para ampliar
 

WIRELESS

Com a instalação desta rede, o Município, potenciou a atratividade e a competitividade da vila, colocando-a em sintonia com a Sociedade da Informação e do Conhecimento. Este circuito visa ainda criar um ambiente favorável ao desenvolvimento e crescimento económico, promover o uso generalizado da Internet e combater a info-exclusão. As 6 zonas wireless foram as envolventes dos seguintes equipamentos/edifícios: Residência de Estudantes, Escola EBI de Pampilhosa da Serra, Edifício Multiusos, Edifício Sede do Município, Museu Municipal e Antiga Residência de Estudantes.

CONCELHO DE PEDRÓGÃO GRANDE

clique na foto para ampliar
 

CASA MUNICIPAL DA CULTURA

Este projeto tratou da reabilitação dum espaço existente no núcleo histórico da Vila de Pedrógão Grande, que serviu de sede à antiga Casa do Povo. Este espaço consiste numa sala polivalente para todo o tipo de espetáculos e atividades socioculturais e, uma zona de serviços e de exposições artísticas. Trata-se de um equipamento até agora inexistente no concelho de Pedrógão Grande, que poderá também servir populações de concelhos vizinhos e de grande proximidade à Vila de Pedrógão Grande (Góis, Pampilhosa da Serra e Sertã).

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO

Este projeto afirma-se como uma estratégia fundamental no âmbito da valorização do território e ambiente urbano, assentando na valorização da existência de um edificado de interesse histórico e patrimonial, classificado pelo IGESPAR como Monumento Nacional (a Igreja Matriz de Pedrógão Grande) e de Interesse Público (o Pelourinho) como fator estratégico. Numa perspetiva de promoção da cultura e da criatividade local, pretendeu-se promover este espaço como um palco para o convívio social, a dinamização cultural e a atração de residentes e visitantes que utilizem este espaço de forma criativa.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO

A 2.ª fase da recuperação e reabilitação urbana do centro histórico da Vila de Pedrógão Grande consiste na requalificação da zona central de Pedrógão Grande e algumas artérias que ligam precisamente a área da requalificação urbana já aprovada (1ª Fase). Permitindo uma maior uniformidade ao nível da transição entre a área intervencionada e as ruas adjacentes. Esta zona atualmente já possui acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida e possui mobiliário urbano, sendo uma das zonas mais movimentadas do centro histórico a nível pedonal.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DE INFÂNCIA E ESCOLA DO ENSINO BÁSICO DE PEDRÓGÃO GRANDE

Construção do Jardim de infância e Escola do Ensino Básico de Pedrógão Grande. A zona específica de aulas inclui duas salas para jardim de infância e quatro para o 1º Ciclo do Ensino Básico.

clique na foto para ampliar
 

VARIANTE A VILA FACAIA

A construção da variante a Vila Facaia tem um alcance para além da área do município, que permitiu melhorar as condições de circulação, aumentar as condições de segurança, reduzir o tempo médio de deslocação, beneficiar a dinâmica económica da região e garantir um padrão de qualidade e conforto adequado aos atuais desafios. A construção desta via permitiu ligar os concelhos de Pedrógão Grande a Castanheira de Pera, a partir do nó do IC8, contribuindo para um melhor escoamento de tráfego entre estes concelhos.

CONCELHO DE PENACOVA

clique na foto para ampliar
 

BIBLIOTECA MUNICIPAL E CENTRO CULTURAL

Este projecto originou a construção de um edifício para biblioteca municipal, auditório e parque de estacionamento. O auditório tem lotação para 200 pessoas e engloba espaços de apoio. O estacionamento tem capacidade para quarenta lugares. O edifício encontra-se no novo pólo de desenvolvimento urbano da Vila de Penacova, junto às Piscinas Municipais, próximo da escola secundária e da EB23, para além de comércio e habitação e onde se prevê a instalação do palácio da justiça e da central de camionagem.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA BÁSICA DO 1º CICLO DE PENACOVA

Este projecto consiste na construção de um Edifício Escolar para o 1º ciclo do ensino básico. O edifício desenvolve-se em três pisos, estando organizado em várias zonas funcionais: 1 º ciclo do ensino básico, núcleo central e ginásio. O núcleo central centraliza as funções administrativas, átrio principal, cozinha, refeitório e sala polivalente de apoio à EB1. A zona da EB1 funciona em dois pisos e alberga dez salas de aulas, quatro salas para o enriquecimento curricular e biblioteca.

CONCELHO DE PENALVA DO CASTELO

clique na foto para ampliar
 

PISCINA EXTERIOR DE PENALVA DO CASTELO

Construção de uma piscina municipal exterior com capacidade na ordem dos 400 m3 de água e uma profundidade que varia entre 1,40 e 2,20 metros. Com a execução deste projecto é disponibilizado à população em geral e visitantes de Penalva do Castelo um conjunto de serviços, no âmbito da aprendizagem, do aperfeiçoamento e do desenvolvimento das actividades aquáticas, através das escolas de natação (natação para bebés, natação livre e hidroterapia).

CONCELHO DE PENAMACOR

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE PENAMACOR

Trata-se da ampliação/requalificação da actual Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico e Jardim de infância de Penamacor no futuro Centro Educativo, que acolherá a população escolar do 1.º Ciclo EB e Pré-escolar do Concelho. Este projecto traduz-se na construção de novas salas de aula, criação de espaços diversos como refeitório, biblioteca, sala de atendimento, novo mobiliário e equipamento informático, climatização do edifício com recurso a energia solar e equipamentos desportivos exteriores.

CONCELHO DE PENELA

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE PENELA

Este projeto consistiu na conceção de um edifício autónomo às atuais instalações da Escola Básica Integrada Infante D. Pedro de Penela, destinado exclusivamente a alunos do pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico. O Centro Escolar baseou-se na construção de três salas de atividade para o Jardim-de-infância, seis salas de aulas para o 1.º Ciclo de Ensino Básico e espaços comuns: biblioteca, sala de informática, salas polivalentes e refeitório.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DO ESPINHAL

O presente projeto consistiu na ampliação das instalações da Escola Básica do Espinhal, possibilitando a agregação das valências de Jardim-de-infância e de Ensino Básico no mesmo edifício e dando capacidade às instalações para responderem a novas funções. O Centro Escolar é composto por quatro salas de aula para o 1º Ciclo do Ensino Básico, duas salas de atividade para a Educação Pré-Escolar e espaços para outras valências: refeitório/espaço polivalente, biblioteca, sanitários e sala de professores.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO DO ESPINHAL

A área de intervenção corresponde ao espaço nuclear do Centro Histórico do Espinhal, onde se localiza o núcleo central da Vila. O objetivo geral da ação de regeneração urbana consistiu na consolidação desta área como espaço de excelência de oferta turística de âmbito histórico, patrimonial e cultural, capaz de contribuir para a competitividade económica de todo o Concelho e para a melhoria da qualidade de vida dos residentes. Pretendeu-se desta forma eliminar barreiras arquitetónicas, a colocação de mobiliário urbano, a criação de espaços verdes, a substituição de pavimentos, a definição de alinhamentos e perfis de arruamentos, a criação e a marcação de lugares de estacionamento.

clique na foto para ampliar
 

EM ALFAFAR – PODENTES

Este projeto consistiu no alargamento e pavimentação da Estrada Municipal Alfafar - Podentes (EM 570), numa extensão total de 2.8Km. Com os melhoramentos efetuados nesta via pretendeu-se proporcionar aos seus utentes melhores condições ao nível de traçado, drenagem, pavimentação e segurança rodoviária que permitam a utilização em pleno das mesmas. A intervenção nesta via faz parte de um conjunto de outras intervenções já planeadas pela autarquia noutras freguesias, numa perspetiva de aproximação e redução do tempo de deslocação das sedes de freguesia para a sede de concelho e ao principal eixo rodoviário IC3.

clique na foto para ampliar
 

LIGAÇÃO ROSSIO/CENTRO HISTÓRICO

Este projeto teve por base a requalificação da antiga estrada nacional EN110, troço entre a Entrada Sul da Vila e a Rua de Coimbra, que com a expansão do aglomerado, foi progressivamente absorvida pelo espaço urbano, efetuando a ligação entre a área antiga consolidada e as novas zonas (residenciais e de equipamentos). Pretendeu-se alterar o perfil existente, tipicamente de estrada de circulação viária, para um perfil de arruamento público, dotado de espaço de circulação viária, iluminação pública e passeios adequados, assegurando que os espaços de uso do peão sejam seguros, acessíveis e inclusivos, permitindo a sua utilização por pessoas com mobilidade condicionada.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE DAS ÁGUAS ROMANAS

Este projeto consistiu na requalificação do Largo do Mercado, transformando um espaço vazio numa zona recreativa e de lazer. Este parque é composto por elementos diversificados, designadamente, espaços de circulação pedonal, espaços verdes e de lazer, alinhamentos arbóreos, mobiliário urbano diverso (bancos, equipamentos infantis, papeleiras, bebedouros, etc.), equipamento de apoio/cafetaria, estruturas de ensombramento e bolsas de estacionamento. Com este investimento pretendeu-se criar um espaço de encontro de gerações e contribuir para elevar a qualidade de vida no concelho, marcado pela originalidade e diferenciação.

clique na foto para ampliar
 

RUA DE COIMBRA

Este projeto contribuiu para a implementação da estratégia de desenvolvimento preconizada para a Regeneração Urbana, na medida em que permitiu proporcionar um ambiente de qualidade e excelência no centro da Vila, pela valorização do espaço de charneira entre a zona antiga e a zona de expansão mais recente. Esta intervenção veio adequar o espaço para a circulação de peões, tornando possível a sua fruição como um espaço com condições para a realização de eventos culturais. A intervenção assentou na substituição e construção de infraestruturas, bem como na instalação de equipamentos, mobiliário urbano, plantação de árvores, arbustos e plantas ornamentais de exterior.

CONCELHO DE PENICHE

 

Neste Concelho a obra ainda está a nascer.

CONCELHO DE PINHEL

clique na foto para ampliar
 

C.M. 1056 AZÊVO-MASSUEIME

O pavimento encontrava-se bastante degradado e o traçado possui muitas curvas com trainéis irregulares, necessitando de urgentes obras de retificação e beneficiação de forma a garantir melhores condições de segurança e conforto na circulação rodoviária dos utentes.

clique na foto para ampliar
 

EM BARREGÃO - ARCO - EN 221 FREIXEDAS

A pavimentação deste troço foi muito importante, uma vez que é utilizado por muito utentes, tendo já tráfego diário intenso, permitindo a ligação entre a parte central do Concelho de Pinhel, com a EN221.

CONCELHO DE POMBAL

clique na foto para ampliar
 

CASTELO DE POMBAL

O projeto veio promover a aproximação entre o Castelo e a sua Encosta e a vida quotidiana da cidade, apresentando-se a intervenção dividida em três núcleos.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE ABIÚL

O projecto desenvolve-se em dois pisos, ligados entre si através de escadas e elevador, visando a construção de 4 salas de EB1 e 2 salas para Jardim de infância, assim como as restantes valências de apoio ao funcionamento: instalações sanitárias, gabinete para professores, duas salas para educação plástica, arrumos, sala de apoio, recreio coberto, vestiários, biblioteca/informática, gabinete para atendimento, sala polivalente/refeitório, sala de apoio e copa.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE ALBERGARIA DOS DOZES

O projecto consistiu na construção de um centro escolar, constituído por 4 salas de 1.º CEB e 2 salas de Jardim de Infância, que veio acolher não só os alunos da escola de Albergaria dos Doze, como ainda os alunos de outras escolas da freguesia, sendo ainda dotado de Jardim de Infância, o qual veio a absorver o existente, cuja finalidade é melhorar significativamente as condições oferecidas. O Centro Escolar tem espaços de desporto e recreio, nomeadamente, campos de jogos descobertos e ainda parque infantil e localiza-se junto ao Polidesportivo da Freguesia de Albergaria dos Doze, o qual será utilizado no apoio à prática desportiva a desenvolver pelo Centro Escolar.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE FONTE NOVA

O projecto consistiu na construção de um centro escolar na Fonte Nova, constituído por 4 salas de 1.º CEB e 2 salas de Jardim-de-infância, encontrando-se integrado numa zona de acentuada expansão urbana, com procura de habitação própria e permanente. O Centro Escolar veio a acolher não só os alunos da escola da Fonte Nova, como ainda os alunos de outras escolas, e ainda, das escolas que se encontravam sobrelotadas e em desdobramento na cidade de Pombal. O projeto visou otimizar a qualidade da construção, assegurando o conforto, bem como proporcionar a qualidade do ensino, contemplando também um ginásio, um campo de jogos descoberto e ainda um espaço destinado a arranjos exteriores e parque infantil.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DOS VIEIRINHOS

O projecto consistiu na construção de um centro escolar no lugar de Vieirinhos, freguesia do Carriço constituído por 4 salas de 1.º CEB e 2 salas de Jardim-de-infância. O Centro Escolar veio acolher não só os alunos da escola EB1 dos Vieirinhos como ainda os alunos de outras escolas da freguesia, sendo ainda dotado de Jardim-de-infância. O projeto apostou na optimização da qualidade da construção, visando assegurar, por um lado o conforto, como ainda proporcionar a qualidade do ensino e das actividades extracurriculares. Foram ainda criados espaços de desporto e recreio, nomeadamente, a construção de campos de jogos descobertos e ainda um parque infantil, incluindo espaços relvados.

clique na foto para ampliar
 

CONSTRUÇÃO DO CENTRO ESCOLAR DE REDINHA

O projecto consistiu na construção de 4 salas de EB1 e respectivas instalações sanitárias, construção de uma sala para Biblioteca/Informática, salas para educação plástica, professores, educadores e uma sala polivalente, implantado entre o Jardim-de-Infância existente e o edifício do Refeitório/ATL, também existente. O projeto localiza-se na sede de Freguesia da Redinha, nas proximidades do Pavilhão Gimnodesportivo, o qual lhe serve de apoio. Foram ainda efectuadas alterações ao nível do Jardim-de-infância, com a criação de espaços de circulação e construção de novas instalações sanitárias para as crianças do J.I., vestiários, construção de salas para arrumos para o Jardim-de-infância, quer ainda para o 1.º CEB.

clique na foto para ampliar
 

E.M. GROU-GUIA

A obra refere-se à requalificação da estrada entre as localidades de Guia e Grou que consistiu no alargamento da plataforma com repavimentação total, na melhoria da sinalização rodoviária, especialmente da horizontal, na drenagem e construção lateral de uma ciclovia com início na Variante da Zona Industrial da Guia até ao lugar do Grou, que futuramente será continuada com outra empreitada que fará a ligação até à Estrada Atlântica, nomeadamente, no lugar de Lagoa de Ervedeira.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA ATLÂNTICA CICLOVIA

O projecto consistiu na construção da Estrada Atlântica, cujo traçado se estende às freguesias do Carriço e da Guia, dando continuidade no concelho de Pombal a outros projectos desenvolvidos ao longo da costa Centro Litoral, designadamente noutros concelhos limítrofes a sul, Leiria e Marinha Grande. Proveniente da Lagoa da Ervedeira, o traçado da Estrada Atlântica desenvolve-se em direcção à Freguesia do Carriço, designadamente aos principais pontos de acesso desta freguesia à Praia do Osso da Baleia, privilegiando os acessos provenientes da Guarda do Norte, quer dos Alhais, assegurando ainda a ligação entre ambos.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DAS TÍLIAS

O projecto insere-se na política de regeneração urbana da cidade de Pombal, cujo objetivo é contribuir para a coesão e unidade do espaço, de modo a torná-lo acessível a todos os cidadãos. A intervenção desenvolveu-se a partir do Jardim das Tílias, prolongando-se em paralelo com a linha de Caminho de Ferro, transpondo a passagem inferior à referida linha, até estabelecer ligação com a Rua João de Barros, estendendo-se a partir desta, em direcção ao Largo do Cardal, até à fachada principal do edifício dos Paços do Concelho.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE VERDE DO AÇUDE

A obra desenvolveu-se no troço entre a zona desportiva e o açude de Flandes, com reforço do manto arbóreo e arbustivo da área abrangida, incluindo a execução de 3 vias: u a destina a peões, outra destina a ciclovia e ainda outra a utilizar por veículos automóveis. Foi criado um pequeno parque de estacionamento, foram também construídas instalações sanitárias e uma zona de lazer, dotada de parque infantil e respectivo equipamento.

clique na foto para ampliar
 

PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO DAS MEIRINHAS

O projecto de Construção do Pavilhão Gimnodesportivo das Meirinhas veio dar resposta às necessidades desportivas da população das freguesias de Meirinhas, Vermoil e Carnide, o qual é composto por um recinto de jogos de 44x25m, balneários, vestiários e duches sendo dois destes equipados com vestiário/sanitário para atletas com mobilidade condicionada, bancadas, ginásio, instalações sanitárias, armazéns e salas técnicas, sala de imprensa e sala de apoio médico, arrumos, um bar e ainda um palco destinado a apoiar eventos.

clique na foto para ampliar
 

PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO DO LOURIÇAL

A Construção do Pavilhão Gimnodesportivo do Louriçal veio dar resposta às necessidades e requisitos vigentes para a prática de desportos federados, designadamente futsal, voleibol, ginástica, andebol e basquetebol, bem assim como às necessidades desportivas da população daquela freguesia, de modo a permitir a sua utilização pelas escolas, assim como pelo conjunto das entidades associativas da freguesia do Louriçal. O pavilhão é composto por um recinto de jogos de 44,6x28,5m, balneários, zona de recepção e zona de triagem de atletas e público e zona de emergência, vestiários, instalações sanitárias (incluindo as de deficientes), gabinete médico, sala de reuniões e arrumos.

clique na foto para ampliar
 

VARIANTE DA ZONA INDUSTRIAL DA GUIA À E.N. 109

A obra consistiu na execução de 5 troços de arruamentos, ligados por duas rotundas, que garantem o acesso entre a N.N. 109 e a Zona industrial da Guia, cujo objectivo foi o de desviar o trânsito do interior da Vila da Guia, de e para a Zona Industrial da Guia.

CONCELHO DE PORTO DE MÓS

clique na foto para ampliar
 

AVENIDA SANTO ANTÓNIO E AVENIDA DR. FRANCISCO SÁ CARNEIRO

A intervenção nestas artérias da vila implicou a substituição das infra-estruturas de abastecimento de águas domésticas e águas pluviais, saneamento básico, telecomunicações, iluminação pública, com a introdução de um novo sistema, com recurso a luminárias leds, bem como o reforço das infra-estruturas eléctricas. Foram, também, reorganizados os espaços pedonais e colocado novo pavimento que incluiu calçada e betuminoso.

clique na foto para ampliar
 

AVENIDA DA LIBERDADE E RUA ADRIANO CARVALHO

Sendo estas as vias de ligação privilegiadas entre a zona baixa (comercial) e a zona alta (serviços) da Vila, tornou-se fundamental a sua renovação. Esta intervenção, contemplou a remodelação e modernização das infraestruturas de águas residuais domésticas, águas pluviais (nomeadamente fazer a separação de condutas), abastecimento de água e instalação/preparação de condutas para outras infraestruturas (por ex. a fibra ótica).

clique na foto para ampliar
 

CASA DA CULTURA DE MIRA DE AIRE

A Casa da Cultura é um espaço cultural moderno, adequado ao desenvolvimento de diversas atividades culturais e recreativas, integrado num edifício de imponente arquitetura, constituído por quatro áreas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO DE SAÚDE DE JUNCAL

Este projecto diz respeito à substituição e requalificação da extensão do Centro de Saúde do Juncal.Foram criados quatro gabinetes médicos, um gabinete de saúde materna e infantil, dois gabinetes de enfermagem ( um para vacinação e outro para tratamentos), uma secretaria, vestiários para pessoal, salas de espera, arrumos, uma central informática, uma cafetaria e uma sala de lixos contaminados.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE SÃO BENTO

Com a construção do Polo Escolar de S. Bento, o Município pretendeu dotar esta freguesia com um equipamento moderno que contribua de uma forma eficaz para a melhoria da qualidade do ensino. A escola existente funcionava precariamente num edifício desapropriado, havendo uma sala de aula a funcionar numa cave sem condições.

clique na foto para ampliar
 

ECOPISTA

O percurso desenvolve-se ao longo da antiga linha-férrea, tendo cerca de 7 km, e foi recentemente requalificado em Ecopista. Neste contexto, poderá também ser percorrido por bicicletas. É um percurso bastante diversificado em termos de paisagem e ambientes, criados pelo relevo e pelas panorâmicas que se podem ir desfrutando sendo, igualmente, representativo em termos de flora e fauna. É, também, uma zona indicada para observar a expressão geomorfológica – origem e evolução das formas do relevo - que se situa neste local, entre a Serra de Candeeiros e os relevos que estão do lado oriental, o Picoto e a Costa da Mendiga.

clique na foto para ampliar
 

ESPAÇO JOVEM

O antigo tanque de aprendizagem de natação, no Jardim Municipal, deu lugar a um edifício moderno, completamente renovado, amplamente beneficiado pela luz natural, oferecendo um espaço aprazível de leitura, acesso à Internet, pequeno auditório e sala de exposições.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE INDUSTRIAL

Este projeto refere-se à construção de 26 lotes para uso industrial, infraestruturados com redes elétrica, telefónica, gás, águas, pluviais e esgotos e pavimentação de arruamentos incluindo estacionamentos e passeios, sendo parcelar pois refere-se a 4 lotes da 4ª Fase e 22 lotes da 3ª Fase. Este projeto tem por objetivos a modernização do espaço económico do concelho e a atração de novos investimentos e criação de novos postos de trabalho.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE VERDE DA VILA DE PORTO DE MÓS

Com um enquadramento paisagístico fantástico, emoldurado pelas serranias e encimado pelo antigo Castelo, o Parque da Vila, oferece cerca de 700m2 de área de passeio e estadia, com um jardim imponente, circuito de saúde e bem estar, uma parede de escalada, um anfiteatro, grande praça e palco, espelho de água interativo, um parque infantil, uma cafetaria e esplanada. Uma aposta na qualidade de vida da população e no bem-estar dos residentes e daqueles que nos visitam.

clique na foto para ampliar
 

RUAS 5 DE OUTUBRO E MESTRE DE AVIZ

As ruas 5 de Outubro e Mestre de Avis, em plena zona histórica da vila de Porto de Mós, foram alvo de uma profunda intervenção que contemplou a renovação das tubagens de água existentes, a reformulação da rede de saneamento e a execução da rede de águas pluviais, até agora inexistente, bem como a rede de telecomunicações. A integração do pavimento em calçada portuguesa, faz parte de uma estratégia de valorização e requalificação de toda a zona, pretendendo-se favorecer a circulação pedonal.

CONCELHO DE PROENÇA-A-NOVA

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO EB1+JI DE PROENÇA-A-NOVA

Remodelação da escola do 1.º CEB de Proença-a-Nova. Esta remodelação deve-se ao facto de no espaço físico se localizar o edifício de apoio com refeitório, salas de AEC`s e o edifício do pré-escolar. Este espaço cumprirá as referências técnicas respeitando, condições de conforto e funcionalidade exigíveis aos novos centros escolares na perspectiva do bem-estar e da melhoria do aproveitamento escolar dos alunos.

clique na foto para ampliar
 

FLORESTA DE CIÊNCIA

Floresta da Ciência é um projeto do Centro de Ciência Viva, elaborado de acordo com as suas necessidades presentes e futuras, as solicitações dos visitantes, investigadores e instituições parceiras, para que continue o seu trabalho, fundamental, na modernização e reconhecimento da nossa região.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE URBANO COMENDADOR JOÃO MARTINS

Pretendeu-se com este projeto criar um Parque Urbano de referência que não litigia com o espaço urbano natural, mas sim, que se integra nas especifidades naturais e ambientais do mesmo, integrando-se numa estratégia de qualificação deste pequeno centro urbano com potencial estruturante do território regional, promovendo a qualificação do espaço público e do ambiente urbano a par com o desenvolvimento cultural e social alicerçando a sua auto sustentabilidade.

clique na foto para ampliar
 

REDE DE SANEAMENTO DE ATALAIAS

O projeto visou a construção da rede de saneamento de águas residuais dos aglomerados de Atalaia e Pucariço, na freguesia de Sobreira Formosa. Teve como objetivo promover a melhoria dos níveis de atendimento, de qualidade, de integração e eficiência em sistemas de vertente em baixa - modelo não verticalizado de abastecimento público de água e/ou de saneamento de águas residuais, contribuindo para o cumprimento do normativo comunitário e nacional referente às águas residuais, qualidade da água e à diretiva quadro da água, assim como para a promoção do uso eficiente da água.

clique na foto para ampliar
 

REDE DE SANEAMENTO DE PEDRA DO ALTAR

O projeto visou a construção da rede de saneamento de águas residuais dos aglomerados de Pedra do Altar, Vale Videiros e Estevês, na freguesia de Peral. Teve como objetivo promover a melhoria dos níveis de atendimento, de qualidade, de integração e eficiência em sistemas de vertente em baixa - modelo não verticalizado de abastecimento público de água e/ou de saneamento de águas residuais, contribuindo para o cumprimento do normativo comunitário e nacional referente às águas residuais, qualidade da água e à diretiva quadro da água, assim como para a promoção do uso eficiente da água.

clique na foto para ampliar
 

RIBEIRO DE SANTA MARGARIDA

Intervenções nas margens e no próprio leito do Ribeiro de Santa Margarida, nomeadamente limpeza, desobstrução, colocação a descoberto do troço hoje aquedutado, remoção de muros de regularização de margens e renaturalização dessas, construção de enrocamentos, plantação de vegetação ribeirinha e construção de uma represa para formação de albufeira com leito em terreno natural.

clique na foto para ampliar
 

RUAS COMENDADOR ASSIS RODA E RUA PADRE MANUEL ALVES CATARINO

A requalificação das ruas Comendador Assis Roda e Padre Manuel Alves Catarino permitiu melhorar as condições de circulação dos peões, com rebaixamento dos lancis e calçada nas passadeiras. Foi igualmente colocado novo piso, renovada a sinalização e melhorada a imagem através da colocação de floreiras e novo mobiliário urbano.

clique na foto para ampliar
 

VARIANTE SUL A PROENÇA-A-NOVA

O projeto de construção da variante sul a Proença-a-Nova, correspondeu ao traçado de uma nova via, com uma extensão aproximada de 1100 metros, que estabelece a ligação, pelo lado da vila, entre o nó 6 do IC8 e a via de acesso à Zona Industrial de Proença-a-Nova. Esta é uma via de grande importância para o concelho, pois permite o acesso do itinerário complementar 8 (IC8) à zona industrial, viabilizando também a canalização daquele itinerário complementar para a zona nascente da sede do concelho sem sobrecarregar o núcleo urbano da vila, já bastante saturado em termos de circulação automóvel.

CONCELHO DE SABUGAL

clique na foto para ampliar
 

MARGENS DO CÔA

Este projeto teve como objetivo promover a requalificação biofísica e paisagística, criando em simultâneo um parque urbano ribeirinho passível de ser utilizado pela população em geral, numa dimensão lúdica e de lazer. Foi possível a criação de um passeio marginal ao longo do rio, mantendo simultaneamente os tradicionais muros de pedra, criando espaços de aproximação e estadia junto do rio, aproveitando os socalcos adjacentes para a criação de áreas recreativas de desporto livre, associadas a uma cafetaria e instalações sanitárias de uso público.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU DO SABUGAL

O Museu do Sabugal é um museu de temática arqueológica e de âmbito local que se define pela adopção de uma área geográfica circunscrita como suporte do seu discurso museológico: as terras do Alto Côa, que correspondem ao actual concelho do Sabugal. Com este projecto pretende-se dinamizar a cultura e educação da população local, que passará a dispor de um verdadeiro espaço cultural e onde ainda poderá visitar o valioso espólio de que a Autarquia dispõe em termos arqueológicos e artísticos.

clique na foto para ampliar
 

TERMAS DO CRÓ

O Complexo Termal do Cró está situado junto ao Ribeiro do Cró, no concelho do Sabugal. As suas águas estão indicadas para tratamento de problemas reumáticos e músculo-esqueléticos e afecções respiratórias. Em 2011 a época balnear iniciou-se com a abertura ao público de um novo e moderno balneário, com uma capacidade para atender cerca de 800 pessoas por dia e com uma área de construção de cerca de 4314 m2. Este balneário de excelência e na vanguarda do termalismo constitui-se como potenciador do Termalismo Clássico e do Bem-estar, nos planos concelhio, regional e nacional, e como uma importante alavanca da economia local.

clique na foto para ampliar
 

ZONA DE LOCALIZAÇÃO EMPRESARIAL

A construção da Zona de Localização Empresarial do Sabugal consistiu na criação do conjunto de acessos e infraestruturas da zona industrial a norte de EN233 entre o km23 e o km24, na zona chamada de Pradinho. A intervenção englobou, ainda, a construção de duas rotundas. Uma no interior da zona industrial e outra em plena EN233, que se irá ramificar na entrada para a zona industrial na continuidade para o Sabugal e para Águas Belas.

CONCELHO DE SANTA COMBA DÃO

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR NORTE

Este projecto contemplou a construção de um edifício com seis salas de aula, uma biblioteca, espaços para actividades de enriquecimento curricular (sala de expressão plástica, sala de informática e sala de música), sala de professores, um refeitório / sala polivalente, um campo de jogos / polidesportivo ao ar livre e um ginásio para a prática desportiva in-door.

clique na foto para ampliar
 

ECOPISTA DO DÃO

O projecto "Ecopista do Dão" visa a requalificação de todo o espaço canal e património edificado da REFER que se encontra actualmente em estado de abandono, numa extensão de 49 km e que atravessa os concelhos de Viseu, Tondela e Santa Comba Dão. Trata-se de um projecto que tem como objectivos a promoção da mobilidade sustentável e de modos alternativos de transporte e, por outro lado, o reforço da atractividade das cidades de Viseu, Tondela e Santa Comba Dão, promovendo a competitividade regional.

CONCELHO DE SÃO PEDRO DO SUL

clique na foto para ampliar
 

LIGAÇÃO DA AV. SÁ CARNEIRO À EN16

Ligação entre a Avenida Sá Carneiro e a Estrada Nacional 16, em São Pedro do Sul, numa extensão de 260m, consistindo na conclusão e alargamento de um troço iniciado nos anos 80. A execução deste projecto proporcionou um melhor acesso à zona norte da vila e concelhos vizinhos, principalmente do tráfego dirigido ao complexo termal de São Pedro do Sul, ao concelho de Vouzela e à A25.

CONCELHO DO SARDOAL

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DE INFÂNCIA DE SARDOAL

O Jardim de infância de Sardoal é constituído por dois edifícios, do tipo centenário, contendo cada um duas salas. O projecto contemplou a construção de uma cantina que em simultâneo possa funcionar como sala de actividades de apoio, a beneficiação do Edifício Sul, a execução de arranjos exteriores, com a construção de um passeio de ligação entre edifícios e a conservação e reparação de um parque infantil e aquisição de mobiliário escolar.

CONCELHO DE SÁTÃO

clique na foto para ampliar
 

CASA DA CULTURA DE SÁTÃO

Este projeto pretende ser um foco de cultura e turismo onde o visitante pode encontrar informação cultural, turística, gastronómica, artesanal do Concelho. Sendo um local emblemático, devido à existência de uma Escola Primária e de um Clube no lugar onde agora está situada a Casa da Cultura, o Município decidiu recuperar essa zona, construindo uma infraestrutura, sempre com uma linha de orientação, mantendo a mesma traça do que restava da antiga Escola Primária.

clique na foto para ampliar
 

FEIRA DE SÁTÃO

Com este projeto pretendeu-se dignificar o recinto onde se realiza a feira bimensal de Satã. O objetivo foi oferecer aos feirantes condições de trabalho nobres, dinamizar e fomentar a economia local uma vez que, para além da venda de produtos manufaturados, a venda de fabrico ou produção própria e produtos agropecuários é relevante.

clique na foto para ampliar
 

JARDIM DE INFÂNCIA DE LAMAS

O novo jardim de infância de Lamas tem uma capacidade para acolher até 75 crianças na idade pré-escolar e contempla três salas de actividades, sanitários, sala polivalente/refeitório, arrumos e outros espaços de complemento à acção educativa, para além de poder usufruir das infra-estruturas já existentes na Escola Básica Integrada, como por exemplo, cozinha, refeitório, biblioteca, e de equipamentos desportivos, entre outros.

clique na foto para ampliar
 

RUA DR. HILÁRIO ALMEIDA PEREIRA

Neste projeto foi feita uma nova rede de saneamento e água; calcetamento totalmente novo em paralelos bem como a construção de uma rotunda com fonte luminosa e nova eletrificação. Esta obra também contempla um Parque Infantil, situado junto à Rua Dr. Hilário de Almeida Pereira, no Largo de S. Bernardo. Tem aproximadamente 370 m2, o piso é em borracha e está devidamente vedado. Está contemplado com diversos equipamentos lúdicos: escorregas, baloiços, balanços. Tem também um bebedouro e bancos de descanso.

CONCELHO DE SEIA

clique na foto para ampliar
 

ALDEIAS DE MONTANHA

O objetivo deste projeto foi dotar as aldeias do Concelho de Seia com sinalética; operacionalização da rede de percursos pedestre e cicláveis, e respetivos guias, ações de promoção de serões e vivências das aldeias; plataforma tecnológica dinâmica e interativa para o SITE das Aldeias de Montanha; desenvolvimento do branding e do merchandising da Rede de Aldeias de Montanha e valorização de espaços de visitação no território da Rede de Aldeias de Montanha.

clique na foto para ampliar
 

BENEFICIAÇÃO DO TROÇO DA EM 512 E A E.NACIONAL 17

Este projeto teve como objetivo a melhoria das acessibilidades, conforto e qualidade das condições de circulação e segurança rodoviárias. A intervenção preconizada consistiu, na requalificação do traçado e perfis transversais tipo, na redefinição geométrica de ligações, do sistema de drenagem, pavimentação e sinalização e segurança, tendo em atenção a rede rodoviária onde se insere, a funcionalidade da via e toda a sua envolvente de características eminentemente urbanas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE SÃO ROMÃO

Recuperação e ampliação da Escola do 1º Ciclo de S. Romão, dando origem ao Centro Escolar de S. Romão, englobando o Pré-Escolar e o 1º Ciclo. Este projecto pretende adequar os espaços existentes às novas necessidades, melhorar o comportamento térmico e acústico e integrar os serviços educativos do pré-escolar.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE SEIA

Este Centro Escolar pretende melhorar as condições de ensino ao nível do Pré- Escolar e 1.º CEB, resolvendo a situação de incapacidade das infra-estruturas do 1.º Ciclo, uma vez que se encontravam turmas deste nível de ensino a funcionar provisoriamente na Escola Sede de Agrupamento.

clique na foto para ampliar
 

PLANO DE PROMOÇÃO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Este projeto pretendeu sobrevalorizar as medidas de implementação de equipamento e tecnologias de eficiência energética em edifícios com elevada utilização e visibilidade pública.

clique na foto para ampliar
 

PLANTAS AROMÁTICAS E MEDICINAIS

Trata-se de um projeto na área da conservação vegetal do Parque Natural da Serra da Estrela, proposto pelo Centro de Interpretação da Serra da Estrela e o Município de Seia, executado em conjunto com o Departamento de Botânica da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e com o Centro de Estudos Farmacêuticos da mesma Universidade. Desenvolveu-se em três áreas: instalação de um banco de germoplasma, inventariação de plantas aromáticas e medicinais, com interesse para a produção de óleos essenciais, e propagação vegetal em viveiro.

clique na foto para ampliar
 

PRAIAS FLUVIAIS DA BACIA DO RIO ALVA

Pretende-se com esta intervenção requalificar do ponto de vista ambiental duas das principais praias fluvias da Bacia do Rio Alva, a praia fluvial da Vila Cova e a praia fluvial do Sandomil.

clique na foto para ampliar
 

VIDEOVIGILÂNCIA: CENTRO ESCOLAR DE SEIA E CENTRO ESCOLAR DE SÃO ROMÃO

O objetivo foi dotar o Centro Escolar de Seia e o Centro Escolar de São Romão de um sistema de videovigilância. A existência de centros escolares, com uma maior dimensão, dotados de mais e melhores equipamentos e consequentemente servindo um maior número de alunos, exige o reforço da segurança.

CONCELHO DA SERTÃ

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA BÁSICA DO 1º CICLO E JARDIM DE INFÂNCIA

O projecto consistiu na construção de um edifício escolar, integrando o 1º ciclo do ensino básico e a educação pré-escolar. O edifício desenvolve-se em dois pisos, estando organizado em várias zonas funcionais: EB1, jardim de infância e uma zona que centraliza as funções administrativas, o átrio principal, a cozinha, o refeitório e a sala polivalente.

clique na foto para ampliar
 

LAR ANTÓNIO FERREIRA ALBERTO

O objetivo da Santa Casa da Misericórdia da Sertã foi a diminuição dos seus custos operacionais através de uma maior eficiência energético ambiental. Foi ainda objetivo da Instituição promover uma racionalização da energia, que é uma das componentes com maior peso na estrutura de custos da Instituição e canalizar os recursos para a prestação de apoio à comunidade e, principalmente, aos mais carenciados.

clique na foto para ampliar
 

LAR NOSSA SENHORA DO CARMO E CRECHE

O objetivo da Santa Casa da Misericórdia da Sertã foi levar a cabo um conjunto de medidas que permitam uma maior eficiência energético ambiental dos edifícios do Lar Nossa Senhora do Carmo e do edifício da creche, que servem 65 e 240 utentes, respetivamente.

clique na foto para ampliar
 

RIBEIRA DA SERTÃ

Com a execução e implementação do projeto do Parque Urbano da Serrada pretendeu-se fundamentalmente criar um ambiente visual agradável que potencie o bem-estar e conforto humano para quem aceda ou esteja na área de intervenção, ou tenha acesso visual para o mesmo. Ao nível funcional, foi necessário proceder à criação de um contínuo natural que garanta o processamento das funções biológicas e ecológicas da paisagem.

CONCELHO DE SEVER DO VOUGA

clique na foto para ampliar
 

CAPITAL DO MIRTILO

O presente projeto teve como objetivo a valorização do Mirtilo enquanto recurso específico do concelho e a do desenvolvimento económico através do apoio às micro, pequenas e médias empresas que operam no setor.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE COUTO ESTEVES

Esta construção foi projetada para integrar, o ensino pré-escolar, 1º ciclo, biblioteca e formação contínua e profissional. O objetivo foi criar três volumes interligados mas funcionando autonomamente. O projeto do edifício teve em consideração a localização num espaço rural onde a natureza prevalece, encontrando-se perfeitamente enquadrado com a envolvente. Salienta-se ainda que junto ao Centro Escolar funciona um equipamento polidesportivo, que servirá de apoio na realização das atividades desportivas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR ROCAS DO VOUGA

Este projeto teve como objetivo contribuir para a modernização do parque escolar do ensino básico de Sever do Vouga. O edifício foi concebido como um espaço de aprendizagem onde convivem distintas funções: espaços de ensino e apoio, espaços sociais e espaços de apoio geral.

clique na foto para ampliar
 

VOUGA PARK

O Vouga Park é um projeto conjunto que envolveu a autarquia de Sever do Vouga e cinco parceiros estratégicos de natureza privada com o objetivo de promover o desenvolvimento socioeconómico do concelho de Sever do Vouga e da região do Baixo Vouga. O projeto assentou numa estratégia de promoção do desenvolvimento local e regional, através da dinamização do potencial tecnológico e de inovação latente na região.

CONCELHO DE SOBRAL DE MONTE AGRAÇO

clique na foto para ampliar
 

AVENIDA MARQUÊS DE POMBAL

A Avenida Marquês de Pombal atravessa o centro urbano da Vila de Sobral de Monte Agraço. Esta via caracteriza-se essencialmente pelos serviços que dispõe e pela variada oferta, no que diz respeito ao comércio tradicional. Sendo uma via, principal com as suas particularidades, é um eixo de passagem e ligação intermunicipal, ao longo dos tempos tem sido alvo de um desgaste próprio da sua utilização encontrando-se em mau estado e com elevadas barreiras arquitetónicas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE SAPATARIA

Este projeto permitiu concretizar um eficaz reordenamento da rede escolar, possibilitando também o aumento da taxa de cobertura, tanto para a educação pré-escolar, como ao nível do 1º ciclo do ensino básico. Do ponto de vista funcional este novo estabelecimento de ensino permitiu encontrar uma solução otimizada, de elevada qualidade e integradora dos recursos existentes. Este é um equipamento moderno, no que respeita às soluções construtivas, tecnológicas e também da eficiência energética que, sem dúvida, possibilita uma melhoria substancial no desenvolvimento do trabalho relacionado com a componente pedagógica, potenciando as estratégias de ensino e aprendizagem a aplicar.

clique na foto para ampliar
 

LINHAS DE TORRES – PROMOÇÃO DO PATRIMÓNIO CULTURAL TURÍSTICO

Este projeto diz respeito à produção de videograma digital com a reconstituição das obras de engenharia militar das Linhas de Torres e dos acontecimentos históricos da guerra entre as forças Luso-Inglesas e as forças Napoleónicas no contexto da Defesa Nacional. O videograma é utilizado no Centro de Interpretação das Linhas de Torres, bem como em actividades pedagógicas junto da comunidade educativa.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO MUNICIPAL

O Mercado Municipal de Sobral de Monte Agraço sofreu obras de requalificação que proporcionaram aos utentes e comerciantes melhores condições de utilização deste espaço. As obras realizadas consistiram na alteração da cobertura do edifício, com isolamento térmico. Foram ainda feitos melhoramentos ao nível das bancas de venda, sistemas de lavagem e de esgoto, instalação eléctrica, assim como pinturas exteriores e interiores.

clique na foto para ampliar
 

PRACETA 25 DE ABRIL

A Praceta 25 de Abril é um espaço central no núcleo urbano da Vila de Sobral de Monte Agraço. Um local histórico e de referência, para o concelho bem como para região. Há muito que este espaço se encontrava desenquadrado dos atuais hábitos e vivências da população. Foi possível criar condições para uma intervenção profunda neste local, permitindo assim, a sua requalificação, nomeadamente ao nível das infraestruturas subterrâneas, rede viária, iluminação e arquitetura do espaço urbano, conferindo uma nova centralidade à vila de Sobral, adaptando toda a zona a um novo e melhorado usufruto, beneficiando e dando prioridade à circulação pedonal.

CONCELHO DE SOURE

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DA FREGUESIA DE SAMUEL

O novo Centro Escolar de Samuel vai permitir o acolhimento de alunos do 1.º CEB de toda a Freguesia. Será suspensa a EB1 de Serroventoso que acolhe os alunos da EB1 de Carvalhal de Azóia, já encerrada. Os alunos passarão a beneficiar do acesso a condições adequadas à prática, quer das actividades previstas no plano curricular, quer das actividades de enriquecimento curricular e de apoio à família, bem como do Prolongamento de Horário das crianças do pré-escolar.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE DEGRACIAS/POMBALINHO

A Construção do Centro Escolar Degracias/Pombalinho vai permitir o acolhimento de alunos, do Pré-Escolar e do 1.º CEB, de duas Freguesias do Concelho de Soure: Degracias e Pombalinho. No Novo Centro Escolar haverá uma concentração de alunos de seis estabelecimentos de ensino: Jardim de Infância de Degracias, EB1 de Degracias (Freguesia de Degracias), EB1 de Cotas, EB1 de Casas Novas, EB1 de Malavenda e EB1 de Malhadas (Freguesia de Pombalinho).

CONCELHO DE TÁBUA

clique na foto para ampliar
 

CENTRO CULTURAL DE TÁBUA

O projeto pretendeu contribuir para a formação e sensibilização da população para as artes, já que uma população culturalmente atenta e participativa pode alimentar procuras culturais cada vez mais exigentes e incentivar a própria produção cultural local.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO EDUCATIVO DE TÁBUA

Este projeto visa a modernização do parque escolar de ensino básico e promoção da utilização de edifícios escolares dotados de elevada qualidade arquitectónica e funcional, contribuindo assim para a melhoria da qualidade da aprendizagens dos alunos.

clique na foto para ampliar
 

TECNOLOGIA +

Este projeto teve como objetivo apetrechar o Centro Educativo de Tábua com quadros interativos e sistemas de vigilância que garantam a segurança dos equipamentos.

CONCELHO DE TOMAR

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO

Este projecto incidiu sobre o arranjo de superfície das Ruas dos Moinhos, Dr. Joaquim Jacinto, Pedro Dias, Travessa do Arco, Dr. Sousa, Sacadura Cabral, Camarão e Marquês de Tomar, com delimitação de zonas de estacionamento. A zona de circulação automóvel contemplou a aplicação de pavimento em calçada de granito, com emprego de lajes imediatamente antes das passadeiras para peões sobrelevadas.

clique na foto para ampliar
 

CONVENTO DE CRISTO E SUA ENVOLVENTE

Este projeto consistiu na requalificação e valorização da envolvente ao Convento de Cristo, o qual constitui a principal âncora de atratividade turística da cidade, dada a sua excelência patrimonial e arquitetónica. Esta obra visou melhorar as condições de receção dos visitantes, tornando este espaço mais funcional e ordenado, e articulando-o com o centro histórico, através da requalificação do Terreiro Gualdim Pais e da antiga estrada nacional, facilitando a acessibilidade pedonal do Centro Histórico ao Convento.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA NACIONAL 110

Este projeto teve por objetivo requalificar um troço da EN110, contemplando o alargamento da faixa de rodagem, melhorando a fluidez do trânsito e diminuindo congestionamentos que ocorrem durante os picos de maior afluência. Foi construído um passeio, que promove a melhoria das condições de circulação e segurança dos peões.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA NACIONAL 110 - TOMAR-/VENDA NOVA

Este projeto teve objetivo requalificar a EN110, no troço entre a Av. Maria de Lourdes Mello e Castro / RIT e o nó do IC9 (Venda Nova). Este troço acomoda uma das principais entradas na Cidade de Tomar, e a sua requalificação possibilitou oferecer um agradável cartão de boas vindas para quem visita a cidade.

clique na foto para ampliar
 

MATA NACIONAL DOS SETES MONTES

Este projeto teve como objetivo valorizar e requalificar a Mata do Convento, pretendendo-se devolver à cidade um espaço por excelência que outrora era utilizado para lazer, para a prática de desporto e para o convívio entre gerações, fazendo também a ligação entre o Convento de Cristo e o centro histórico da cidade.

CONCELHO DE TONDELA

clique na foto para ampliar
 

C.M. CARVALHAL - ERMIDA

A requalificação da estrada municipal, consistiu no alargamento da plataforma e faixa de rodagem, pavimentações betuminosas, correções pontuais do traçado, melhoria da drenagem de águas pluviais, sinalizações verticais e horizontais e infraestruturas urbanas. Esta intervenção melhorou a comodidade de circulação e a segurança dos automobilistas, bem como o acesso a áreas de localização empresarial e logística.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO DE RECURSOS CULTURAIS

O presente projeto teve por objetivo a intervenção num edifício já existente que se encontrava num estado avançado de degradação. A intervenção, adaptação e renovação teve como finalidade a construção de salas de formação, um atelier de teatro, um atelier de figurinos e um de adereços. Nestas instalações funcionam as atividades culturais e sócio educativas de um pólo cultural bastante importante para a região, a ACERT – Associação Cultural e Recreativa de Tondela, elemento chave e dinamizador da vertente cultural desta região.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE TONDELA

A construção de um bloco na sede do agrupamento de escolas permitiu o acolhimento dos alunos deslocados de diversas escolas. Com a execução da obra em causa, foi possível construir novas salas de aula, uma biblioteca escolar e uma sala polivalente para as novas tecnologias de informação. Todas as salas foram equipadas com mobiliário escolar, material didático e equipamento informático. Considera-se como inovador no referido projeto, o facto deste centro escolar ter sido integrado na então Escola EB2,3, potenciando os recursos existentes, como é o caso do centro de recursos educativos, infraestruturas desportivas, ganhando-se uma melhor operacionalização na gestão dos recursos humanos.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO HISTÓRICO DE TONDELA

A Regeneração Urbana do Centro Histórico de Tondela visa criar uma estratégia de desenvolvimento para a cidade, tornar sustentáveis determinados espaços, reforçar e diferenciar o capital humano, cultural e económico da cidade, bem como identificar a inovação como o denominador comum no processo de qualificação urbana. A sua concretização é materializada, entre outros, na requalificação dos Paços do Concelho, do Centro Histórico, do Mercado Municipal e na instalação de eco-equipamentos nos Parques Urbanos de Tondela.

clique na foto para ampliar
 

E.M. 1510-ALMOFALA/ABÓBODA-S.JOÃO DO MONTE/CARAMULINHO

A reabilitação da estrada consistiu em trabalhos de construção civil em 2 pontões, pavimentações betuminosas, correções do traçado, melhoria da drenagem, sinalização e segurança rodoviária. Esta intervenção melhorou a comodidade de circulação e a segurança dos automobilistas.

clique na foto para ampliar
 

E.M. VÁRZEA DO HOMEM/MOLELINHOS

A reabilitação da estrada municipal, consistiu no alargamento da plataforma e faixa de rodagem, pavimentações betuminosas, correções no traçado, melhoria da drenagem, sinalizações verticais e horizontais e infraestruturas urbanas. Esta intervenção melhorou a comodidade de circulação, a segurança dos automobilistas e a diminuição de acidentes.

clique na foto para ampliar
 

ECOPISTA DO DÃO

O projecto "Ecopista do Dão" visa a requalificação de todo o espaço canal e património edificado da REFER que se encontra actualmente em estado de abandono, numa extensão de 49 km e que atravessa os concelhos de Viseu, Tondela e Santa Comba Dão. Trata-se de um projecto que tem como objectivos a promoção da mobilidade sustentável e de modos alternativos de transporte e, por outro lado, o reforço da atractividade das cidades de Viseu, Tondela e Santa Comba Dão, promovendo a competitividade regional.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA MUNICIPAL CARVALHAL-MOURAZ/ZONA INDUSTRIAL ADIÇA MOURAZ

A requalificação da estrada municipal Carvalhal- Mouraz/Zona Industrial Adiça Mouraz, consistiu no alargamento da plataforma e faixa de rodagem, pavimentações, correções ao traçado, melhoria da drenagem de águas pluviais e sinalizações verticais e horizontais. Esta intervenção melhorou a comodidade na circulação e a segurança dos automobilistas, bem como o acesso a áreas de localização empresarial e logística.

clique na foto para ampliar
 

LARGO DA URBANIZAÇÃO DA MISERICÓRDIA

O arranjo urbanístico visou aumentar a qualidade de vida da população local e agradar aos visitantes, bem como a introdução de novos equipamentos - parque de jogo e recreio, a iluminação, a sinalética, e o mobiliário urbano. Por outro lado este equipamento veio requalificar um parque envolvente a uma área onde se localiza, predominantemente, um núcleo de habitação a custos controlados, contribuindo para uma melhor inserção social e para a respetiva promoção da qualidade de vida.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU TERRA DE BESTEIROS

O projecto consistiu no acompanhamento da montagem/construção do sistema e discurso expositivo (circuito), da iluminação e sistemas interactivos, no acompanhamento técnico ao projecto de desenvolvimento das aplicações interactivas e multimédia, na assessoria museográfica, no estudo, investigação e produção de conteudos para o Museu da Terras de Besteiros.

CONCELHO DE TORRES NOVAS

clique na foto para ampliar
 

CATELO DE TORRES NOVAS

Este é um projeto que pretendeu dar um caráter multifuncional ao espaço interior do Castelo, bem como reforçar a sua componente museológica, e que teve como principal objetivo a dinamização e reabilitação do interior do Castelo. Propôs-se, assim, que a zona central do interior do Castelo fosse um grande relvado multifuncional, que permitiria atividades diversas.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE ASSENTIS

Esta escola insere-se na estratégia de reordenamento da rede educativa do município definida na Carta Educativa do Concelho de Torres Novas. Este equipamento inclui as valências de jardim-de-infância (JI) e escola do 1º ciclo do ensino básico (EB1), abrangendo a respetiva população escolar das freguesias de Assentis e Chancelaria.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE PEDROGÃO

Esta escola insere-se na estratégia de reordenamento da rede educativa do município definida na Carta Educativa do Concelho de Torres Novas. Este equipamento inclui as valências de jardim-de-infância (JI) e escola do 1º ciclo do ensino básico (EB1), abrangendo a respetiva população escolar das freguesias de Pedrogão, Zibreira e Ribeira Branca.

clique na foto para ampliar
 

CIDADE CRIATIVA

O projecto "Torres Novas - Cidade Criativa - 1ª Fase" visou a recuperação do centro histórico de Torres Novas. As intervenções permitiram: recuperar o património edificado municipal; revitalizar o património recuperado; enquadrar novas edificações com o recuperado; valorizar e requalificar a componente humana através da ocupação dos espaços; investir na articulação com todos os estabelecimentos de ensino e sociedade civil e na integração da iniciativa privada na recuperação e dinamização económica.

clique na foto para ampliar
 

PRAÇA 5 DE OUTUBO

A Praça 5 de Outubro foi a plataforma a partir da qual se expandiu Torres Novas, ponto de irradiação do Castelo para o “Casco Velho”, ponto de encontro da população, “a sombra” do Castelo – o verdadeiro Rossio. Este projeto pretendeu retirar os carros da sua superfície responsáveis pela sua descaracterização e pela criação de conflitos com os transeuntes e impedindo o seu integral usufruto por parte da população. O arranjo urbanístico da Praça, promoveu a criação de um verdadeiro Rossio que será a “sala de estar” da cidade e que deverá ser continuamente animada com a presença assídua de iniciativas e feiras, exposições e espetáculos.

CONCELHO DE TORRES VEDRAS

clique na foto para ampliar
 

INVERNADEIRO

O projecto Invernadeiro visa dotar a Praça Pública do Novo Mercado Municipal de um equipamento que permita, independentemente das condições climatéricas, a realização de eventos relacionados com actividades económicas de interesse municipal, contribuindo, deste modo, para a competitividade, o empreendedorismo e a inovação do tecido económico e empresarial do concelho.

clique na foto para ampliar
 

LARGO DE S.PEDRO E WELLINGTON

Esta intervenção permitiu o reforço da identidade dos Largos de São Pedro e Wellington e materializou a sua importância espacial, histórica e simbólica no contexto do tecido urbano do centro histórico de Torres Vedras. No Largo de S. Pedro criou-se uma plataforma de acesso à entrada principal da Igreja de S. Pedro, contribuindo para a ligação ou embasamento do edifício, monumento nacional, no espaço público. A reabilitação deste espaço propôs também a pedonalização do Largo Wellington e a sua conversão em espaço de estadia e lazer, o condicionamento da circulação rodoviária e a requalificação de pavimentos e mobiliário urbano.

clique na foto para ampliar
 

LARGO INFANTE D. HENRIQUE

A intervenção procurou valorizar as potencialidades internas do espaço do Largo Infante D. Henrique, tomando como referência estruturante o Chafariz dos Canos, monumento nacional, e as potencialidades externas, operando sobre a articulação com o tecido urbano envolvente. Teve ainda como propósito a introdução de uma componente lúdica que promove a revitalização do espaço, materializada na implantação de um espelho de água, elemento de elevada carga simbólica e indutor de múltiplas leituras do espaço.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO MUNICIPAL

Este projecto tem como objectivo central a criação de um pólo de comercialização dos produtos de excelência da Região Oeste, que sirva de referência regional e nacional em matéria de qualidade e diversidade. A componente de Regeneração Urbana deste projecto operou a três níveis: substituição do antigo mercado por um edifício moderno; criação de uma bolsa de estacionamento público em cave de grande dimensão; e criação de uma nova grande praça urbana, resultado da transferência do estacionamento de superfície para a cave.

CONCELHO DE TRANCOSO

clique na foto para ampliar
 

CAMPO DE FEIRA

Este projeto proporcionará uma boa articulação com a malha urbana envolvente, criando limites bem definidos para o espaço da feira, criando condições de estacionamento para viaturas ligeiras no exterior do recinto, criando percursos pedonais, reabilitando a área de enquadramento da Fonte Nova, criando condições adequadas ao bom funcionamento da feira semanal e criando um equipamento de apoio que incluirá instalações sanitárias e um gabinete destinado aos fiscais municipais.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO DE INTERPRETAÇÃO JUDAICO ISAAC CARDOSO

O edifício deste projeto foi instalado numa área onde se pensa ter sido a Judiaria de Trancoso, e é constituído por um pequeno jardim, um hall de entrada, duas salas de exposições temporárias, uma sala representando o modelo de Sinagoga Sefardita, áreas de apoio e instalações sanitárias.

clique na foto para ampliar
 

ESTRADA MUNICIPAL: TRANCOSO-ALDEIA VELHA

Este projeto visou o melhoramento do pavimento da via já existente que se apresentava com condições de circulação muito deficientes.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE DE LAZER URBANIZAÇÃO QUINTA DO CONDE

Pretendeu-se proceder à criação de um espaço multifuncional, com uma área dedicada ao desporto, incluindo um polidesportivo e uma bancada, uma zona de equipamentos infantis e complementando o Parque, zonas de estar e de percursos. Respeitando as características do espaço envolvente, visou criar-se um elemento de revitalização, no interior de um quarteirão residencial.

CONCELHO DE VAGOS

clique na foto para ampliar
 

ARRANJOS EXTERIORES DA ZONA INDUSTRIAL DE VAGOS

Este projecto visa dotar o edifício de apoio social e administrativo na Zona Industrial de Vagos de uma envolvente urbanisticamente qualificada que assegure, aos empresários e utentes, o acesso, o estacionamento de viaturas e a recepção e encaminhamento às várias valências do edifício.

clique na foto para ampliar
 

COMPLEXO DESPORTIVO DE VAGOS

O projecto consiste na execução de uma pista de atletismo integrada no Estádio Municipal de Vagos, complexo desportivo onde se incluem também a Piscina e o Pavilhão. A área de intervenção localiza-se no Centro da Vila de Vagos confinando, ainda, com o Centro de Saúde, a Escola Secundária e a EB 2/3, que está em fase de estudo de requalificação com vista à integração de todos os ciclos de ensino (uma EBI).

clique na foto para ampliar
 

ESTÁDIO MUNICIPAL DE VAGOS

Esta intervenção visou valorizar, urbanística e ambientalmente, a envolvente ao Estádio Municipal de Vagos. Deste modo foi qualificada uma zona antes descaracterizada, garantindo estacionamentos, arruamentos e passeios com árvores, que viabilizarão o acesso ao referido equipamento desportivo. De referir a forte complementaridade com a zona de equipamentos existentes, prevista no Plano de Urbanização da Vila de Vagos, e que esta operação ajudou a sedimentar como um pólo hierarquicamente superior no contexto urbano em que se insere.

clique na foto para ampliar
 

PAVILHÃO E PISCINAS MUNICIPAIS

A presente intervenção visou valorizar, urbanística e ambientalmente, um espaço expectante nas imediações do centro da Vila de Vagos. Deste modo será qualificada uma zona antes descaracterizada garantindo, simultaneamente, áreas verdes e de lazer, passeios, estacionamentos e melhores acessos dos utentes, quer ao Pavilhão, quer às Piscinas Municipais.

clique na foto para ampliar
 

PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO DE VAGOS

A presente intervenção consubstanciou-se na recuperação de um Pavilhão Gimnodesportivo localizado nas imediações do centro da Vila de Vagos. Tratou-se de uma intervenção que visou, sobretudo, resolver as anomalias construtivas detetadas num edifício acabado de construir em 1993, assegurando, deste modo, que este se constitui como um equipamento seguro, salubre e eficaz no serviço que disponibiliza à população.

clique na foto para ampliar
 

PRAIA DO AREÃO

A Requalificação da Praia do Areão teve como objectivo a criação das infra-estruturas necessárias ao seu funcionamento e valorização, permitindo o acesso de utentes com mobilidade reduzida e protegendo o cordão dunar do pisoteio dos utentes. Prevê também acções e iniciativas de sensibilização para o uso adequado das zonas costeiras e preservação dos valores naturais das mesmas através de actividades de divulgação e educativas para o público em geral e população estudantil.

CONCELHO DE VILA DE REI

clique na foto para ampliar
 

ACESSOS ÀS FREGUESIAS DO CONCELHO DE VILA DE REI

A intervenção teve como principal objetivo dotar as sedes de freguesias do Concelho de Vila de Rei de acessos condignos e seguros de modo a beneficiar a população destas áreas bem como a de todos os utilizadores. Estas obras de beneficiação traduziram-se na pavimentação dos acessos às sedes de freguesia dotando-as de sinalização adequada, resolução de problemas de drenagem de águas bem como dota-las de passeios garantindo a segurança dos utilizadores.

clique na foto para ampliar
 

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE VILA DE REI

O projecto contemplou a construção de um novo edifício com dois pisos, de linhas arquitectónicas modernas, com uma área de implantação de 1071m2, localizada na Sede do Concelho de Vila de Rei junto ao edifício dos Paços do Concelho. O rés do chão do edifício tem um átrio, uma secção infantil, uma secção de adultos, uma área destinada às instalações sanitárias e ainda uma zona para gabinetes de trabalho. No piso inferior funciona, numa ideia de continuidade, a sala polivalente destinada à instalação do espólio José Cardoso Pires, em homenagem a este escritor, natural do concelho de Vila de Rei.

clique na foto para ampliar
 

CENTRO ESCOLAR DE VILA DE REI

A construção do jardim de infância, que está inserido na zona de equipamentos escolares do concelho de Vila de Rei e totalmente preparado para garantir equipamentos de qualidade para as crianças, pretende atingir a meta de 80 vagas, o que representa um aumento de 37,5% relativamente à capacidade actual.

clique na foto para ampliar
 

MERCADO MUNICIPAL

Localizado no Centro Histórico da Sede de Concelho a beneficiação do Mercado Municipal é só por si uma obra emblemática e que cumpre com o objetivo de dinamizar a atividade económica de Vila de Rei promovendo a preservação do pequeno comercio. A revitalização das atividades instaladas no edifício e a rentabilização tanto a nível da oferta como da qualidade dos serviços prestados ao público e de revitalização da dinâmica urbana associada a este equipamento público.

clique na foto para ampliar
 

REQUALIFICAÇÃO URBANA DE VILA DE REI

Os equipamentos que existem nas imediações da presente operação representam uma mais valia para a população Vilarregense, tornando-se necessário beneficiar aquele local com boas acessibilidades de forma a permitir a sua utilização pela população local e seus visitantes. Ainda garante a ligação entre a Zona antiga e tradicional de Vila de Rei com a zona dos equipamentos, uma vez que é criada uma segunda alternativa no que respeita à circulação rodoviária e pedonal garantindo a segurança dos utilizadores dado a localização próxima da Estrada Nacional N.º 2 .

clique na foto para ampliar
 

REQUALIFICAÇÃO URBANA DE VILA DE REI

Este projecto pretende criar espaços e equipamentos tendo em vista a melhoria da qualidade ambiental, através da criação de um amplo espaço ajardinado englobando um campo de jogos e uma piscina descoberta. Localizado na Zona do Carrascal, este projecto vem complementar as infra-estruturas desportivas existentes, nomeadamente o estádio de futebol municipal, o skate parque e a escola fixa de trânsito formando um Complexo Desportivo Municipal.

CONCELHO DE VILA NOVA DA BARQUINHA

clique na foto para ampliar
 

CENTRO DE CIÊNCIA VIVA

O espaço Centro de Ciência Viva é um espaço de educação não formal de ciências constituído por um conjunto de salas temáticas com módulos interativos que, pela sua originalidade, especificidade e dimensão, não são viáveis dentro de salas de aula ou em laboratórios. Este espaço é para ser usufruído por toda a comunidade, visando, essencialmente, a sensibilização para a cultura cientifica, a remoção de eventuais bloqueios anti científicos e o estimulo das atitudes e dos processos de ciência , em particular a curiosidade e o espírito critico.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA PRÉ-PRIMÁRIA DA MOITA

O projecto contemplou a remodelação e ampliação do Jardim-de-infância da Moita Norte. A Escola Primária conta agora com duas novas salas de actividades, uma sala polivalente e uma cozinha.

clique na foto para ampliar
 

ESCULTURAS DO PARQUE

O Mercado das Artes-Esculturas no parque constitui-se como um projeto de referência desenvolvido no âmbito da estratégia encetada pelo município aquando do ordenamento da frente ribeirinha e consequente implementação do parque urbano. O objetivo é o de dinamizar o tecido económico e urbano de Vila Nova da Barquinha.

clique na foto para ampliar
 

EX - ESTRADA NACIONAL 3

O Concelho de Vila nova da Barquinha é atravessado de Poente a Nascente pela Estrada Nacional nº 3 (EN3)., tendo este projeto como objetivo a beneficiação da intersecção do IC3 com a EN3. Trata-se de um eixo rodoviário de maior importância, pois constitui uma alternativa ao fluxo de tráfego proveniente do litoral do País, principalmente através da A1, com destino às Beiras, alto Alentejo e Espanha. Para além disso a EN3 é uma infraestrutura viária que liga os concelhos limítrofes aos vários lugares do concelho de Vila Nova da Barquinha.

clique na foto para ampliar
 

PAÇOS DO CONCELHO

No âmbito do Mercado de Artes, este edifício assumiu novos usos, tais como uma Galeria de arte, complementar ao Centro de Esculturas ao Ar Livre. O edifício encontrava-se bastante degradado, sendo de facto necessária uma intervenção rápida com vista à sua reutilização O antigo edifício da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, era um dos edifícios mais emblemáticos do núcleo histórico da vila.

CONCELHO DE VILA NOVA DE PAIVA

clique na foto para ampliar
 

CIRCULAR URBANA NORTE

Este projeto desenvolveu-se numa extensão aproximada de 1500m e pretendeu estabelecer a ligação entre a variante à EN 329 e a EN 323, ligação que se fazia pelo centro da vila. Da rede viária do concelho, sobressai a importância de EN 323 que de acordo com o PRN 2000 passou à categoria de estrada de rede complementar. Esta via, que atravessa a sede do concelho é a principal responsável pelo tráfego que a percorre.

CONCELHO DE VILA NOVA DE POIARES

clique na foto para ampliar
 

CENTRO MUNICIPAL DE PROTECÇÃO CIVIL DE VILA NOVA DE POIARES

Construção de edifício para o Centro Municipal de Protecção Civil, contemplando o Quartel de Bombeiros Voluntários.

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA BÁSICA E JARDIM DE INFÂNCIA DE SANTA MARIA

Este projeto pretendeu recuperar o edifício da escola primária e amplia-lo ao nível da implantação e provendo-o de mais um piso, ficando dotado de 4 salas de aula, sala para atividades de enriquecimento curricular, átrio de entrada, biblioteca, atendimento, instalações sanitárias para crianças, para deficientes e para adultos, arrecadação de material didático, arrecadação geral e arrecadação de material de limpeza.

CONCELHO DE VILA VELHA DE RÓDÃO

clique na foto para ampliar
 

ESCOLA EB1 DE VILA VELHA DE RÓDÃO

A escola foi inserida dentro do espaço físico do Agrupamento de Escolas de Vila Velha de Ródão, onde funcionam os 2º e 3.º ciclos, permitindo assim racionalizar espaços e recursos, bem como vantagens a nivel pedagógico e de realização de actividades.

clique na foto para ampliar
 

LAGAR DE VARAS

Este projeto foi realizado numa zona central do aglomerado de Vila Velha de Ródão, entre duas zonas urbanas distintas (Cabeço das Pesqueiras - Porto do Tejo), com uma área total de intervenção que perfaz 15.800m². Consistiu numa intervenção urbanística para requalificação do espaço público e ambiente urbano e para recuperação, refuncionalização e valorização de um antigo Lagar de Varas (património municipal classificado) e sua envolvente.

CONCELHO DE VISEU

clique na foto para ampliar
 

ECOPISTA DO DÃO

O projecto "Ecopista do Dão" visa a requalificação de todo o espaço canal e património edificado da REFER que se encontra actualmente em estado de abandono, numa extensão de 49 km e que atravessa os concelhos de Viseu, Tondela e Santa Comba Dão. Trata-se de um projecto que tem como objectivos a promoção da mobilidade sustentável e de modos alternativos de transporte e, por outro lado, o reforço da atractividade das cidades de Viseu, Tondela e Santa Comba Dão, promovendo a competitividade regional.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU DA IGREJA DA MISERICÓRDIA DE VISEU

Este projeto teve como objetivo disponibilizar uma significativa área de Exposição Temporária que, associada ao desempenho do Tesouro da Misericórdia e à ação cultural a desenvolver na própria Igreja (concertos, atuação de coros, etc.), permitirá o gerar de uma dinâmica cultural a estender a uma alargada faixa da população da cidade e região a que acresce o potencial núcleo de visitantes que procura os vizinhos Museu Grão Vasco e o Tesouro da Sé.

clique na foto para ampliar
 

MUSEU DE ARTE SACRA DA CATEDRAL DE VISEU

O projeto de intervenção no Museu de Arte Sacra perspetivou a introdução de melhoramentos no que concerne a alguns dos aspetos referentes aos espaços de exposição, mas também a criação dos recursos de comunicação e de informação, até aqui muito precários e pouco atrativos. Pretendeu-se a alteração do mobiliário e da organização do espaço de receção, a valorização do percurso expositivo através de um projeto de iluminação adequado e de sinalética ajustada, bem como a substituição, ainda que pontual, de algum mobiliário expositivo.

clique na foto para ampliar
 

PARQUE AQUILO RIBEIRO

Pretendeu-se com o presente projeto a reinterpretação do Parque Aquilino Ribeiro, espaço verde de excelência existente no coração da cidade de Viseu. Tratau-se de realizar, não uma nova solução de composição do espaço existente, mas uma atualização do mesmo, justificada pelo aumento do número de utentes e pelo tipo de uso que foi variando ao longo do tempo.

clique na foto para ampliar
 

PRAÇA REPÚBLICA

Este projecto diz respeito à reabilitação da Praça da República e à realização de alterações nos cruzamentos da Av. 25 de Abril com a Rua Gaspar Barreiros e a Av. Calouste Gulbenkian. Contemplou a substituição do mobiliário urbano, da iluminação pública, da iluminação do edifício dos Paços do Município, a iluminação do painel de azulejos existente, a repavimentação das vias de circulação e outros trabalhos para tornar o local mais atractivo e funcional.

clique na foto para ampliar
 

REGENERAÇÃO URBANA VISEU

Numa perspetiva integrada de reabilitação urbana, e visando essencialmente a salvaguarda, reabilitação e revitalização dos centros históricos, este projeto teve como objetivo munir proprietários, inquilinos, investidores, promotores e o próprio Município, de soluções com vista à recuperação do edificado, de informações sobre incentivos fiscais e de apoio a obras de reabilitação, esclarecimentos sobre questões de arrendamento urbano.

clique na foto para ampliar
 

ROTA DOS VINHOS DO DÃO

Os objetivos estratégicos deste projeto foram: investir ao nível do marketing e promoção das Rotas de Vinhos e aprofundar o esforço na qualificação e estruturação da oferta.

clique na foto para ampliar
 

WELCOME CENTER

Este projeto desenvolveu a conceção e implementação de um ambiente integrado para o futuro Viseu Welcome Center, a na Casa do Adro, Largo da Sé , em Viseu. O projeto visou a criação de um pacote de software, com recurso a tecnologias interativas em que se inscrevem as soluções montra interativa, percursos personalizados, monumentos que contam história e prova interativa de produtos certificados, incluindo mobiliário expositivo.

CONCELHO DE VOUZELA

clique na foto para ampliar
 

EB1 DE VOUZELA

Requalificação e ampliação da Escola Básica do 1º Ciclo de Vouzela, que passa a contar com 6 salas de aulas, 2 salas de expressões plásticas, WC e átrio polivalente. Para além disso, foram também feitas intervenções ao nível do isolamento térmico, rede de águas, electricidade e telecomunicações.

clique na foto para ampliar
 

TORRE MEDIEVAL DE VILHARIGUEIS

A recuperação da Torre Medieval de Vilharigues passou pela sua recuperação mas também pela sua revitalização. Entendeu-se que esta, no fim de recuperada, deve servir, juntamente com a Torre de Alcofra e Torre de Cambra, para revelar o que são de facto estas torres e porque foram construídas. A recuperação da Torre Medieval não se encerra em si própria, devendo ser englobada num projeto mais vasto de recuperação das várias torres do concelho de Vouzela.

clique na foto para ampliar
 

VARIANTE A CAMBARINHO

Este projecto visou a construção de uma Variante à aldeia de Cambarinho, a qual se consubstancia num conjunto de intervenções que visam corrigir os estrangulamentos de trânsito e retirar o tráfego de veículos do interior da povoação. A obra é constituída essencialmente por movimentações de terras, pavimentação betuminosa, execução da drenagem das águas pluviais e colocação de sinalização horizontal e vertical, numa extensão de 2.924 metros.